domingo, 7 de outubro de 2018

Diversos




Censo Preventivo de Saúde atinge mais de 578.000 adultos no Panamá


Cerca de 578.417 adultos de 40 anos ou mais foram cadastrados no Censo Preventivo de Saúde, desde o primeiro dia de registro, em 2005, até 17 de agosto, com o objetivo de evitar doenças previsíveis.


Censo Preventivo de Saúde atinge mais de 578.000 adultos no Panamá
Cerca de 578.417 adultos com 40 anos ou mais foram cadastrados no Censo Preventivo de Saúde , desde o primeiro dia de registro em 2005 até 17 de agosto, para evitar doenças evitáveis, informou o Ministério do Panamá da Saúde (MS). 

Os resultados preliminares dos 331 dias deste Censo mostram que as doenças mais afetadas pela população registrada até agora são obesidade ou sobrepeso (45%), hiperlipidemia (38%), hipertensão arterial (35%), diabetes mellitus (13%) ) e asdoenças renais (3%). 

A população idosa de 40 anos, de acordo com o último censo nacional de Controladoria do Panamá , oscila em 1,4 milhões, e o Censo de Saúde Preventiva estabeleceu como um objetivo, na fim de esta administração, servindo cerca de 800.000 cidadãos. 

O ministro da Saúde do Panamá Michael Mayo, disse que "a saúde preventiva estratégia censo está investigando ativamente as pessoas em estágios subclínicos para dar tratamento e prevenir a doença progride ou se torna complicações que trazem alta dos custos do país e se deterioram a qualidade de vida das pessoas ". 

"Essa estratégia começa porque estamos interessados ​​em pessoas, são políticas de saúdebaseados em pessoas para tentar melhorar a saúde das pessoas e temos uma sociedade melhor",disse Mayo. 

Para 2018 esperamos um numeração do resto da população-alvo dos adultos com idades entre 40 anos ou mais em cada uma das instalações Ministério da Saúde e Segurança social, utilizando o registro eletrônico. 

Este trabalho será feito através da implementação de um banco de dados da população chamada "Gesna" (Gerenciamento eletrônico de Saúde Nacional), em todas as regiões do Ministério da Saúde e instalações do Fundo de Segurança social sob a assistência técnica do Governo Inovação Authority (AIG). 

Seu objetivo é para saber o estado de saúde da população adulta para planejar cuidados primários, evitando assimas pessoas sofrem de doenças crônicas e têm uma melhor qualidade de vida, de acordo com informações oficiais.

Fonte: trt.net.tr

Fogo em Cascais/Sintra faz 18 feridos. Oito meios aéreos ajudam combate às chamas


Fogo começou às 22h50 de sábado e teve uma progressão muito rápida. Várias pessoas foram retiradas de casa. Há estradas cortadas.
Foto: Rodrigo Antunes/Lusa
O incêndio que lavra nos concelhos de Cascais e Sintra provocou, até agora, 18 feridos, anunciou este domingo de manhã André Fernandes da Proteção Civil.
Do total de vítimas, uma é um civil com queimaduras no braços e pernas de primeiro e segundo grau, que, portanto, "não inspira grandes cuidados"; oito são bombeiros, com lesões oculares e traumas nas pernas e que foram levados para o hospital de Cascais; e nove são também bombeiros, que foram assistidos no local e já estão de regresso ao teatro de operações.
O fogo começou na noite de sábado e teve umas “primeiras horas muito muito difíceis”, referiu André Fernandes, explicando que, por isso, a ação dos meios foi defensiva.
Nesse sentido, foram retiradas 47 pessoas “de uma série de localidades”, tendo 17 delas sido “deslocadas para a Sociedade Recreativa da Malveira e 30 para o Pavilhão Dramático de Cascais”.
Foram todas “devidamente acompanhadas pela Segurança Social, pela ação social da Câmara de Cascais e pela equipa do INEM”, adiantou.
O Parque de Campismo de Cascais foi também evacuado, tendo sido retiradas 300 pessoas. Foi “a maior evacuação feita por precaução”, refere o comandante distrital da Proteção Civil, acrescentando que não houve vítimas a registar nesta operação.
Foram ainda evacuados alguns clubes e centros hípicos, de modo a colocar os animais em segurança.
Aviões abastecem na Praia do Tamariz para combater incêndio em Cascais/Sintra
Aviões abastecem na Praia do Tamariz para combater incêndio em Cascais/Sintra
Neste domingo de manhã, o trabalho é de consolidação do que foi feito até agora. O fogo “teve uma progressão muito rápida, teve uma extensão muito longa e temos agora duas frentes que preocupam: Charneira e Malveira. As populações não estão em risco, mas há que consolidar o trabalho que está a ser feito”, afirma André Rodrigues.
Para tal, estão a operar oito meios aéreos, que ajudam os 756 operacionais no terreno, apoiados também por 221 veículos.
Foram ainda cortadas ao trânsito as estradas nacionais que dão acesso às zonas afetadas e o comandante da Proteção Civil apela à população que não se desloque para o local.
“Não venham para esta área e deixem as estradas para os meios de socorro”, pediu André Fernandes.
Em termos meteorológicos, as condições melhoraram com a redução da intensidade do vento e uma temperatura “na casa dos 23/25 graus”.
Quanto a danos materiais, o comandante da Proteção Civil indica “alguns apoios de madeira nalgumas áreas habitacionais” e “um veículo ligeiro que ardeu”, mas sem causar vítimas.
Quanto às causas para este incêndio, está já a ser investigado. Segundo o presidente da Câmara de Cascais, Carlos Carreiras, “estão no terreno agentes da Polícia Judiciária a investigar”.
Carreiras admite que “há um fator de circunstância anómalas, mas não vale a pena fazer especulações agora”.
RR

Ter filhos em Portugal tem de deixar de ser “condição de empobrecimento”

Catarina Martins considera existirem condições para o alargamento já no próximo Orçamento de Estado do abono de família para todos. Para o Bloco, este alargamento, a par do acesso a manuais escolares gratuitos e aos passes sociais para todos, é a forma de contribuir para uma verdadeira política de natalidade.
Ter filhos em Portugal tem de deixar de ser “condição de empobrecimento”
“No próximo OE, existem as condições para aprofundar o acesso ao abono de família, aprofundar o acesso a mais famílias, com mais condições e com uma atualização que vá bem além da atualização do indexante de apoio social a que lei já obriga”, defendeu esta tarde Catarina Martins.
Catarina Martins esteve presente na sessão pública do Bloco de Esquerda sobre o Rendimento Básico Incondicional, Emprego e Segurança Social, onde falou sobre a necessidade de avançar no sentido de alargar o acesso ao abono de família já no próximo Orçamento de Estado. A coordenadora do Bloco defendeu também o alargamento ao resto do país da gratuitidade dos manuais escolares alcançada com o acordo do Bloco de Esquerda na Câmara Municipal de Lisboa. 
Durante a sua intervenção na sessão pública, Catarina Martins considerou existirem condições para o "alargamento e atualização do abono de família muito além da atualização dos indexantes sociais” no Orçamento de Estado de 2019. 
“No próximo OE, existem as condições para aprofundar o acesso ao abono de família, aprofundar o acesso a mais famílias, com mais condições e com uma atualização que vá bem além da atualização do indexante de apoio social a que lei já obriga”, argumentou, de forma a que ter filhos em Portugal deixe de ser “condição de empobrecimento”. 
Após a criação de um “abono especial até aos 3 anos e a reposição do quarto escalão do abono de família, que tinha acabado em 2010”, possibilitados pelo acordo com o Partido Socialista, é agora necessário dar passos para o “alargamento e atualização do abono de família muito além da atualização dos indexantes sociais”. 
Para o Bloco, a aposta no abono de família, bem como no alargamento dos manuais escolares gratuitos a todo o ensino obrigatório e o acesso aos passes sociais, “são a única forma de contributo para as políticas de família ou políticas de natalidade”, muito mais importantes que os descontos no IRS “para as famílias com mais dinheiro, mas que deixam a generalidade das pessoas de fora”, tal como é proposto pela direita.
“Cheque vida”
Em comentário sobre a proposta do Rendimento Básico Incondicional (RBI), a coordenadora do Bloco lembrou que a sua existência num contexto de uma relação de forças desigual “significa que se pode pagar muito pouco pelo trabalho”, uma vez que “as pessoas já têm o rendimento básico assegurado”. 
“O Rendimento Básico Incondicional, tendo a bondade à partida de nos dizer que não temos a chantagem do salário baixo, pode de facto ser o melhor pretexto para salários muito baixos e portanto para uma maior concentração de riqueza”, afirmou Catarina Martins, lembrando que esta proposta desiste da ideia de pleno emprego, da ideia de diminuir radicalmente os horários de trabalho face ao que a tecnologia permite.
Estabelecendo uma comparação com a antiga proposta do cheque ensino de Nuno Crato, que serviria para diminuir o investimento na educação, dando ao mercado a capacidade de determinar que tipo de escola estaria acessível e aumentando assim as desigualdades sociais e territoriais em Portugal, Catarina Martins considera que o RBI serviria como um “cheque vida”, através do qual as pessoas iriam aceder à educação, saúde e justiça, entre outros serviços básicos e fundamentais garantidos pelo Estado Social. 
“Será o mercado a determinar o que oferece, em que local e para quem e, depois com o tal rendimento, veremos quem chega a aceder ao que hoje nós sabemos que é parte do nosso direito, da nossa democracia, do nosso salário indireto, que é o Estado social”, afirmou.
“Se há algo que temos de aprender com o debate em torno do Rendimento Básico Incondicional, não é a desistir do pleno emprego, não é a desistir do Estado Social, não é reivindicar a universalidade, que é o que dá legitimidade democrática ao Estado Social”. 

MADEIRA | GOVERNO APOIOU 2.000 PESSOAS POR VIOLÊNCIA DOMÉSTICA NOS ÚLTIMOS OITO ANOS

Governo apoiou 2.000 pessoas por violência doméstica nos últimos oito anos
Através do Instituto de Segurança Social, o Governo Regional acompanhou nos últimos oito anos mais de duas mil pessoas por violência doméstica. Para além disso, 450 mil euros são canalizados anualmente para esta área.
O PSD divulgou um comunicado no qual critica o desconhecimento da socialistas ex-secretária de Estado da Igualdade, Catarina Marcelino, sobre a ação desenvolvida na Madeira em prol das vítimas de violência doméstica.
“Catarina Marcelino veio ao Funchal falar da ajuda social prestada às vítimas de violência doméstica, propondo soluções que já existem e revelando um completo desconhecimento sobre a ação que é desenvolvida pelo Governo Regional da Madeira, através do Instituto de Segurança Social”, lê-se na nota enviada às redações.
Nesta sequência, o PSD informa que mais de 2.000 pessoas já foram acompanhadas pela Equipa de Apoio à Vítima de Violência Doméstica, desde a sua constituição em 2002 até à presente data.
“Nas três casas de abrigo para vítimas de violência doméstica estão acolhidas 41 mulheres e 37 crianças e jovens”, informa a mesma nota.
Acrescenta o partido que está “em aplicação o II Plano Regional contra a Violência Doméstica (2015-2019) que apresenta já uma execução na ordem dos 70%, num total de 46 medidas e 16 entidades parceiras”.
Refere ainda que na “Campanha Regional contra a Violência no Namoro foram envolvidos, até à presente data, 8 mil jovens e 1677 profissionais de diversas áreas foram abrangidos com ações de formação sobre esta temática”.
Além “do trabalho desenvolvido diretamente pelo Instituto de Segurança Social, existe uma estreita colaboração e articulação com as IPSS que trabalham nesta área, sendo, anualmente, canalizadas verbas do ISSM, num total de cerca de 450 mil euros”.
Em jeito de conclusão, o PSD/Madeira deixa, na mesma nota, a Catarina Marcelino a seguinte recomendação: que “em futuras visitas, a deputada socialista faça o trabalho de casa e não venha falar de cor sobre a realidade social da Região”.

Fonte:jm-madeira

_________________________

Mulheres engrandecem colheita de sangue em Montargil





A Associação de Dadores Benévolos de Sangue de Portalegre – ADBSP – rumou até terras de Ponte de Sor, mais precisamente a uma das margens da albufeira de Montargil. Compareceram ao edifício do centro de saúde de Montargil 29 pessoas, das quais 16 mulheres. O sexo feminino esteve, em boa hora, em franca maioria (55,2%) e demonstrou que na dádiva de sangue todos são importantes desde que compareçam. A avaliação feita aos potenciais dadores mostrou que nem todos estavam em condições de colaborar como pretendiam. Mas sempre foram 26 as unidades de sangue que honrosamente se alcançaram nesta iniciativa.
Duas mulheres estrearam-se a doar sangue. E também se concretizou uma inscrição no Registo Português de Dadores de Medula Óssea.
Num restaurante local foi servido o almoço convívio que contou com o apoio da Junta de Freguesia de Montargil e reuniu dadores, associados da ADBSP e o pessoal, destacado para esta brigada, do serviço de imunohematologia do hospital de Portalegre.

Em outubro
As nossas colheitas decorrem aos sábados, da parte da manhã. Proximamente estaremos em: Sousel, no quartel dos bombeiros, a 13 de outubro; Vale de Cavalos (Portalegre), na sede do Grupo Desportivo Social e Cultural , a 20 de outubro.
Esperamos pela vossa disponibilidade e solidariedade.
JR
____________________



GNR resgata 45 migrantes no mar Egeu

Resultado de imagem para GNR resgata 45 migrantes no mar Egeu
A Unidade de Controlo Costeiro (UCC), através de militares destacados na ilha de Samos-Grécia, no âmbito da missão da Agência Europeia de Fronteiras e Guarda Costeira (FRONTEX), no dia 05 de outubro, resgatou 45 migrantes, dos quais 21 crianças, 10 mulheres e 14 homens, no mar Egeu.
A equipa de vigilância marítima da UCC, designada de Thermal Vision Vehicle (TVV), através dos equipamentos de visão térmica, detetou uma embarcação insuflável, com cerca de 10 metros, rumo à fronteira da Grécia, tendo de imediato sido dado o alerta à embarcação da UCC, que se encontrava a patrulhar aquela área, que prontamente se deslocou para o local.
Este resgate requereu especial cuidado devido ao elevado número de crianças e às condições meteorológicas adversas. Durante o resgate foi ainda detetada e retirada da água uma mulher, tendo sido de imediato usados os meios de salvamento e resgate, sendo posteriormente colocada em segurança no interior da embarcação da GNR.
Na ilha de Samos, a GNR tem neste momento empenhados 13 militares, que guarnecem uma embarcação e uma equipa de vigilância marítima.
A GNR, nesta missão da FRONTEX, desenvolve ações nas fronteiras terrestres e marítimas com a finalidade de prevenir, detetar e reprimir ilícitos relacionados com a imigração ilegal, tráfico de seres humanos e outros crimes transfronteiriços, contribuindo fundamentalmente para a salvaguarda de vidas humanas.

As Garotinhas de Ouro cantam e encantam

marcha militar patria mia con ensamble de banda de musica

LA MIA MAMMA MI DICEVA - TARANTELLA.mpg

WIESLAWA DUDKOWIAK - MARINA

Raquel Arias (Parodia) El Barrigón en El Show de Raymond y Miguel

Acordeonistas Portugueses - Cristiana 3

Desafio viola e sanfona

Menino é impedido de tocar gaita durante apresentações na rua, em Santo ...

Waldonys - Viagem Musical

Palavra Aberta - Carlinhos Steiner - 21/01/14

Gaucho da Fronteira no Viola Minha Viola 2008 Bloco Completo

Rancheira tricolor jeanette

Rosa Branca- Jeanette e Marcelo SilvaGalpão)

Turismo de natureza dá uma boa ajuda na luta contra a sazonalidade

O turismo de natureza é uma boa forma do Algarve e do país esbaterem o fenómeno da sazonalidade. A ideia foi defendida pela secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, na quinta-feira, em Sagres, na cerimónia de inauguração do 9ª edição do Festival de Observação de Aves & Atividades de Natureza.
A governante defendeu que, nos últimos anos, tem sido possível “dar grande visibilidade a territórios e produtos” que, normalmente, eram pouco procurados. Esse é um percurso que deve ser prosseguido, competindo aos organismos públicos dar o exemplo e “arriscar, sem medo nem preconceitos, em projetos diferentes”, que tragam mais-valias para os territórios e o turismo.
No mesmo sentido foi a intervenção do secretário de Estado Adjunto e do Ambiente, José Mendes, que assumiu não dever o Algarve viver apenas do turismo de sol e praia, e que é importante apostar em nichos que complementem essa oferta e que, com o tempo, e com a fidelização dos turistas, podem até ganhar escala e serem grandes fatores de criação de riqueza.
José Mendes referiu ser importante valorizar os muitos “ativos únicos e irrepetíveis” que temos, de forma a proporcionar aos turistas experiências que não encontram em mais lado nenhum.
O presidente da Câmara de Vila do Bispo, Adelino Soares, destacou a visibilidade internacional que este festival tem vindo a ganhar ao longo dos anos, lembrando que a edição do ano passado contou com a participação de pessoas vindas de “42 países diferentes”.
Trata-se de um evento que ‘casa’ bem com a estratégia de desenvolvimento que tem para o concelho,  que procura ligar, de forma harmoniosa. ao turismo à natureza. Isto porque, garante o autarca, “queremos ser um dos destinos mais sustentáveis da Europa e do Mundo”.
9ª edição do Festival de Observação de Aves & Atividades de Natureza arrancou na quinta-feira e termina este domingo. Ao longo destes dias, visitantes e residente locais tiveram oportunidade de participar em cerca de duas centenas de atividades, metade das quais de forma gratuita.
Saídas para observar aves, tanto em terra como no mar, caminhadas, sessões sobre geologia e flora, devolução de aves à natureza e observação de cetáceos foram algumas das muitas atividades que estiveram disponíveis.
Este festival contou mais uma vez com a Câmara Municipal de Vila do Bispo como entidade organizadora e com o envolvimento da Associação Almargem e da Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves (SPEA). Esta edição conta novamente com o patrocínio do Intermarché Sagres.
Fonte: oalgarve

Jovens com intoxicação alimentar alojados em edifício de instituição de Braga

Resultado de imagem para Jovens com intoxicação alimentar alojados em edifício de instituição de Braga
Os cerca de 30 jovens hoje assistidos em Castelo do Neiva, Viana do Castelo, devido ao que se presume ter sido uma intoxicação alimentar estavam alojados em um edifício de uma instituição de Braga, revelou o presidente da Junta.
Em declarações à agência Lusa, o presidente da Junta de Freguesia de Castelo de Neiva, Paulo Torres, explicou que o Colégio de São Caetano, da Congregação Irmãos de La Salle, que acolhe crianças órfãs em Braga, detém naquela freguesia um edifício que regulamente acolhe grupos de jovens.
De acordo com o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Viana do Castelo, o alerta foi dado pelas 07:40, sendo que os bombeiros foram acionados cerca das 08:05.
Fonte dos Bombeiros Municipais de Viana do Castelo disse à Lusa que, dos 30 jovens afetados, "metade tiveram de receber assistência hospitalar, por precaução".
A mesma fonte adiantou que a intoxicação alimentar terá sido causada pela jardineira servida no jantar de sábado.
"O INEM deslocou-se ao local e fez a triagem às vítimas, tendo determinado que dos cerca de 30 jovens, 15 teriam de ser transportados ao hospital", adiantou.
Ao local compareceram os bombeiros voluntários e municipais de Viana do Castelo, a Cruz Vermelha e a GNR, num total de 16 operacionais e oito viaturas.
Lusa

Hora de Fecho: Em direto/ Brasil decide. Urnas abertas e filas para votar

Logo Observador

Hora de fecho

As principais notícias do dia
Boa tarde!
Os principais candidatos já votaram, bem como Michel Temer e Dilma Rousseff. Após uma campanha tensa, quase 150 milhões de eleitores irão decidir quem querem ver ver na presidência.
Já há onzes para o clássico. Rui Vitória apostou em Lema para fazer dupla com Rúben Dias, como se previa, e Gabriel será titular no lugar de Gedson. No Porto, Danilo e Soares serão titulares.
300 pessoas foram retiradas do parque de campismo de Cascais e 47 de várias localidades. 21 pessoas ficaram feridas. Dez são bombeiros. O incêndio deflagrou na serra de Sintra e alastrou a Cascais.
A brigada de incêndios da PJ encontra-se no Parque Natural de Sintra-Cascais. Terá sido acionada pelas primeiras entidades que chegaram ao local para averiguar a hipótese de mão criminosa.
"Se dermos o mesmo a todos, é pouco para cada um, sobretudo para aqueles onde se justificaria haver um aumento. Temos outros cenários onde há aumentos diferenciados", defendeu o primeiro-ministro.
Marc Ouellet considera que as alegações de arcebispo Carlo Maria Vigano são uma "blasfémia" e uma "montagem política" e exige, numa carta, que ele mostre arrependimento.
Jamal Khashoggi está exilado nos Estados Unidos desde 2017 por recear ser detido na Arábia Saudita, depois de ter criticado algumas decisões do príncipe herdeiro saudita Mohammed bin Salman.
Num jogo com cerca de 40 faltas, dez bolas paradas e quatro cartões azuis, FC Porto bate Sporting por 4-1 na Mealhada e conquista 22.ª Supertaça em 36 edições com bis do capitão Hélder Nunes.
"Elogio da Lentidão", de Lamberto Maffei, desafia esta era de vertigem e hiperactividade e interroga-se sobre se o culto da velocidade não estará a alienar uma parte essencial da humanidade.
Se Banguecoque é um mundo à parte, onde nos devolvem os sorrisos à velocidade da luz, o norte do país reúne o elitismo da cidade em Chiang Mai, o estilo rural em Chiang Rai e a paz de espírito em Pai. 
Opinião

Helena Matos
Nas redacções e na cabeça de cada um estão instalados os fascistómetros, uns preciosos aparelhos que permitem a cada um saber o que tem de dizer para não ser acusado de fazer parte da Fascislândia 
Ruth Manus
O Brasil atravessa um momento dificílimo, em todos os aspectos. Todos estão traumatizados com a vulnerabilidade da nossa democracia, bem como com a inconsistência do nosso sistema. 
João Marques de Almeida
Os brasileiros que votam em Bolsonaro são pessoas desiludidas e zangadas. Os partidos que governaram o Brasil nas últimas décadas serão os grandes responsáveis se Bolsonaro for eleito presidente.
Alberto Gonçalves
Por um instante, acreditei que haveria vida inteligente algures entre o “feminismo” e o “machismo”. Já não acredito. Aliás, começo a não acreditar em coisa nenhuma e a apreciar poucas.
Rui Ramos
As “esquerdas radicais” não são verdadeiramente alternativa às “direitas populistas”, e vice-versa. A única coisa que sabem é chamar-se fascistas e comunistas uns aos outros. 
MAGG

Ana Luísa Bernardino
Declarações do candidato à presidência do Brasil sobre mulheres, sobre a homossexualidade, sobre os direitos humanos, sobre a tortura.
Mais pessoas vão gostar da Hora de fecho. Partilhe:
no Facebook no Twitter por e-mail
Leia as últimas
em observador.pt
ObservadorEleito melhor jornal generalista 2018
©2018 Observador On Time, S.A.
Rua Luz Soriano, n. 67, Lisboa

Coimbra tem aulas de Hidroginástica para todos

A União das Freguesias de Coimbra começou, já este mês de outubro, a realizar aulas de hidroginástica orientadas para cidadãos da freguesia que pretendem levar uma vida mais activa.
A prática de exercício físico, nomeadamente dentro de água pois é menos agressivo para o corpo, potencia a saúde, reduz os problemas associados à terceira idade e promove o convívio social.
As turmas estão abertas à participação de todos os que vivam na freguesia, sem restrições de idade e podem inscrever-se na sede da União das Freguesias ou em qualquer uma das delegações.
As turmas funcionam no seguinte horário: 2º às 11h00 e 4ª às 11h45 nas Piscinas Municipais de Celas e à 3ª e 5ª feira às 9h15 no Centro Olímpico Municipal.
A participação nas turmas de hidroginástica é grátis.
Mais informações e declarações: 918 698 055 (João Francisco Campos - Presidente da União das Freguesias de Coimbra

Centro Nacional de Exposições recebe Concursos Nacionais

Resultado de imagem para Centro Nacional de Exposições recebe Concursos Nacionais
O Centro Nacional de Exposições, em Santarém, vai ser palco de vários Concursos Nacionais durante o mês de outubro.
Estas iniciativas, que o CNEMA realiza em conjunto com a Qualifica/oriGIn Portugal, têm como objetivo estimular a produção de qualidade, dar a conhecer os melhores produtos nas diferentes regiões do país, incentivar o seu consumo, promover o encontro de produtores, empresas, técnicos e apreciadores.
O 7º Concurso Nacional de Doces de Fruta Tradicionais Portugueses realiza-se no dia 23, enquanto o 7º Concurso Nacional de Frutos Secos e o 3º Concurso Nacional de Aguardentes Não Vínicas decorrem no dia 24.
Com a realização destas atividades o Centro Nacional de Exposições e Mercados Agrícolas pretende premiar, promover, valorizar e divulgar a qualidade, especificidade e a diversidade dos produtos portugueses.
Os interessados podem consultar o Regulamento das provas em www.cnema.pt e www.concursosnacionais.pt
Tecfresh’18 recebe Cerimónia de Entrega de Prémios de Concursos Nacionais
 A cerimónia de entrega de prémios destas competições decorre no dia 17 de Novembro, no âmbito da Tecfresh’18 - Feira Tecnológica para Frutas e Hortícolas, evento que decorre no Centro Nacional de Exposições, em Santarém, de 15 a 17 de novembro.

Atividade operacional das últimas 12 horas

Resultado de imagem para operação stop
A Guarda Nacional Republicana, para além da sua atividade operacional diária, levou a efeito um conjunto de operações, em todo o território nacional, entre as 20h00 de sábado e as 08h00 de hoje, domingo, que visaram a prevenção e combate à criminalidade violenta, fiscalização rodoviária, entre outras, registando-se os seguintes dados operacionais:
  1. Detenções: 25 detidos em flagrante delito, destacando-se:
  • 18 por condução sob o efeito do álcool;
  • Dois por tráfico de estupefacientes;
  • Dois por posse arma ilegal;
  • Um por violência doméstica.
  1. Apreensões:
  • 1204 doses de cannabis;
  • 587 doses de haxixe;
  • Três armas brancas.
  1. Trânsito:
Fiscalização: 672 infrações detetadas, destacando-se:
  • 530 por excesso de velocidade;
  • 53 por condução com Taxa de Álcool no Sangue superior ao permitido por lei;
  • 28 por falta de inspeção periódica obrigatória;
  • 13 por anomalias nos sistemas de iluminação e sinalização;
  • 11 por uso indevido do telemóvel no exercício da condução;
  • 10 por fata ou incorreta utilização do cinto de segurança e/ou sistema de retenção para crianças;
  • 10 por falta de seguro de responsabilidade civil obrigatório;
  • 9 por infrações relacionadas com tacógrafos.
Sinistralidade: 84 acidentes registados, destacando-se:
  • 40 feridos leves.

Universidade de Coimbra promove o Congresso Internacional “Roads to Care”

O Instituto de Estudos Filosóficos (IEF), unidade de investigação da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra (FLUC), organiza, de 10 a 12 de outubro, o primeiro congresso internacional “Roads to Care”, subordinado ao tema do cuidado. O encontro tem como ponto de partida a fragilidade humana da sociedade atual patente em casos como as vítimas de violência doméstica, sem-abrigos, desempregados, doentes e idosos, bem como o crescente número de
refugiados.

Segundo Joaquim Braga, secretário do IEF e membro da organização, esta iniciativa pretende abordar “as temáticas do cuidado por vários especialistas nacionais e internacionais, dentro de um vasto espetro interdisciplinar”, com vista a “facultar novas formas de refletir sobre muitos dos problemas que assolam a nossa sociedade”.
Do programa científico constam mais de 40 comunicações, de especialistas nacionais e internacionais, que pretendem dar uma visão interdisciplinar ao assunto do cuidado, que abrange a reflexão filosófica ou médica. Entre os principais nomes encontram-se Virginia Held, da Universidade de Nova Iorque, Lazare Benaroyo, da Universidade de Lausanne na Suíça, e JeanPhilippe Pierron, da Universidade Jean Moulin Lyon 3.
O congresso “Roads to Care” representa a “criação de uma comunidade internacional de pensadores do cuidado, numa perspetiva histórica e crítica sobre o conceito”, aponta o orador principal Jean-Philipe Pierron.
O evento gratuito está aberto a toda a população, não sendo necessária inscrição, excepto se pretenderem obter um certificado.
O congresso internacional “Roads to Care” é organizado pelo Instituto de Estudos Filosóficos, com o apoio da Fundação para a Ciência e Tecnologia e da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra.