sexta-feira, 24 de maio de 2019

Portalegre | No Crato 28 compareceram para doar sangue



A Associação de Dadores Benévolos de Sangue de Portalegre – ADBSP – concretizou mais uma colheita, desta feita em terras do conhecido priorado do norte alentejano. A concentração foi na sede dos bombeiros e afluíram 28 voluntários, dez dos quais mulheres.

O número de embalagens de sangue total concretizadas no Crato foram 24, pois nem todos estavam em pleno para colaborar nesta oportunidade.

Em dia do seu aniversário, um jovem sentou-se pela primeira vez na cadeira do dador, pelo que tem palmas redobradas. Em termos do Registo Português de Dadores de Medula Óssea ficou enriquecido com mais três voluntários.

A Câmara Municipal do Crato apoiou a realização do almoço convívio, servido num restaurante local. Sentaram-se à mesa dadores, elementos da ADBSP e equipa do banco de sangue do hospital de Portalegre.

Em junho
A ADBSP, no cumprimento do calendário 2019, tem brigadas previstas para junho nas seguintes datas: dia 01 na Casa do Povo de Santo António das Areias (Marvão); sábado 15 nos bombeiros de Monforte; dia 29 no centro de saúde de Nisa. São sábados e na parte da manhã. Saiba tudo em:
https://www.facebook.com/AssociacaoDadoresBenevolosSanguePortalegre/
JR

Aveiro | 12 DE JUNHO: “TARDES COM SABERES” ARRANCAM COM UMA CONVERSA SOBRE COLABORAÇÃO EMPRESARIAL


No ambiente de negócios que carateriza os nossos dias, o estabelecimento de parcerias colaborativas é um imperativo estratégico, mesmo entre empresas que concorrem entre si.

Através das redes de negócio colaborativas, não é a dimensão das empresas que conta, mas a capacidade de articularem as competências dos vários parceiros, de desenvolverem e de proporem ofertas de valor mais competitivas.

Assim, a colaboração tem impacto nos resultados das empresas, na capacidade de competir em mercados internacionais e na promoção da inovação diferenciadora.

Todavia, o trabalho colaborativo exige o desenvolvimento de boas práticas e a capacidade de gerir riscos, mobilizar e estabelecer, em permanência, estratégias de criação de valor que se encontram, de um modo geral, plasmadas na forma de norma internacional (ISO 44001), recentemente transposta para Norma portuguesa (NP).

COLABORAÇÃO EMPRESARIAL
Justifica-se, assim, pela sua atualidade e pela pertinência do assunto, a escolha do tema da Colaboração Empresarialpara o início de uma série de conversas ao fim da tarde (Tardes Com Saberes), sobre temas da atualidade política, económica, social, cultural, científica e tecnológica que a UNAVE - Associação para a Formação Profissional e Investigação da Universidade de Aveiro, se propõe realizar doravante, depois das séries Vinhos Com Saberes, em 2017, e Bacalhau Com Saberes, em 2018, com carater regular e em parceria com o jornal Diário de Aveiro.

A conversa, agendada para 12 de junho, às 18h00, andará à volta de Colaboração Empresarial enquanto instrumento competitivo e terá como animador Bruno Marques, docente, investigador, consultor de gestão e de sistemas de informação que, além disso, é o representante em Portugal do Institute for Collaborative Working (ICW), por assim dizer o pai da norma ISO 44001 (sobre Colaboração Empresarial), agora transcrita para português e publicada como norma NP.

Nesta conversa inaugural das Tardes Com Saberes, especialmente dirigida a empresários, quadros superiores e gestores de empresas, a UNAVE-UA conta com o apoio e a colaboração da Associação Portuguesa para a Qualidade (APQ). 

CIBERSEGURANÇA

As Tardes Com Saberes acontecerão, tendencialmente, na primeira quarta-feira de cada mês, num ambiente simultaneamente distinto – a Casa Santa Joana, situada no nº 67 de uma das principais artérias da cidade de Aveiro, a Avenida de Santa Joana – e informal, propício a podermos falar descontraidamente dos novos desafios e dos saberes com os quais se vai construindo a atualidade.

Antes das férias de verão, as Tardes Com Saberes voltarão, a 10 de julho, para uma conversa com quem sabe do assunto sobre Cibersegurança, os riscos e os desafios que o mundo digital coloca às pessoas e às empresas.

O acesso às Tardes Com Saberes é gratuito, mas está sujeito a inscrição prévia, através do e-mailunave.formacao@ua.pt

AGÊNCIA INVESTIR TORRES VEDRAS PARTICIPOU EM ENCONTRO DE CIDADES INTELIGENTES


A Agência Investir Torres Vedras esteve presente na “Portugal Smart Cities Summit”, a conferência nacional de cidades inteligentes que decorreu entre os dias 21 e 23 de maio, na Feira Internacional de Lisboa, no Parque das Nações, em Lisboa.

No expositor, que divulgou o território e as suas oportunidades de investimento, estiveram representados os projetos TORRES INOV-E, Torres Vedras LabCenter, EcoCampus e Espaço Empresa. Recorde-se que a Agência foi inaugurada, em março, no Centro de Apoio ao Empresário da Região Oeste e tem como objetivo fomentar a criação de emprego e a fixação de empresas no território.

A conferência de cidades inteligentes teve início com a Cimeira dos Autarcas, que contou com a participação de Carlos Bernardes, presidente da Câmara Municipal de Torres Vedras.

Sublinhe-se que dois dos projetos apoiados pelo TORRES INOV-E, que através de incubação virtual têm sede social em Torres Vedras, marcaram presença no evento com espaços autónomos. Em causa está a Infracontrol - empresa sueca de tecnologias de informação e automação especializada em soluções de monitorização, controlo de infraestruturas e gestão de informação, que desenvolveu o serviço de alertas Alerta TVedras – e a Watt-IS - empresa que atua na área da eficiência energética e da utilização racional da energia.

A “Portugal Smart Cities Summit” apresentou soluções e medidas inovadoras de entidades como municípios, universidades e empresas no âmbito da inovação. À margem dos expositores das entidades, o evento também contou com um programa de conferências com oradores nacionais e internacionais, que partilharam o que de “mais inovador” está a ser feito nas suas entidades.

Proença-a-Nova | Festival da Cereja e do Limão


Montes da Senhora, no concelho de Proença-a-Nova, recebe este fim de semana, 25 e 26 de maio, o Festival da Cereja e do Limão, cujo programa segue em anexo.

A novidade este ano é a presença da CATAA - Associação Centro Apoio Tecnológico Agroalimentar que irá levar cereja desidratada para dar a provar, no âmbito do o projeto Transfer2agro, cofinanciado pelo Centro 2020, Portugal 2020 e pela União Europeia através do FEDER, que tem como objetivo disseminar novos conhecimentos produzidos no âmbito da I&DT desenvolvida no CATAA, associada à desidratação de produtos hortofrutícolas, com vista à promoção da sua valorização económica pelas PME´s do setor.

Às 16h00, o sr. Vice-presidente, João Manso, estará no Festival da Cereja e do Limão e poderá falar sobre o evento e esta nova janela de oportunidade que se abre para os produtores do concelho.

Sónia Martins

Guarda | Simpósio Internacional de Arte Contemporânea – Cidade da Guarda vive a 4ª edição do SIAC

Terra Herdada | Paisagens Legadas e o Centenário do Nascimento de Sophia de Mello Breyner Andresen dão o mote para o 4º Simpósio Internacional de Arte Contemporânea (SIAC) – Cidade da Guarda 2019.


Pelo quarto ano consecutivo a arte contemporânea estará em destaque nas ruas da Guarda. O Município, através do seu Museu, organiza, entre 2 e 16 de junho, próximo, o Simpósio Internacional de Arte Contemporânea Cidade da Guarda - SIAC. Nomes como Pedro Cabrita Reis, Rui Chafes, José Pedro Croft e Zulmiro de Carvalho encabeçam a extensa lista de artistas plásticos da quarta edição que acontecerá um pouco por toda a cidade, nomeadamente no Museu, Praça Luís de Camões, Torre de Menagem, TMG, entre outros espaços.

Este evento, com manifesto alcance artístico, que já marca o calendário cultural da Beira Interior, onde de resto decorrerão em outras cidades algumas iniciativas, conta com a participação de mais de 130 artistas de 15 países, designadamente Angola, Alemanha, Brasil, Canadá, Espanha, França, Guiné, Holanda, Inglaterra, Moçambique, Portugal, Polónia, Turquia, Ucrânia, Venezuela.

Sob o tema central Terra Herdada | Paisagens Legadas o programa dissemina pelas várias expressões criativas, contemplando recitais de poesia, exposições, apresentações de livros, palestras, ciclos documentais, ciclo de cinema, cursos académicos, urban art, musica e dança contemporânea, workshops e as exposições axiais de nomes comoPedro Cabrita Reis, Rui Chafes , José Pedro Croft e Zulmiro de Carvalho. Para além do que o singulariza, a produção de escultura e pintura ao vivo, que este ano se desenvolve em torno da Terra Herdada | Paisagens Legadas, que surge após o flagelo dos incêndios. A terra, a paisagem, clamam que lhes devolvam a cor - eis o SIAC 4.


A Guarda, e em particular o SIAC, prestam tributo a Sophia de Mello Breyner Andresen, um dos maiores nomes da literatura portuguesa, por altura do centenário do seu nascimento. Durante o evento decorrerão diversas iniciativas ligadas ao nome de Sophia, como a título de exemplo a apresentação dos livros “Almadilha. Ensaios sobre Sophia de Mello Breyner Andresen” de Federico Bertolazzi, e “Sophia de Mello Breyner Andresen, O Nu na Antiguidade Clássica e Antologia de Poemas sobre a Grécia”, com edição de Maria Andresen de Sousa Tavares, um Curso-Oficina de poesia Experimental e o Recital poético – “Poesia de Sophia”.

Recorde-se que o SIAC reúne anualmente, na cidade mais alta de Portugal, mais de uma centena de artistas provenientes dos quatro cantos do mundo produzindo arte ao vivo e desenvolvendo em contexto urbano atividades multidisciplinares na área das Artes Visuais e Plásticas. A iniciativa tem por base exposições, produção de arte ao vivo e formação artística.

À semelhança de edições anteriores o SIAC aposta na relação estreita e no acesso direto do público aos artistas e à criação das suas obras e, por isso, durante o simpósio, escultores vão trabalhar ao vivo num verdadeiro ambiente de fruição cultural. A iniciativa tem toda uma dimensão social/cultural importante que pretende estimular a proximidade entre artistas e o público participante, promovendo também um envolvimento especial, quer de artistas, quer da comunidade educativa em várias modalidades participativas que vão desde os workshops à própria criação dos jovens estudantes de artes.


Refira-se que o Simpósio foi distinguido em 2017 com o prémio "Melhor Projeto Internacional" e a menção honrosa "Incorporação de Bens Culturais e artísticos", galardões atribuídos pela Associação Portuguesa de Museologia ao Município da Guarda a propósito da primeira edição, em 2016, do SIAC. 
O Simpósio é uma iniciativa organizada pelo Município da Guarda e o seu Museu da Guarda e, na sua edição de 2019.




 ARTE AO VIVO

PINTURA AO VIVO

Rosa Pereira (Portugal)
Meinke Flesseman (Holanda)
Jessica Dunn (Inglaterra)
Kerstin Wagner (Alemanha)
Kinga Subicka (Polónia)
Gilles Mevel (França)

ESCULTURA AO VIVO
Olena Dadatko (Ucrânia)

Oscar A. Comendador (Espanha)
Ízel Erbas (Turquia)
Piotr Wesolowski (Polónia)
Yvoun Longpré (Canadá)
Volker Schnuttgen (Alemanha)


ESCULTURA PÚBLICA
Thierry Ferreira – Torre de Menagem – Sé – Portas da Muralha


EXPOSIÇÕES em ESPAÇOS MUSEOLÓGICOS
A TERRA HERDADA | PAISAGENS LEGADAS – Cabrita | Chafes | Croft | Zulmiro – Galerias 1 e 2 – Museu
Centenário de Sophia de Mello Breyner Andresen (1919-2019)
DA FLORESTA - JOÃO CARQUEIJEIRO – Galeria d’Arte do Museu da Guarda
NATURÁLIA – Clotilde Fava  -   Espaço #4 - Galeria d’Arte do Museu da Guarda
O QUE FAZ FALTA…. – Luís Herberto (Galeria de Arte do TMG)


ESPAÇO MUSEOLÓGICO [a inaugurar]
Sala Santa Rita Pintor

INSTALAÇÕES
Fernando Estevans e Marta Miguel – ‘Escópio’
Romy Castro – ‘A Terra como Acontecimento (Solar dos Póvoas)’
Ana Rita Albuquerque – “Pó” – Escultura/Instalação Têxtil e Interativa
Susana Piteira* - “Noli me legerere”
M. Nieves – “ Lignum metrorum cubicorum conplectuntur”

FOTOGRAFIA
Lauren Maganete – ‘Até que a morte nos ampare’
Fotoclube da Guarda | Amigos do Museu – Memórias do Cine-Teatro – Call for memories
Exposição Fotografia de Tete Alejandre – ‘Lo Cotidiano’
Exposição de fotografia de Adelino Marques – “Paisagens (Ir)reais”


WORKSHOPS
Pintura, escultura, fotografia Escópio, dança contemporânea, música contemporânea.


CURSOS DE GRAVURA
(Universidade de Salamanca)
Gravura ao Carborundo – 8 a 11 de junho
Gravura Gyotaku (gravura japonesa)  - 3 a 6 de junho


CURSO-OFICINA DE POESIA EXPERIMENTAL
Do poema lírico ao poema visual - Tributo a Sophia
 Diretor: Pepe Fuentes, Catedrático de Belas Artes Univ. Salamanca
10 poetas iberófonos: Centenário de Sophia de Mello Breyner Andresen – 12 a 15 junho


POETAS
Maria Andresen, Portugal
Pedro Mexia, Portugal
Luís Serguilha, Portugal
Rafael Tahan, Brasil
Maria Toscano, Portugal
Gisela Casimiro, Guiné
Abreu Paxe, Angola
Montserrat Villar, Espanha
Felipe Zapico Alonso, Espanha
Davina Pazos, Equador


II CONGRESSO DE CRIAÇÃO NA ARTE CONTEMPORÂNEA
(Instituto Universitário de investigación en Arte y Tecnologias de la Animación – Univ. Salamanca) – Auditório 2 do Museu da Guarda- 5 a 9 de junho


MEDIA ART E VIDEO-ARTE
Nuno Lacerda | Samarra
Film du Jardin, a trilogia de filmes de Ingrid Van Linde e Renée Schouwenberg

1.DOMINIO 42 min. 
O film está situado na propriedade Dominio Vale do Mondego na Faia onde o agricultor Eelco Schaap prossegue os seus ideais. As artistas foram inspirados no sonho de Eelco´s em que a ligação entre o homem e os animais com a terra é central.
2. TROPHY 22 min. Uma história de imagem poética abstrata sobre animais chifrados
3. MARCH OF THE BEES 6.35 min.
Associamos as abelhas como portadoras de luz com a terra carbonizada em Portugal. Luz e escuridão, vida e morte.
CINEMA/DOCUMENTÁRIOS
Ciclo de Cinema
Cineclube da Guarda

Ciclo de Cinema
Curso de Cinema – UBI

Documentário: ‘No trilho de Malangatana’ de Lurdes Macedo
Documentário: ‘Sophia de Mello Breyner Andresen’ de João César Monteiro, (1969).


ARTES PERFORMATIVAS*
Albuquerque Mendes – Ritual “A Anunciação do Lugar”, 2019

DANÇA CONTEMPORÂNEA
‘Corpo Arebatado à terra – Tributo a Sophia’ por Mónica Pombo

MÚSICA CONTEMPORÂNEA**
Domínio - ‘CAMPANULA HERMINII’ – vídeo

Martim Sousa Tavares - "ESCUTAR O SILÊNCIO: CAMINHOS ENTRE MÚSICA E PINTURA A PARTIR DA ESCOLA DE NOVA IORQUE"

1 - Projeção do filme de 1951 de Hans Namuth "Jackson Pollock 51" (10 minutos)
2 - Palestra a propósito de relações entre pintura e música, partindo do caso da escola de Nova Iorque: Jackson Pollock, Mark Rothko, John Cage e Morton Feldman (30 minutos)
intervalo
3 - Concerto com músicos OSF: interpretam-se obras de John Cage e Morton Feldman (35 minutos)

Victor Afonso (coord.) - Helena Neves
O Síntese – Grupo de Música Contemporânea

EXPOSIÇÕES / MOMENTOS CRIACIONISTAS NO CINE-TEATRO

Visitas-guiadas ao Cine-teatro
Cine-teatro: Memórias Fotográficas – Fotoclube da Guarda/ Amigos do Museu da Guarda
Artes Performativas*
Música Contemporânea**

Exposição de Fotografia Jorge Velhote – ‘Cinema: 10 fotografias’
Exposição Pintura Ilídio Salteiro
Exposição Pintura Elisabete Leite
Exposição Pintura Juan Domingues
Exposição Escultura ‘Negros Claros’ | Light Draks - Bruno da Cunha
Exposição Escultura de Pedro Figueiredo
Exposição Escultura de J. A. Elvira
Exposição Desenho Jorge dos Reis – ‘Corpo alado’
Exposição Fotografia de Tete Alejandre – ‘Lo Cotidiano’
Instalação de Susana Piteira
Instalação Coletiva Artistas da Região da Guarda ou outras manifestações expositivas

GALERIAS
Galeria S. Mamede (Lisboa)
Galeria Ocupart (Lisboa)
Galeria Nuno Sacramento (Porto)
Galeria 111 (Lisboa)
Galeria Calcografia (Salamanca)
IBEROFONIAS #2 – Convergências literárias
RECITAIS DE POESIA IBERÓFONA
FEIRA DO LIVRO DE SOPHIA DE MELLO BREYNNER
FEIRA DO LIVRO DE AUTORES DA BEIRA INTERIOR E PROVÍNCIA DE SALAMANCA

APRESENTAÇÃO DE LIVROS|PUBLICAÇÕES
‘Sophia de Mello Breyner Andresen, O Nu na Antiguidade Clássica e Antologia de Poemas sobre a Grécia’, ed. de Maria Andresen de Sousa Tavares.
‘Herbario Sonoro’ de Raúl de Tapia e Joaquín Araújo
Almadilha. Ensaios sobre Sophia de Mello Breyner Andresen”  de Federico Bertolazzi
‘Falar é morder uma epidemia’ - Luís Serguilla
“Alp bet (I-X)” – Felipe Zapico
‘Salamanca y te miro’, Raúl Vacas com fotografias de Victorino García Calderón.
Sumergir el Sueño | Sugalgar o Soño  - Montserrat Villar
Apresentação das atas do I Congresso de Criação na Arte Contemporânea

TERTÚLIAS
Conversa de Artista com Romy Castro
Tertúlia com Jorge Leandro Rosa - "O traço abrupto: Arte e transformação do sistema Terra"
Tertúlia Bosch Foundation Cultural Manager de Berlim – ‘A Arte Europeia na Actualidade’ - 8 Junho 16.00h
Conversa - aberta

PERCURSOS TEMÁTICOS URBANOS
Percurso vergiliano encenado
Percurso unamuniano encenado
(Amigos do Museu da Guarda)


JANELAS (IN)DISCRETAS
Alunos e professores da Escola Sec. da Sé/ Nuno Aparício

CENTENÁRIO DE SOPHIA (cont.)*
Alunos de Literatura Esc. Secundária Afonso de Albuquerque
Recitais de alunos de poesia de Sophia (Org. Amigos do Museu da Guarda)
Poesia mural

EXTENÇÕES DO SIAC NA BEIRA INTERIOR
EXPOSIÇÕES MUSEUS DO TERRITÓRIO DA CANDIDATURA GUARDA CAPITAL EUROPEIA DA CULTURA 2027
Extensão do SIAC em Belmonte - Exposição de escultura ‘Intercepções – um lugar dialogado’ – Susana Piteira | Susana Miranda | Pedro Figueiredo | José António Elvira | José Ingacio Pérez
Extensão do SIAC em Seia - Exposição fotoxilogravura – Seia
Extensão do SIAC em Covilhã – Exposição de Pintura da Colecção do Museu da Guarda: ‘Visualidades polimorfas’ – Júlio Pomar | Rui Chafes | João Cutileiro | Mário Rita | Pires Vieira | Vítor Pomar | Eurico Gonçalves | Júlio Cunha | Maria Lino
Extensão do SIAC em Foz Côa - Exposição fotopolímero a cores | Exposição de Poesia Experimental – Centro de Exposições de Foz Côa
Encontro Associação Amigos dos Museus

URBAN ART
Hugo Lomas
Desy 123


Castelo de Paiva | Integrado na programação dos Jogos Desportivos - FESTIVAL MUNICIPAL DE FOLCLORE REALIZA-SE DOMINGO NO LARGO DO CONDE

Centro da vila também recebe a Feira Agrícola


A exemplo de anteriores edições, realiza-se na tarde do próximo Domingo, a partir das 15 horas, o Festival Municipal de Folclore de Castelo de Paiva, uma iniciativa cultural integrada nos XXXIII Jogos Desportivos, que este ano tem a responsabilidade organizativa a cargo do  Grupo de Danças e Cantares do Paraíso.

O festival de folclore volta a ter lugar no amplo espaço do Largo do Conde, no centro da vila, e vai contar, para além do grupo organizador e anfitrião, com a participação do Rancho Folclórico da Senhora das Amoras / Raiva, Rancho Folclórico de Bairros, Rancho Folclórico de S. Martinho e Rancho Folclórico de Castelo de Paiva.
Como sempre, trata-se de uma iniciativa emblemática do programa dos Jogos Desportivos, que decorrem desde 25 de Abril até ao final de Setembro,  traduzindo-se numa boa tarde de folclore e de etnografia, numa iniciativa que costuma despertar bastante entusiasmo e boa adesão e que contará com o apoio da CM de Castelo de Paiva, numa ocasião em que a vila também acolhe mais uma edição da Feira Agrícola.
Nesta actividade cultural, ao lado dos responsáveis do Grupo de Danças e Cantares do Paraíso estará o presidente da edilidade paivense, Gonçalo Rocha, que aproveitará o momento para deixar uma saudação a todos os grupos folclóricos participantes, agradecendo a sua presença nesta jornada etnográfica, integrada no programa na edição dos Jogos Desportivos, que decorrem até ao final do Verão.
               

Carlos Oliveira

INVESTIMOS EM CULTURA - Em junho, a Casa da Cultura Teatro Stephens abre portas a dois espetáculos ímpares

Resultado de imagem para Casa da Cultura Teatro Stephens
A programação cultural deve servir vários públicos e faixas etárias e, por isso, um concerto multimédia e um filme musicado ao vivo são as duas apostas da Casa da Cultura Teatro Stephens para o mês de junho. 

No dia 15 de junho às 16h00, o concerto multimédia “Grandes Canções da Disney” articula a projeção de filmes com a banda sonora, tocada ao vivo, pelos músicos do Ensemble Vox Angelis. Neste concerto é apresentada a história da Disney e de dez dos seus filmes emblemáticos. O universo Disney é transversal a todas as idades, desde os mais pequenos aos seus avós, pelo que este, será um espetáculo para assistir em família.

Com a atuação de Pedro Nunes, cantor solista, e de Daniel Sanches, ao piano, “Grandes Canções da Disney” tem a duração de cerca de uma hora e o preço do bilhete é de 3 euros.

A 28 de junho, pelas 21h30, num concerto integrado no Festival Cistermúsica, “Tempos Modernos” é o filme de Charlie Chaplin que, musicado pelo Pianista Paulo Melo, será apresentado no Teatro Stephens.

O Cistermúsica tem vindo a recuperar o conceito de filme musicado ao vivo e devolve a personagem de Charlot ao seu habitat natural - a sala de cinema -, ao som de Paulo Melo, no piano. Nos últimos anos o Festival apresentou "Luzes da Cidade" e "O Garoto", sempre com muito sucesso.

Este ano é a vez de "Tempos Modernos", um icónico filme de Charlie Chaplin, que fará a ponte à história do Teatro Stephens, porque, de facto, foi com um filme de Charlie Chaplin que o Teatro Stephens estreou o animatógrafo em 1926.

Paulo Melo coordena o projeto "Música e Cinema de Chaplin", que teve início na Alemanha e que atualmente decorre duas vezes por mês no cinema Olympia, em Belém do Pará. O filme, tem a duração de aproximadamente 01h30 e destina-se a maiores de seis anos. O bilhete custa 8 euros.

Marinha Grande | 1500 alunos participaram nos passeios pedestres





Cerca de 1500 alunos participaram nos passeios pedestres destinados ao 1º ciclo do ensino básico das escolas do concelho da Marinha Grande, organizados pela Câmara Municipal, que decorreram de 10 a 21 de maio.

Este ano, os alunos percorreram aproximadamente 2500 metros, desde a Praia das Pedras Negras até à Praia Velha, em S. Pedro de Moel, passando pelo Pinhal do Rei.

Os passeios permitiram às crianças ter um contacto mais próximo com a natureza e fomentar a vontade de praticar atividade física de forma regular.

A atividade contou com o apoio dos Bombeiros Voluntários da Marinha Grande e dos Agrupamentos de Escolas do concelho.


COVILHÃ CELEBRA O DIA MUNDIAL DA CRIANÇA



A Câmara Municipal da Covilhã celebra o Dia Mundial da Criança num grande evento em que participam as crianças das pré-escolas e escolas do 1º ciclo do concelho. A efeméride é no dia 1 de julho, mas esta celebração acontece no dia 31 de maio, sexta-feira, das 10h00 às 16h00. 

Esta iniciativa dedicada aos mais novos realiza-se no Complexo Desportivo da Covilhã e conta com a colaboração da ADC – Águas da Covilhã, da ICOVI, dos Bombeiros Voluntários da Covilhã, da PSP, da GNR, do MedUBI. 

A diversão não vai faltar com diversas atividades lúdicas, como música, dança, pinturas faciais, insufláveis e a participação especial do popular espetáculo infantil do "Tio Óscar". A ADC vai ter uma zona dedicada aos benefícios da reciclagem. A empresa McDonalds oferece o almoço a todas as crianças. O Aeroclube da Covilhã vai marcar presença com um balão de ar quente. O Projeto Remy vai coordenar com as entidades presentes o “Mundo do Faz-de-Conta”, iniciativa que vai permitir às crianças conhecer melhor e experimentar algumas profissões tais como a de bombeiro, médico, polícia ou cozinheiro. 

O evento vai envolver cerca de 2500 participantes e promete um dia de festa para os mais novos.

Em Tavira CPCJ de Cantanhede participa no Encontro Anual de Avaliação da Atividades das Comissões de Proteção de Crianças e Jovens




“CPCJ-Valorizar o passado, construir o futuro” é o tema do Encontro Anual de Avaliação da Atividade das Comissões de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ), que se encontra a decorrer no Parque de Feiras e Exposições de Tavira, entre os dias 22 e 24 de maio.
A iniciativa, que acolhe mais de 600 pessoas, entre membros das CPCJ, especialistas e convidados, é organizado pela Comissão Nacional de Promoção dos Direitos das Crianças e Jovens e conta com o apoio do Município de Tavira.

Na sessão de abertura esteve presente José António Vieira da Silva, Ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Lucília Gago, Procuradora Geral da República, Rosário Farmhouse, Presidente da Comissão Nacional de Promoção dos Direitos e Proteção das Crianças e Jovens e Jorge Botelho, Presidente da Câmara Municipal de Tavira.
A conferência de abertura “Construir o futuro com os pais de hoje” foi proferida pelo psiquiatra e escritor Daniel Sampaio, que constituiu mais um contributo reflexivo e formativo dos comissários. 
Seguiu-se apresentação do relatório anual de avaliação da atividade das CPCJ relativo a 2018, documento de referência sobre o trabalho desenvolvido pelas 309 Comissões de Proteção.
A colóquio “Um olhar sobre as crianças e jovens de hoje” que decorreu ontem, 23 de maio, e foi proferido pela professora Maria João Leote.
Durante o encontro, para além de um mostra de atividades e projetos desenvolvidos ao longo do ano, houve também lugar a vários painéis com testemunhos de Comissões de Proteção de Crianças e Jovens, de diferentes regiões do país, que apresentaram boas práticas tanto na área da proteção como na prevenção.
Hoje, último dia do encontro, realiza-se a sessão temática “CPCJ – Construir o futuro”, com Isabel Soares, Professora Catedrática da Escola de Psicologia da Universidade do Minho, Sofia Borges Pereira (Comissária da CNPDPCJ e vogal do Conselho Diretivo do ISS) e Angel Parreño, Diretor-Geral de Serviços para as Famílias e Infância de Espanha. A moderação fica a cargo de Paulo Guerra (Juiz Desembargador e Diretor-adjunto do CEJ). 
O encerramento ocorrerá hoje, pelas 12h00, e contará com a presença de Francisca Van Dunem, Ministra da Justiça, Francisca Van Dunem e de Ana Sofia Antunes, Secretária de Estado da Inclusão das Pessoas com Deficiência.