quarta-feira, 17 de abril de 2019

Torres Vedras | CRISE ENERGÉTICA: PLANO MUNICIPAL DE EMERGÊNCIA ATIVADO



O Plano Municipal de Emergência da Proteção Civil de Torres Vedras foi ativado esta quarta-feira, dia 17 de abril às 21h45. Em causa está a crise energética reconhecida pelo Governo que levou à declaração da situação de alerta em todo o território de Portugal Continental.

O plano foi ativado pela Comissão Municipal de Proteção Civil de Torres Vedras, reunida esta noite, e define prioridades para a utilização de combustíveis, visando o fornecimento de bens e serviços essenciais à sobrevivência humana, nomeadamente:

.transporte de doentes urgentes, e de doentes não urgentes nas situações em que a unidade de Torres Vedras do Centro .Hospitalar do Oeste não possua as valências necessárias para o seu tratamento; 
.medicamentos;
.recolha de resíduos sólidos urbanos;
.transporte coletivo de passageiros; 
.transporte de alimentos (nomeadamente produtos hortícolas e frutícolas, carnes, peixes, pão e água engarrafada);
.alimentação animal;
.combustíveis.

A Proteção Civil de Torres Vedras informa ainda que as forças de segurança, GNR e PSP, os Bombeiros Voluntários de Torres Vedras e os demais agentes de proteção civil têm garantido o fornecimento de combustível e estarão a funcionar na sua normal capacidade. 

Apela-se à população para que proceda ao consumo moderado de combustível, evitando atividades que exijam o consumo de combustíveis fósseis e que não sejam essenciais, nomeadamente a utilização de combustível para veículos, assim como o consumo de gás engarrafado. 

Nos termos do Plano agora ativado cada particular fica obrigado a um limite de abastecimento de 15 litros nos postos da Rede Estratégica de Postos de Abastecimento – Jumbo e Área de Serviço de Torres Vedras na A8 sentido sul-norte. Nos demais postos de abastecimento na área geográfica do Concelho de Torres Vedras deverá ser mantida uma reserva de 20% de combustíveis para utilizações consideradas prioritárias neste comunicado.

Para estas utilizações prioritárias que necessitem de abastecimento superior a 15 litros, as instituições com sede no Concelho de Torres Vedras deverão requerer autorização prévia para abastecimento ao Coordenador Municipal de Proteção Civil através do telefone 918773330 ou do e-mail centralbvtv@gmail.com, referindo matrícula, tipologia de carga, origem e destino. Em viaturas de transporte pesado de mercadorias ou passageiros o abastecimento máximo diário recomendado por viatura é de 100 litros. 

Recorde-se que a situação de alerta, decretada pelo Ministro da Administração Interna e o Ministro do Ambiente e da Transição Energética, vigora até domingo e resulta do incumprimento da requisição civil dos trabalhadores motoristas em situação de greve, decretada pelo Sindicato Nacional de Motoristas de Matérias Perigosas.

Sublinhe-se que o conceito de crise energética, contemplado no Decreto-Lei nº 114/2001 de 7 de abril, define que a mesma se caracteriza “pela ocorrência de dificuldades no aprovisionamento ou na distribuição de energia que tornem necessária a aplicação de medidas excecionais destinadas a garantir os abastecimentos energéticos essenciais à defesa, ao funcionamento do Estado e dos setores prioritários da economia e à satisfação das necessidades fundamentais da população.”

GRUPO SONAE INVESTE 5 MILHÕES NA COVILHÃ



Está em curso um investimento de mais de cinco milhões de euros do Grupo Sonae junto à Zona Industrial do Canhoso, Covilhã. O investimento incorpora a concessão de um edifício destinado a comércio e serviços, para além de obras de urbanização e equipamento. O concelho da Covilhã vai ganhar assim uma loja “Continente Bom Dia”, com uma área total de 2100 m2 que inclui uma cafetaria e parafarmácia, garantido, numa primeira fase, cerca de 50 postos de trabalho. 

Prevê-se que a obra, já em execução, fique concluída num prazo máximo de 6 meses, embora os investidores apontem para a forte possibilidade da intervenção ficar concluída ainda durante o verão. 

Vítor Pereira, Presidente da Câmara Municipal da Covilhã, congratula-se com este “importante e estratégico investimento de um dos maiores grupos empresariais do país”. Para o autarca, “esta é a prova de que a Covilhã está no radar dos grandes investidores nacionais e internacionais”, referindo que, a breve trecho, “outros projetos de grande envergadura serão anunciados na Covilhã. Só assim podemos crescer de forma sustentável e garantir emprego às nossas populações”.

Cantanhede | Relatório de Gestão foi aprovado ontem, 16 de abril Câmara de Cantanhede fechou 2018 com um resultado líquido de mais de 4,5 milhões de euros



A Câmara Municipal de Cantanhede terminou 2018 com um resultado líquido de 4.646.859 euros, valor que reflete um aumento de cerca de 70% em relação ao obtido em 2017 e que influenciou o acréscimo dos fundos próprios em 5,6 milhões de euros, para 92,1 milhões de euros. Estes indicadores, conjugados com a diminuição do passivo em 3.135.084 de euros e o aumento do ativo em 2.457.432 euros, para 119 milhões de euros, “mostram bem o alcance da consolidação financeira realizada em 2018”, refere a presidente da autarquia, Helena Teodósio, na introdução ao Relatório de Gestão aprovado ontem, 16 de abril, com seis votos a favor e uma abstenção.


Outro dado enfatizado pela autarca é “a redução da dívida de médio e longo prazo em 2.963.375 euros, um decréscimo estrutural de 27,63% em relação a 31 de dezembro de 2017, sendo de destacar também a descida da de curto prazo, que baixou 350.847 euros, um abatimento de 8,43% na existente no final do exercício anterior”.
Especialmente relevante é igualmente o nível poupança corrente alcançada”, afirma Helena Teodósio, adiantando que em 2018 se libertou da receita corrente um total de 7.296.274 euros que foram aplicados em despesas de capital (investimento), refletindo “o bom nível de eficiência na gestão das operações e um efetivo controlo orçamental da despesa”.
À semelhança do que aconteceu em 2017, a autarquia cantanhedense efetuou o pagamento da totalidade das faturas recebidas até 31 de dezembro de 2018, sublinha a autarca, chamando a atenção para o facto de isso representar “uma disponibilidade de tesouraria muito favorável e que de resto está expressa nos 20 dias de prazo médio de pagamento a fornecedores, menos quatro do que em 2017”. Por outro lado, na apreciação que faz às contas de 2018, a líder do executivo camarário destaca “o aumento de 861.173 euros em obras e infraestruturas e a diminuição das amortizações com o serviço da dívida em 358.464 euros”.
Quanto à subida da despesa corrente em 447.890 euros, Helena Teodósio explica que ela “resulta, fundamentalmente, da regularização dos trabalhadores com vínculo precário, do acréscimo dos encargos decorrentes do descongelamento das carreiras e do aumento dos valores das prestações sociais, situações que tiveram como contraponto um decréscimo apreciável na aquisição de bens e serviços, em 411.330 euros, e a diminuição dos custos com o serviço da dívida”.
Para a presidente da Câmara de Cantanhede “qualquer que seja a ótica de leitura do Relatório de Gestão, não há como escapar à evidência de que o documento apresenta excelentes resultados, refletindo a assertividade das opções e das linhas de força que pautaram a atividade do Município no exercício a que diz respeito”. E acrescenta: “em 2018, houve uma melhoria substancial nos principais indicadores económico-financeiros, muito em função do rigor no planeamento e na execução do orçamento, o que adquire ainda maior significado se tivermos em conta que houve necessidade de implementar algumas medidas adicionais para fazer face a certas situações imprevistas causadas por decisões da Administração Central e por outros fatores decorrentes da atividade económica do País”.
Helena Teodósio termina a sua análise ao documento deixando “um testemunho de reconhecimento a quem teve um papel determinante nos ganhos de eficiência e eficácia que permitiram o bom desempenho da autarquia, designadamente os funcionários de todos os setores da Câmara Municipal e da INOVA-EM”, agradecendo-lhes “o modo exemplar como contribuíram para a concretização dos objetivos enunciados”.

Pampilhosa da Serra | CPCJ – Iniciativas no mês de abril alertam para “Maus Tratos na Infância”



Ao logo do mês de abril e no âmbito da comemoração do ‘Mês da Prevenção dos Maus Tratos na Infância’, a CPCJ de Pampilhosa da Serra, encontra-se a dinamizar um conjunto de iniciativas no concelho, com o objetivo de sensibilizar e alertar a comunidade em relação a esta problemática. 

Até à data realizaram-se iniciativas como a colocação de faixas em diversos edifícios, na Vila de Pampilhosa e em Dornelas do Zêzere, um jogo entre pais e filhos, em parceria com o Grupo Desportivo Pampilhosense, uma «operação stop» conjunta entre a GNR e crianças do jardim de infância da Casa da Criança da Santa Casa da Misericórdia, ou a distribuição de laços azuis alusivos à iniciativa, efetuados por crianças e idosos de Instituições do Concelho, pelos estabelecimentos de Pampilhosa da Serra. 

Nos próximos dias realizar-se-ão novas iniciativas, das quais se destaca a representação simbólica de um ‘laço humano’, representativo da prevenção de maus tratos, que será protagonizado por membros da Comissão e de diversas entidades locais, assim como por crianças, jovens comunidade em geral. Esta atividade será realizada no dia 30 de abril. 

Estão envolvidas nestas iniciativas a CPCJ, a Câmara Municipal de Pampilhosa da Serra, o Agrupamento de Escolas de Pampilhosa da Serra, a GNR local e a Operação Escola Segura da Lousã, bem como Instituições de Solidariedade Social: Santa Casa Misericórdia de Pampilhosa da Serra, Associação de Solidariedade Social de Dornelas do Zêzere e Cáritas Diocesana de Coimbra. 

Recorde-se que a CPCJ é a entidade de referência para a salvaguarda dos Direitos Humanos de todas as crianças em Portugal, cuja intervenção contribui para a coordenação, acompanhamento e avaliação da ação dos organismos públicos e da comunidade na promoção dos direitos das crianças e jovens.

Flávio Neves Salgado

Castelo de Paiva | Ocupa agora o 47ºlugar da Região Norte | CASTELO DE PAIVA SUBIU DOIS LUGARES NO “PORTUGAL CITY BRAND RANKING 2019”


O município de Castelo de Paiva subiu, na avaliação de 2019, dois lugares num estudo sobre a “perfomance” dos municípios portugueses nas áreas do turismo, negócios e talento, elaborado pela empresa “ Bloom Consulting “, que deu a conhecer recentemente os dados da 6ª edição do Portugal City Brand Ranking, com o concelho a ocupar agora, o 47º lugar da região Norte, duas posições acima, face ao ano transacto, localizando-se a nível nacional, na144ª posição, um facto que deixa o edil paivense Gonçalo Rocha bastante optimista quanto ao futuro, acreditando que o concelho terá um desenvolvimento mais acentuado nos próximos anos.

     Os resultados agora conseguidos orientam-nos para uma análise baseada em dados estatísticos e digitais, contemplando a vertente económica, turística e social, as pesquisas online sobre os municípios e a análise dos “ sites “ e as redes sociais de cada concelho.
            Portugal City Brand Ranking é um estudo baseado num algoritmo proprietário, que considera diversas fontes de informação relacionadas com as três dimensões analisadas: negócios, visitar e viver e os resultados analisam as percepções sobre um concelho, classificam o seu desempenho de uma forma tangível e realista e medem o sucesso da marca de cada um dos 308 municípios portugueses
     Na vertente de negócios / investimento, este estudo considerou a percentagem de novas empresas sobre o total das unidades já existentes e na análise turística foi tida em conta o numero de unidades e a taxa de ocupação hoteleira, enquanto que, na vertente do talento/ viver, esta abordagem teve em conta as taxas de desemprego, de criminalidade e de poder de compra de cada munícipe relativamente à média nacional
     Recorde-se que, este ranking consiste na medição de resultados e impacto da marca de todos os 308 municípios portugueses nas áreas de Turismo (Visitar), Investimento e Exportações (Negócios) e Talento (Viver), sendo que, o Portugal City Brand Ranking©destina-se a instituições governamentais, autarquias, académicos e profissionais das áreas de finanças, economia, marketing ou ao público em geral que se interesse pela temática.
      O Bloom Consulting Portugal City Brand Ranking© apresenta-se como um indicador relevante e único estudo publicado nesta área que recorre única e exclusivamente a dados quantitativos não dando margem a interpretações ou interação humana que tenha influência nas classificações. O ranking usa uma metodologia única e inovadora que incorpora um número elevado de variáveis objectivas e relevantes, em vez de estudos de opinião. A combinação de D2 © (pesquisas online), estatística e ferramentas únicas produzidas pelaBloom Consulting, dão a este estudo um elevado grau de fiabilidade e objectividade
     Este ranking mede a performance e o impacto da marca de cada município com dados puramente quantitativos, sendo que, as melhores posições no ranking são por norma reveladoras de melhor estratégia de promoção e estruturação, de mais visibilidade, mais procura proactiva, melhores plataformas online e redes sociais e melhores indicadores estatísticos nas várias categorias.
     O ano de 2018, segundo os dados recolhidos, foi muito prolifico para a Região Norte, em termos de atracção de interesse proactivo manifestado através de pesquisas on line, com pesquisas por tópicos turísticos em municípios da região, com um aumento de 14%, nos negócios houve um incremento de 19%, enquanto as pesquisas por talento subiram 10% .

Carlos Oliveira

Évora | 45 Anos de abril celebrados com sessão solene e concerto de “Diabo na Cruz”



O 45.º aniversário da Revolução de Abril vai ser comemorado, em Évora, com um amplo programa de iniciativas culturais, sociais e desportivas levadas a cabo pela autarquia.

Um dos destaques vai para o espetáculo do grupo Diabo na Cruz, na noite de dia 24, na Praça de Giraldo. A banda de Jorge Cruz inicia com o concerto de Évora a digressão de apresentação do álbum “Lebre”, editado no final de 2018. Os Diabo na Cruz formaram-se em 2008, assumindo-se de imediato como uma referência na junção de sonoridades tradicionais portuguesas com o rock atual.

A noite de 24 para 25 fica ainda marcada pelo fogo-de-artifício, à meia-noite, seguindo-se a atuação de “Os Paus”, no Páteo do Salema, num espetáculo coorganizado em parceria com a SOIR – Joaquim António de Aguiar.

Na manhã de dia 25 de abril, na Praça de Sertório, a Assembleia Municipal de Évora vai promover uma sessão comemorativa do 45.º aniversário da revolução de 25 de Abril de 1974, seguindo-se um concerto pelas Vozes de Abril. Ao mesmo tempo, na Praça do Giraldo, a edilidade promove um conjunto de atividades desportivas e de lazer abertas a toda a população. Às 18h, integrado no “Ciclo Mundos Évora”, Lady Smith Black Mambazo atuam na Igreja S. João Evangelista (Loios).

Referência ainda para a realização de duas exposições que celebram a data: de 17 a 26 de abril, na Black Box dos Paços do Concelho, pode ver-se “preservar a memória – União de Resistentes Antifascistas Portugueses”. No dia 24 de abril, na Praça de Sertório, inaugura-se a exposição “Vejam Bem” (homenagem a José Afonso).

A Câmara Municipal de Évora, este ano, celebra no 25 de Abril também a liberdade cultural e artística do povo português. Évora revela-se candidata a Capital Europeia da Cultura em 2027 e os 45 anos da Revolução são mais um dos momentos em que a cultura é enaltecida.

Destaques do programa:

Dia 24 de Abril

22h – Diabo na Cruz

Praça do Giraldo

Dia 25 de Abril

00:00 - Fogo-de-artifício

Praça do Giraldo

00:15 – Paus

Páteo do Salema | SOIR JAA

18h – Ladysmith and Black Mambazo (Ciclo Mundos Évora)

Igreja S. João Evangelista (Loios) | Palácio Cadaval

O programa de comemorações do 25 de abril pode ser consultado em www.cm-evora.pt


Município de Manteigas | Comemoração do 25 de Abril - Dia da Liberdade 2019


COVILHÃ COMEMORA ABRIL NA PRAÇA DO MUNICÍPIO




A Covilhã vai comemorar em grande os 45 anos da Revolução dos Cravos, na noite de quarta-feira, 24 de abril, na Praça do Município. 

A Câmara Municipal está a preparar uma grande festa da Liberdade que terá início às 22h00 com uma arruada ao som de “Grândola, Vila Morena”, pela Banda da Covilhã, do Jardim Público à Praça do Município. 

É já no coração da cidade que, às 22h30, começam os concertos. Primeiro, sobe ao palco a Orquestra de Sopros da EPABI, dirigida por Francisco Luís Vieira, numa atuação que vai passar pelos sons e melodias que associamos ao 25 de Abril. Depois, chega a vez do Senhor Doutor, agora acompanhado pela sua banda após a apresentação a solo no Verão no Centro Histórico. O Senhor Doutor é o personagem musical criado por Jorge Ferreira, um dandy castiço que segue a máxima “antes parecer que ser” e que, na sua música temperada com humor, “faz relatos dos mais típicos males da vida, ao ritmo de um burlesco otimismo”. A Covilhã vai poder apreciar o “pop rock envenenado” de uma das maiores promessas do panorama musical nacional. 

À meia-noite, um grandioso fogo-de-artifício assinala o dia 25 de Abril, data fundamental da história de Portugal. 

A Câmara Municipal da Covilhã convida todos os covilhanenses a juntarem-se no “Pelourinho” para celebrar a Liberdade e Abril! 

S. PEDRO DO SUL HOMENAGEIA EX AUTARCAS



Aproveitando o ensejo das comemorações para o 45º aniversário da revolução de 25 de Abril de 1974, a Câmara Municipal de S. Pedro do Sul, vai homenagear todos os cidadãos que foram eleitos democraticamente e cujos exerceram funções nos vários órgãos autárquicos de S. Pedro do Sul, na qualidade de Presidentes, no período subsequente a 1974.

Esta homenagem decorrerá no dia 25 de abril do corrente ano, pelas 14h30m, no Cineteatro Jaime Gralheiro, pretendendo o Município honrar todos aqueles que desde 1974 até agora souberam resistir, insistir e jamais desistir, muitas vezes com prejuízos pessoais e familiares, intervieram politicamente na comunidade e ajudaram a construir os valores da democracia, da liberdade e da cidadania, contribuindo desta forma para o desenvolvimento e o progresso de cada freguesia e do município, quer pautassem a sua ação na Assembleia Municipal, na Câmara Municipal ou nas Assembleias de Freguesia.

Cláudia Costa

Évora | 4º Estágio da Orquestra Juvenil de Sopros decorre em Évora de 15 a 20 de Abril



Com organização da Câmara Municipal de Évora, está a ter lugar no Colégio Mateus D’Aranda, Universidade de Évora, a quarta edição do Estágio da Orquestra Juvenil de Sopros de Évora. De 15 a 20 de abril estão reunidos para trabalhar em conjunto doze formadores, quatro maestros e oitenta e quatro jovens músicos que, aproveitando a pausa letiva e em contexto formativo, promovem entre si uma nova aprendizagem, aperfeiçoamento conhecimentos através do contacto com outros músicos de diferentes instituições.

Na sequência do estágio estão previstas também apresentações ao público: um Ensaio Aberto terá lugar na próxima sexta-feira, dia 19, na Sede do Grupo União e Recreio Azarujense, com início às 17h, onde se inclui também a entrega de diplomas aos participantes.

O 4º Estágio da Orquestra Juvenil de Sopros de Évora irá culminar com um Concerto na Praça do Giraldo, às 17h30 de sábado, 20 de abril.

A organização do Estágio merece destaque especial por se tratar de uma importante parceria em que intervêm instituições localizadas em freguesias rurais do Concelho. O trabalho realizado em torno desta iniciativa tem revelado a capacidade de, ao longo destes quatro anos, promover a ocupação de tempos livres em atividades de valorização cultural, de jovens residentes em meios tradicionalmente menos favorecidos.



Fica a menção de todas as entidades parceiras na iniciativa, com um agradecimento especial da Câmara Municipal de Évora pelo sucesso baseado na capacidade de organização e trabalho de conjunto: Associação Filarmónica Liberalitas Julia; Associação Filarmónica 24 de Julho – S. Miguel de Machede; Casa do Povo de N.ª Sr.ª de Machede; Grupo União e Recreio Azarujense; Conservatório Regional de Évora – Eborae Mvsica; Universidade de Évora; Junta de Freguesia de S. Bento do Mato; Junta de Freguesia de S. Miguel de Machede; Junta de Freguesia de N.ª Sr.ª de Machede; Junta de Freguesia de Canaviais; União de Freguesias de Évora; União de Freguesias da Malagueira e Horta das Figueiras; União de Freguesias do Bacelo e Senhora da Saúde.

Infarmed alerta para produtos ilegais para tratar disfunção erétil

Resultado de imagem para Infarmed alerta para produtos ilegais para tratar disfunção erétil

A Autoridade do Medicamento alertou hoje os consumidores que os produtos Gold Max Blue e Gold Max Pink, para tratamento de disfunção erétil, são ilegais por não estar garantida a segurança e eficácia.
Num comunicado divulgado na sua página da internet, o Infarmed diz que os produtos foram detetados na alfândega e terão origem em vendas através da internet, não tendo sido detetados no circuito legal de venda de medicamentos.
“Após análise no laboratório do Infarmed, verificou-se que estes produtos contêm a substância ativa sildenafil, que se destina à melhoria do desempenho sexual”, explica o Infarmed, acrescentando que não está garantida a sua qualidade, segurança e eficácia e, por isso, a utilização é proibida em Portugal.
O Infarmed informa as entidades que dispõem destes produtos que não os podem vender, dispensar ou administrar, devendo comunicar de imediato com à Autoridade do Medicamento.
“Os utentes que disponham destes produtos não os devem utilizar, devendo entregar as embalagens em causa na farmácia para posterior destruição, através da Valormed”, refere a nota.
Lusa

Conferência Início "2019 - Ano OE da Eficiência Material Economia Circular" | Sede Delegação Aveiro | 26 Abril 2019 | 18H30 De: Ordem dos Engenheiros - Delegação Aveiro


“No âmbito de Ano 2019 "Ano OE para a Eficiência Material – Economia Circular”, iniciativa focada na economia circular e nas eficiências material, energética e hídrica, bem como no combate ao desperdício, a Delegação Distrital de Aveiro convida o Colega para assistir à Conferência Início "2019 - Ano OE da Eficiência Material Economia Circular", dia 26 de Abril de 2019, tendo como tema - Eficiência Material Economia Circular, porquê? Como?, tendo como Oradores Dr. António Barroso e Prof.ª Teresa Franqueira”

Peru: Ex-Presidente Alan García morre depois de tentar suicidar-se antes de ser detido

Resultado de imagem para Peru: Ex-Presidente Alan García morre depois de tentar suicidar-se antes de ser detido
Acontece Agora Online
O ex-Presidente peruano Alan García tentou suicidar-se hoje em sua casa, em Lima, pouco antes de ser preso por alegados crimes de corrupção relacionados com o caso da construtora brasileira Odebrecht. O político foi ainda transportado para o hospital, mas acabou por não resistir ao ferimento e faleceu.
O antigo Presidente deu entrada no hospital Casimiro Ulloa, em Lima, em estado crítico com uma ferida de arma de fogo no lado direito da cabeça. O advogado de Alan García confirmou que este tentou suicidar-se quando ia ser detido. O ex-Presidente (1985-1990 e 2006-2011) acabou por não resistir ao ferimento, informou fonte do partido à AFP.
"Alan García morreu, viva o Apra", disse Omar Quesada, secretário-geral do partido de Garcia, citado pela agência
Testemunhas ouvidas pela televisão peruana indicaram que Garcia entrou naquela unidade de saúde coberto por uma manta vermelha. Logo depois, o filho de Alan García entrou rapidamente no hospital.
A tentativa de suicídio ocorreu quando agentes da Divisão de Investigação Criminal de Alta Complexidade foram a casa de Alan Garcia – sobre o qual pesa desde 2018 uma ordem judicial que o interdita de sair do país -, para o deterem a garantir o cumprimento de 10 dias de prisão preventiva, ordenada pelo poder judiciário.
Além de García, foi ordenada a prisão de Luis Nava e Miguel Atala, ambos colaboradores próximos do ex-Presidente e conhecidos como seus testas-de-ferro.
A situação jurídica García complicou-se depois de, no domingo, ter sido noticiado que a Odebrecht, no âmbito do acordo de cooperação que tem com o sistema judicial peruano, ter revelado que Luis Nava e o seu filho, José Antonio, receberam 4 milhões de dólares para ganhar o concurso de construção de uma linha do metro de Lima.
A Odebrecht está a ser investigada no Peru por ter pago subornos para ganhar contratos de obras de infraestrutura.
Os casos de suborno da Odebrecht no Peru já levaram à prisão do ex-Presidente Pedro Pablo Kuczynski e da líder da oposição peruana, Keiko Fujimori, filha do ex-Presidente Alberto Fujimori.
Lusa

Madeira: Acidente com autocarro de turismo em Santa Cruz provoca vítimas mortais (em atualização)

Resultado de imagem para Madeira: Acidente com autocarro de turismo em Santa Cruz provoca vítimas mortais (em atualização)
Jornal i - Sapo
Um autocarro saiu da estrada e capotou esta quarta-feira, 17 de abril, no Caniço, concelho de Santa Cruz, na Madeira. O acidente causou várias vítimas, incluindo vítimas mortais.
Contactada pelo SAPO24, fonte dos Bombeiros de Santa Cruz confirmou que um autocarro de turismo capotou esta quarta-feira, provocando várias vítimas.
Em declarações à comunicação social, o presidente do município, Filipe Sousa, adiantou que pelo menos 28 pessoas morreram no acidente, nomeadamente 11 homens e 17 mulheres. No autocarro seguiam 51 pessoas, tendo 22 delas sido transportadas para o hospital com ferimentos de várias gravidades.
A informação relativa a mortos e feridos está ainda por confirmar pela Proteção Civil que marcou uma comunicação ao país pelas 20h30 (que está atrasada).
Por volta das 18:30 o autocarro despistou-se e caiu de uma ribanceira, tendo sido ‘travado’ na queda por uma casa existente no terreno. A viatura é da empresa SAM – Sociedade de Automóveis da Madeira, fretado pela Travel One.
Segundo o Diário de Notícias da Madeira, que avançou com a notícia, o acidente ocorreu abaixo da Quinta Splendida, na curva junto ao entroncamento da Estrada da Ponta da Oliveira com a Rua Alberto Teixeira (antiga variante). A viatura precipitou-se sobre uma habitação.
Estão 19 viaturas de socorro no local e o acesso ao Caniço de Baixo a partir do centro da cidade está encerrado de modo a permitir o socorro às vítimas. Um cordão policial está a impedir também o acesso das pessoas ao local.
Marcelo Rebelo de Sousa viaja hoje à noite para o Funchal para acompanhar a situação.
A imprensa internacional está acompanhar o caso, com a britânica BBC e o jornal alemão Bild a colocarem este desastre na Madeira em manchete nas suas edições online.
Lusa

Torres Vedras | SISMO DE 69 É RECORDADO EM TORRES VEDRAS POR MEIO DE UMA MOSTRA DOCUMENTAL


O átrio do Edifício da Câmara Municipal de Torres Vedras acolherá de 2 a 24 de maio a exposição documental 28 de fevereiro de 1969, memórias de um sismo.

Segundo é referido como enquadramento desta exposição: “Eram 3h42 da madrugada do dia 28 de fevereiro de 1969 (hora local) quando Portugal Continental foi despertado por um forte sismo. A vibração durou alguns minutos, tendo causado estragos acentuados, sobretudo no Algarve, e mais de uma dezena de vítimas, muitas delas por comoção. O evento ocupou as primeiras páginas dos jornais durante vários dias, tendo-lhe sido dedicadas inúmeras notícias, umas mais trágicas, outras de carácter mais informativo e formativo e ainda outras que a esta distância podemos considerar divertidas ou mundanas.

Portugal Continental é uma região afetada por uma sismicidade moderada. Os sismos fortes não são frequentes e pode passar uma geração sem que um destes sismos ocorra. No entanto, a história mostra que sismos destruidores, como o de 1 de novembro de 1755, que também gerou um tsunami devastador, podem suceder. Já aconteceu no passado e o conhecimento que temos do planeta dinâmico em que vivemos diz-nos que irão com certeza ocorrer no futuro, não sabemos é quando. Pode suceder na nossa geração, na dos nossos filhos ou dos nossos netos. É por isso nosso dever e obrigação estar preparados e preparar as novas gerações para o que pode acontecer a qualquer momento.

Os sismos mais fortes, como o de 28 de fevereiro de 1969, deixam na sociedade uma impressão duradoura que marca a sensibilidade duma geração para o fenómeno sísmico, estimulando e encorajando a participação ativa nas medidas de mitigação e um comportamento social responsável. Mas a memória desse evento esbate-se com a passagem do tempo (as testemunhas vivas têm hoje mais de 50 anos) e é por isso essencial passá-la às novas gerações como um alerta, um aviso.

A exposição 28 de fevereiro de 1969, memórias do sismo, promovida pelo CERU (Centro Europeu de Riscos Urbanos) e pela SPES (Sociedade Portuguesa de Engenharia Sísmica), tem como principal objetivo ajudar a preservar a memória coletiva do sucedido nessa data. Lembrar o passado para compreender o presente e preparar o futuro, contribuindo para a formação de cidadãos responsáveis, é o que se pretende”.

Esta exposição poderá ser visitada no Edifício da Câmara Municipal de Torres Vedras de 2.ª a 6.ª feira, das 8h30 às 17h30.

Figueiró dos Vinhos | 25 de abril celebra-se com teatro



A comemoração da Revolução dos Cravos em Figueiró dos Vinhos terá, este ano, outro encanto. Às Cerimónias Oficiais que ocorrem habitualmente pelas 10h00 da manhã do dia 25, juntar-se-ão diversas coletividades figueiroenses pela mão do Leirena Teatro.

A Companhia que já vem marcando a sua presença no concelho em diversas ocasiões, volta para apresentar o projeto Colmeia - Teatro e Comunidade, desta vez subordinado ao tema do dia: o 25 de Abril. Assim, pelas 10h30, logo após as Cerimónias Oficiais, na Praça do Município, será apresentado mais um trabalho com a participação do Agrupamento de Escolas, da Marcha do Barreiro, da USFIG (Universidade Sénior), da Filarmónica Figueiroense e do CAO – Centro de Atividade Ocupacional da Santa Casa da Misericórdia.

Um projeto que, à semelhança dos anteriores, encantará, certamente, todos os presentes e dará um sabor diferente neste 45.º aniversário da Revolução de Abril.

Castelo de Paiva | Disponibilizados sistemas de informação geográfica adequados e actualizados | MUNICIPIO DE CASTELO DE PAIVA CONTEMPLADO COM PROJECTO SOLIDÁRIO “ OEIRAS 30 MAIS “

O presidente da Câmara Municipal de Castelo de Paiva marcou presença, recentemente, na apresentação do Projecto Solidário Oeiras 30Mais!, cuja cerimónia decorreu na Associação Nacional de Municípios Portugueses, em Coimbra, numa cerimónia presidida pelo Secretário de Estado da Protecção Civil, Artur Neves, onde foram entregues os Kit’s contendo Ortofotomapas ( com 15 cm de resolução espacial ) e respectiva plataforma informática, oferecidos pela Câmara Municipal de Oeiras aos 30 municípios ( incluindo Castelo de Paiva ) que foram vítimas dos incêndios de Outubro de 2017, com mais de 290 mil hectares de área ardida.

     Trata-se de um projecto solidário e inovador para os Municípios que foram afectados por este flagelo dos incêndios, orçado em 467 mil euros para aquisição de ortofotomapas e criação de uma plataforma informática para os 30 municípios identificados, instrumentos essenciais de gestão do ordenamento do território e planeamento, sistemas de informação geográfica, apresentando-se como uma medida efectiva para ajudar na prevenção e combate aos incêndios, potenciando um melhor conhecimento do terreno e, consequentemente, um auxilio precioso na preservação de vidas e território, com especial incidência na ocorrência de calamidades.
     A plataforma Oeiras 30Mais é composta por três áreas principais: o Catálogo, o Visualizador e os Serviços, sendo que, no Catálogo de metadados encontram-se descritas as principais características dos temas de informação geográfica elaborados no âmbito do projecto, e o Visualizador permite consultar a informação geográfica presente no servidor de mapas locais e em servidores externos, ao mesmo tempo que, os Serviços possibilitam a consulta de temas de informação geográfica públicos através dos serviços OGCWMS e WFS.
     O fornecimento desta informação ao município de Castelo de Paiva vai permitir ajudar a elaborar cartografia topográfica, assim como proceder à demarcação do cadastro das propriedades e elaborar cartografia temática que permita um correcto planeamento de rearborização e ordenamento florestal, numa primeira fase, e à sua gestão e manutenção, numa segunda fase, bem como disponibilizar informações importantes a todos os agentes da protecção civil para que juntos consigam encontrar soluções adequadas para gerir o território de forma mais eficaz.   
     Mostrando-se agradecido e sensibilizado com este gesto solidário do Município de Oeiras, o edil paivense Gonçalo Rocha destaca o interesse e a grande utilidade destas “ ferramentas informáticas “ orientadas para a cartografia, agora disponibilizadas ao município de Castelo de Paiva, elogiando os objectivos deste projecto –piloto, possibilitando uma melhor informação sobre o ordenamento do território e o cadastro da propriedade, potenciando uma melhor articulação entre as entidades competentes que actuam no território, garantindo uma informação geográfica adequada, actualizada e mais fiável.

Carlos Oliveira

Durante o mês de abril, Vouzela dinamiza atividades integradas na iniciativa “Abril, Mês da Prevenção dos Maus Tratos na Infância"


No âmbito da campanha "Abril, Mês da Prevenção dos Maus Tratos na Infância", a Câmara Municipal de Vouzela e a CPCJ vão promover diversas iniciativas com o objetivo de sensibilizar a comunidade para a problemática dos maus tratos nas crianças, aliando a temática das flores enquanto elemento transversal às diferentes iniciativas do Município. 

Para além da ornamentação, com um laço azul de 180cm, do jardim em frente aos Paços do Concelho e da Rotunda Dr. Simões, na entrada da vila, foram também colocados em vários serviços públicos (Biblioteca, Galeria Leituras (In)esperadas, Câmara Municipal, Gabinete de Educação e Ação Social, Piscina Municipal, Posto de Turismo, Museu, Cineteatro, GNR e Centro de Saúde) várias composições da flor Dente-de-Leão. Na exposição, intitulada "Sopros", a flor surge como parte do imaginário da infância e pelo simbolismo de esperança que esta planta representa. 

Integrada no projeto "Páscoa em Cheio", que decorre na Biblioteca Municipal durante a interrupção letiva da Páscoa, será dinamizada uma ação de sensibilização pelas ruas da vila e comércio local, tendo em vista a distribuição de hastes da flor dente-de-leão, (elementos da exposição “Sopros”) com mensagens escritas por crianças. 

Já no cineteatro decorre a exposição “Mundo de papel”, um trabalho em pasta de papel que representa a diversidade cultural à escala planetária, elaborado em parceria pela Biblioteca Municipal e pela ASSOL. 

Finalmente, inserido na 17ª edição do Festival da Canção, que decorrerá no dia 26 de abril, pelas 21h00 no CineTeatro serão dinamizadas as seguintes ações: a projeção do vídeo da CPCJ de Vouzela (2016), a projeção de vídeos dos participantes com mensagens de sensibilização, a apresentação do videoclip "O mundo vamos curar" , um trabalho realizado durante os ensaios do Festival da Canção, com a versão adaptada da canção - Heal the World de Michael Jackson e cujo apontamento conta com o apoio da VFM e da Associação Vouzelar.

Vinte pessoas assistidas em Viseu devido a incêndio em garagem

Resultado de imagem para Vinte pessoas assistidas em Viseu devido a incêndio em garagem
Vinte pessoas tiveram hoje de ser assistidas no hospital de Viseu devido à inalação de fumos resultantes de um incêndio numa viatura que estava numa garagem, disse à agência Lusa fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro.

Segundo a mesma fonte, o incêndio registou-se cerca das 03:00, na garagem de um prédio da Rua Dr. Bernardo Pais Almeida, na cidade de Viseu.

“O incêndio afetou mais duas viaturas. Vinte pessoas, duas das quais crianças, foram transportadas para o hospital, por causa da inalação de fumos”, referiu a mesma fonte, acrescentando que todas as vítimas foram consideradas ligeiras.

Ao local deslocaram-se 28 operacionais e 12 veículos dos bombeiros municipais e voluntários de Viseu, dos bombeiros voluntários de Mangualde, do INEM, da PSP e da EDP.

A mesma fonte disse que o incêndio foi extinto cerca das 05:00 e que não provocou desalojados, tendo os moradores já regressado às suas casas.

Lusa

Mira vai investir 354 mil euros na recuperação dos antigos viveiros da Barrinha

Resultado de imagem para Câmara de Mira
A Câmara de Mira informa em comunicado, que serão investidos 354 mil euros na requalificação dos viveiros da Barrinha, após um longo processo negocial com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), que culminou numa candidatura bem-sucedida a fundos comunitários.
"Foi um processo demorado, mas que irá transformar completamente aquela zona", explica o presidente do município, Raul Almeida. O autarca sublinha que foi preciso negociar a cedência da gestão dos viveiros com o ICNF e depois assegurar financiamento para a intervenção, através de uma candidatura ao Fundo Europeu dos Assuntos Marítimos e das Pescas (FEAMP).
A comparticipação do FEAMP será de 301 mil euros, cabendo à Câmara de Mira assegurar a verba em falta. As obras arrancam num prazo de três meses, provavelmente ainda durante a época balnear, devendo ficar concluídas em Dezembro de 2019.
O acordo com o ICNF só foi possível depois de o Governo ter aprovado, em Conselho de Ministros, o decreto que procede à exclusão e submissão de áreas ao regime florestal parcial, que alterou o fim de parcelas situadas no perímetro florestal das Dunas e Pinhais de Mira.
O decreto abriu ao município novas possibilidades de investimento na área do turismo, acertou os limites florestais do concelho (estabelecidos em 1917) e libertou 200 hectares de terrenos na freguesia do Seixo de Mira, para onde esteve previsto um novo empreendimento agropecuário, que não veio a concretizar-se.
Nos termos do protocolo assinado com o ICNF em junho de 2018, a autarquia assegurou, por dez anos, prorrogáveis por mais dois períodos consecutivos de cinco anos, a gestão dos antigos viveiros piscícolas e o Centro de Educação Ambiental da Barrinha de Mira.
Para aquela área, a autarquia planeou a construção de novos passadiços que facilitem a circulação, a limpeza de tanques e caminhos, a requalificação do centro ambiental, que ficará instalado numa estrutura existente que será ampliada. Esta "requalificação paisagística" deverá estar concluída no final do ano.
O comunicado refere, ainda, que "um papel muito importante estará reservado para o centro ambiental, que terá um espaço de exposições e que deverá contar com o apoio dos pescadores de arte-xávega, que irão ensinar a reparar redes e partilhar experiências. O apoio científico do projeto será dado pela Universidade de Aveiro".
Os viveiros da Barrinha foram uma grande atração da Praia de Mira nas décadas de 50 a 70 do século passado, num período pré-parques aquáticos e oceanários, mas acabaram por encerrar no final dos anos 1990 devido ao desinvestimento da ICNF na conservação dos tanques e áreas de apoio.
Os viveiros ocupam uma área de 4,5 hectares, ao longo da Barrinha, sendo a parte poente destinada às maternidades de procriação de espécies e a parte nascente, na direção do mar, destinada ao crescimento e exibição das espécies.
Os viveiros piscícolas foram construídos na primeira década do século XX, após um processo de décadas liderado pela Universidade de Coimbra.
Na altura, a região ainda enfrentava focos de malária e por isso os viveiros serviram inicialmente para a criação do peixe-mosquito, uma espécie de peixe de água doce, também conhecido pelo nome genérico de gambúsia.
Oriundo da América do Norte, o gambúsia habita normalmente em águas doces paradas e pequenos ribeiros, mas também em água salobra, alimentando-se de larvas de mosquito, vermes e zooplâncton. Foi introduzido em Portugal em meados do século XIX pelas autoridades sanitárias para combater a malária.

Caetano Reis e Sousa eleito membro da Royal Society britânica. É o primeiro português em 200 anos

Resultado de imagem para investigador português Caetano Reis e Sousa
Expresso
O investigador português Caetano Reis e Sousa foi eleito membro da Royal Society, tornando-se no primeiro português em 200 anos a entrar como 'ellow' para a academia de ciências britânica e a mais antiga do mundo, foi hoje anunciado.

O especialista em imunologia foi eleito devido às suas "contribuições para perceber os mecanismos pelos quais o sistema imunitário deteta a invasão de patógenos, cancro e danos nos tecidos", refere um comunicado do Instituto Francis Crick, em Londres, onde é líder de grupo e diretor assistente de investigação.

A investigação feita pelo laboratório de Caetano Reis e Sousa sobre o cancro levou à descoberta de processos usados pelo sistema imunitário para detetar agentes patogénicos e células mortas, mostrando como funcionam a nível celular e molecular.

Em declarações à agência Lusa, o cientista português mostrou-se satisfeito pelo "reconhecimento de contribuições profissionais ao longo da carreira", salientando a "honra" pertencer à academia científica mais prestigiosa do mundo, que teve como membros desde Isaac Newton (1643-1727), Charles Darwin (1809-1882) ou Albert Einstein (1879-1955).

A Royal Society foi fundada em 1660 e apadrinhada pelo rei Carlos II, que foi casado com a portuguesa Catarina de Bragança, com o objetivo de promover a investigação e descobertas científicas.

Todos os anos são eleitos para a Royal Society no máximo 52 membros enquanto britânicos ou funcionários de instituições britânicas e mais 10 membros estrangeiros entre uma média de 700 candidatos propostos por membros atuais.

Desde a fundação, há 359 anos, apenas 25 portugueses foram eleitos membros, a maioria no século XVIII, e o último a entrar foi o matemático Garção Stoeckler, em 1819, de acordo com um estudo do físico português Carlos Fiolhais.

Atualmente, a Royal Society possui perto de 1.600 membros [fellows] britânicos e estrangeiros, incluindo 80 vencedores de prémios Nobel.

Caetano Reis e Sousa espera ter "certas obrigações" enquanto membro, nomeadamente a participação em comités sobre políticas para a ciência e a divulgação da ciência, mas apesar da importante rede de membros, refere que "cada um tem as suas próprias redes de colaboradores e não tem impacto ao nível do trabalho".

Nascido em 1968 em Lisboa, Caetano Reis e Sousa mudou-se para o Reino Unido em 1984, onde terminou os estudos secundários antes de estudar Biologia no Imperial College, em Londres, e um doutoramento em Imunologia em Oxford, tendo também trabalhado nos EUA.

Em 1998, voltou ao Reino Unido, onde lidera um grupo que faz estudos sobre a forma como o sistema imunitário responde à presença de uma infeção ou ao desenvolvimento de um tumor.

O português já recebeu diversos prémios e distinções, incluindo a Ordem portuguesa de Sant'Iago da Espada, tendo sido um dos dois investigadores europeus distinguidos com o prémio Louis-Jeantet de Medicina 2017, equivalente a 700 mil francos suíços (cerca de 653 mil euros no câmbio dia altura).

Dois anos antes, em 2015, orientou um artigo científico publicado na revista Cell que mostrou que dar aspirina a pacientes com cancro em simultâneo com imunoterapia pode aumentar significativamente a eficácia do tratamento.

Lusa

Dia Europeu de Informação aos Jovens 2019


Hoje, dia 17 de abril vem celebrar o DIA EUROPEU DE 
INFORMAÇÃO AOS JOVENS (EYID) com os Pontos JA!



As Lojas e Balcões PONTO JA do IPDJ (institucionais e parceiros) associam-se à campanha #Infoselfie da Agência ERYICA com o objetivo de aumentar a visibilidade e o reconhecimento dos serviços de informação a jovens. 
CAMPANHA
Com o slogan "Com a informação aos e às jovens descobri…", convidamos-te a tirar um momento para postar uma selfie e escrever algo que tenhas descoberto graças aos serviços de informação a jovens das Lojas e Balcões Ponto JA. Vê os exemplos:
"Com a informação aos e às jovens dos Pontos JA descobri…informação sobre como poderei sobre voluntariado noutro país!" ou "...um workshop sobre preservação da natureza na minha cidade!".
 COMO FAZER
Passo 1 - tirar uma selfie e fazer o upload para uma das redes sociais da ERYICA (vê as hiperligações abaixo);
Passo 2 - adicionar o logotipo EYID2019 através do Frame Studio. Podes escolher entre os seguintes  logotipos: Logo 1; Logo 2; Logo 3; Logo 4;
Passo 3 - escrever algo que descobriste através dos serviços de informação a jovens das Lojas e Balcões Pontos JA (seguir os exemplos acima) e enviar a imagem e texto para a plataforma da rede social que escolheres;
Passo 4 - adicionar as hashtags: #newinfo  #EYID2019  #youthinfo  #infoselfie.

Participa através de uma das redes sociais da ERYICA:
  
SOBRE OS PONTOS JA
A Rede Ponto JA é formada por um conjunto de espaços públicos que disponibilizam informações e serviços de interesse para as pessoas jovens. Funcionam numa lógica multicanal assente na oferta de valências como o Portal da Juventude e a Linha da Juventude. Nestes espaços disponibilizamos-te respostas adequada às tuas necessidades.

As Lojas PONTO JA  dão o apoio necessário para esclarecer as tuas dúvidas e poderes participar na oferta de programas e iniciativas do IPDJ e dos municípios onde estão os Pontos JA parceiros.


Particularmente na Zona Centro todos os interessados poderão solicitar mais informações nas Lojas Ponto JA do IPDJ de Aveiro, Castelo Branco, Coimbra, Guarda, Leiria e Viseu, ou consultar o Portal da Juventude em: www.juventude.gov.pt.

Barcelos | Criadores de efeitos especiais da série Guerra dos Tronos e dos videojogos Assassins Creed reunidos no IPCA 30 de maio a 1 de junho | Campus do IPCA - Barcelos


PCA reúne os mais importantes estúdios internacionais de videojogos e de efeitos especiais para cinema na GameDev Week 2019

A Escola Superior de Tecnologia (EST), a Escola Superior de Design (ESD) e a Escola Superior de Hotelaria e Turismo (ESHT) do Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA) organizam, de 30 de maio a 1 de junho, a 2ª edição do IPCA GameDev Week 2019, um dos maiores eventos de videojogos e conteúdos digitais em Portugal.

Face ao sucesso da 1ª edição em 2018, esta edição do GameDev Week, tem como principal objetivo ser uma plataforma de interligação entre instituições de ensino superior, indústria, e principais estúdios e empresas tecnológicas do sector dos videojogos, VFX e tecnologias de interação.

Pretende-se criar uma oportunidade de aproximação dos alunos das diversas escolas do IPCA, e também do público presente no evento, a “empresas de topo, colocando-os frente a frente com uma realidade que não se encontra normalmente em nenhum outro evento nacional. O que se vai refletir como uma mais-valia na formação profissional e pessoal dos participantes” explicou Duarte Duque, membro do comité de organização do evento.

Estarão presentes neste evento oradores e recrutadores internacionais dos grandes estúdios, tais como Plastiek, Framestore, NuboyanaFX, Pixomondo, Ubisoft, Lucasfilm, TreehouseNinjas, entre outros que serão ainda anunciados.

Estes oradores e recrutadores que vão passar pelo IPCA nestes três dias, são responsáveis por jogos e filmes de renome no mundo dos efeitos especiais, tais como a série de jogos Assassins Creed, The Witcher, Wolfeinstein, The Heretic: Tech Demo, ou os filmes/séries da Guerra dos Tronos, HellBoy, Vingadores, Capitã Marvel, Dumbo, Rei Leão, a saga Aliens, Harry Potter, Ready Player One, Jurassic World, e muitos outros.

Os ingressos para o IPCA GameDev Week 2019 já estão disponíveis, assim como todas as informações acerca do evento em http://gamedevweek.ipca.pt

O evento realiza-se no Campus do IPCA em Barcelos, no edifico J.

Ana Teixeira