segunda-feira, 20 de novembro de 2017

Angariação de donativos

Apelos de ajuda chega-nos de diversos pontos do País... os apoios financeiros escasseiam. O material para a divulgação custa dinheiro, as chamadas idem. Não conseguimos fazer face aos compromissos com elogios, louvores de circunstância. Quem nos puder ajudar que o faça de coração aberto, solidário na certeza que será bem investido.

Por muito providos que estejamos de belas máximas e bons sentimentos, se não aproveitarmos todas as ocasiões concretas de agir, nenhum progresso moral realizaremos. De boas intenções está o inferno cheio, diz o provérbio: nada mais conforme ao que pensamos…

O Mapa de Brigadas para 2018 pode ser arquivado a partir do site www.adasca.pt

Mira já merecia um lugar assim…

Ana Mingatos abriu o seu estúdio de serviços de Design, Imagem e Comunicação, bem no centro da vila de Mira, mesmo ao lado da Casa do Povo.
Simpática e simples, esta designer traz para Mira os conhecimentos adquiridos na Universidade de Aveiro, para além do trabalho já desenvolvido em uma grande empresa do Concelho, a Siro.
Assim, ela recebeu alguns amigos e futuros clientes no passado sábado... muitas pessoas que não quiseram deixar de dar-lhe um abraço, um beijo e votos de muito sucesso.
Certamente será isso o que irá acontecer: quando se une a força de vontade com o talento e o empreendedorismo, tudo conjuga para um bom desempenho.
Jornal Mira Online deseja à nova empresária, os maiores sucessos nesta nova fase da sua vida.

Mira Online

NR: O Litoral Centro Online deseja a esta nova empreendedora o melhor sucesso para a sua carreira. Novas ideias, novos valores, com determinação e motivação vão fazer desta jovem uma vencedora.
J. Carlos

Como prolongar sua vida e ganhar um amigo ao mesmo tempo



Posted: 19 Nov 2017 10:44 AM PST
Estudo feito com milhões de pessoas mostra que os cães não são apenas bons companheiros - eles também protegem nossa saúde
 

Chama alguma coloca o GM Montar Para Viver, abaixo!

O fogo tudo levou, há pouco mais de um mês, do GM Montar Para Viver. Tudo não: levou a sede e a carrinha, que ficaram totalmente consumidas pelas chamas daquela fatídica noite. Mas, fogo algum leva esta gente ao desespero, à falta de esperança, ao desânimo ou ao fim!
Sábado, 18 de Novembro, 33 dias depois... lá estavam eles no local onde realizam as suas Concentrações, a trabalhar arduamente por dias melhores. Para estas pessoas, agora é tempo de arregaçar as mangas, recomeçar e colocar de novo, em pé, aquilo que o sonho de todos já ajudou a colocar uma vez.
Com a música e a animação a cargo de João José Clemente ou, se quiserem, "Zé Rascunho", o toque final para a alegria estar completa era só mesmo cantar os Parabéns por mais esta data assinalável, os seus 17 anos!
Eles estão prontos a reerguer-se. Esta festa foi um pretexto para voltar a colocar tudo sobre rodas. E, tenham a certeza: aquela malta dos casacos e que gostam de umas minis vão conseguir lançar-senovamente ao asfalto...

Mira Online

Sintra | Encontrada criança de dois anos que estava desaparecida

Menino foi encontrado no mato
A PSP encontrou ao início da madrugada desta segunda-feira a criança de dois anos que tinha sido dada como desaparecida ao fim da tarde de domingo na zona do bairro da Bósnia, em Casal de Cambra.

O menino estava numa zona de mato próximo do bairro. Aparentemente, encontra-se bem de saúde.

Foi o culminar das extensas operações de busca realizadas pela PSP e pela PJ após o alerta de desaparecimento.

Os pais, segundo afirmara ao fim da noite o presidente da Junta de Casal de Cambra, são um casal que se preparava para se mudar para um apartamento de habitação social naquele bairro e que foram, à tarde, visitar o local.

A criança, que se chamará Jordan, desaparecera cerca das 18:00.

O referido autarca disse à noite que "a PJ encontra-se a tomar conta da ocorrência. Estão também a fazer-se buscas pelos bombeiros de Belas".

Pelas 21:20, de acordo com a mesma fonte, a PSP, com a ajuda dos bombeiros, estava a efetuar buscas no local, uma área "com parte urbana e com uma zona de mato muito perto".

O Correio da Manhã diz que a criança estava a ser acompanhada pela Comissão de Proteção de Crianças e Jovens.

A mãe tem 28 anos e o pai 41. De acordo com o mesmo jornal, o filho mais velho do casal, com uma idade na casa dos 5 anos, foi juntamente com os pais ouvido pela Polícia Judiciária, que também se deslocou ao local com duas equipas: a de rapto e a de desaparecidos.

Os pais afirmaram que estavam a conversar quando a criança, de repente, terá desaparecido. Deslocaram-se ao local com os três filhos, acrescenta o Jornal de Notícias. Com Lusa

Fonte: DN

domingo, 19 de novembro de 2017

Casas de banho do cemitério de Ílhavo correm Mundo

Projeto de dois irmãos arquitetos já mereceu destaque na Tailândia, nos Estados Unidos e no Brasil, entre outros países.
São casas de banho, foram construídas no cemitério de Ílhavo, mas não é por isso que não podem correr Mundo. Aliás, estão a fazê-lo. As fotografias do edifício, concluído há um ano e da autoria dos irmãos Sofia Senos e Ricardo Senos, arquitetos, têm tido destaque em vários países, tendo sido publicadas em revistas de arquitetura e de "lifestyle" da Tailândia, da China, da Noruega, da Suécia, do Canadá, de Inglaterra e dos Estados Unidos, por exemplo.
Foi há cerca de três anos que a Junta de Freguesia de São Salvador, responsável pelo cemitério, encomendou ao escritório M2.Senos, propriedade dos dois irmãos ilhavenses, o projeto da obra. "Pediram-nos a reconversão de um edifício que já existia e no qual estavam as casas de banho, mas que era gigante e que ficava quase colado à capela. O objetivo era torná-lo mais pequeno e libertar a capela", explica Sofia Senos, uma das autoras do projeto.
Mas aquilo que poderia ter sido um trabalho banal num cemitério - espaço muitas vezes pouco apreciado a nível estético -, tornou-se numa obra "com a importância de qualquer outra". "Seja um projeto de 50 ou de 500 mil euros, o gozo é o mesmo, desde que as partes se entendam e que seja bom de trabalhar. É essa a postura que temos sempre nos nossos trabalhos", sublinha a arquiteta, de 34 anos, que trabalhou a par do irmão, Ricardo, de 42.
Assim, o que era para ser apenas um edifício que albergaria três casas de banho - homens, mulheres e de acessibilidades -, passou a incluir também um pequeno espaço, destinado ao coveiro e seus ajudantes, onde podem descansar, tomar banho ou trocar de roupa, tendo, também, um compartimento para guardar a carreta (utilizada no transporte das urnas).
Edifício "anónimo e abstrato"
O edifício é verde por fora e branco por dentro. Não tem janelas, beneficiando da luz natural de claraboias no teto, e não utiliza ventilação artificial. É simples. "Quisemos que fosse anónimo e tão abstrato quanto possível. E achámos que só podia ser verde, para ficar associado aos aspetos naturais do cemitério, como as árvores e os canteiros. O feedback de quem o utiliza tem sido muito positivo", garante Sofia Senos.

Fonte: JN

Mulher afoga-se na piscina de casa enquanto recolhia brinquedos

Aconteceu em Urgueiras, no concelho de Albergaria-a-Velha
Uma mulher de 69 anos morreu este domingo em Urgueiras, Albergaria-a-Velha, Aveiro, afogada na piscina de casa.
De acordo com o Jornal de Notícias, um familiar encontrou a vítima mortal a boiar na piscina.
Ao local deslocou-se a GNR e uma viatura médica de emergência e reanimação (VMER) do INEM.
Tudo terá sido um "acidente", e a "parece que a mulher se desequilibrou e caiu na piscina de casa, quando tentava recolher brinquedos que ficaram esquecidos na água", disse fonte dos bombeiros ao JN.
A equipa do INEM e os bombeiros ainda tentaram reanimar a mulher, mas o óbito acabou por ser declarado no local, com o corpo a ser transportado para o Instituto de Medicina Legal de Aveiro.
Fonte: DN