domingo, 8 de abril de 2018

ANPC apresenta esta 2.ª feira, 9 de abril, os Programas Aldeia Segura e Pessoas Seguras

ANPC apresenta esta 2.ª feira, 9 de abril, os Programas Aldeia Segura e Pessoas Seguras

A Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), a Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP) e a Associação Nacional de Freguesias (ANAFRE) assinam amanhã, 9 de abril, um Protocolo para o desenvolvimento dos Programas “Pessoas Seguras” e “Aldeia Segura”.

Estes programas, criados pela Resolução do Conselho de Ministros n.º 157-A/2017 de 21 de outubro, visam reforçar a segurança das populações face ao risco de incêndio florestal, apoiando o poder local na implementação de estratégias de proteção de aglomerados populacionais face a incêndios rurais, em especial os localizados na interface urbano-florestal.

Além disso, estes programas visam criar dinâmicas e hábitos de segurança na população, com base no conceito de autoproteção, familiarizar a população com as condutas adequadas a observar em caso de evacuação ou confinamento e sensibilizar para a adoção de práticas e comportamentos que minimizem o risco de incêndio rural e aumentem a segurança das comunidades.

Com a implementação destes programas é verificada a existência das faixas de proteção dos aglomerados; identificados e sinalizados caminhos de evacuação e locais de refúgio; definidos sistemas de aviso à população; realizados simulacros para testar os mecanismos de aviso e os procedimentos de evacuação; realizadas campanhas locais de sensibilização sobre as medidas autoproteção. 

Estes programas desenvolvem-se prioritariamente nos aglomerados populacionais classificados de maior risco no âmbito da defesa da floresta contra incêndios. 

A cerimónia de assinatura do protocolo, presidida pelo Ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, realiza-se a 9 de Abril, pelas 11h30, no Centro Cultural e Recreativo de Vale Florido, no lugar de Vale Florido, Freguesia de Alvorge, município de Ansião, distrito de Leiria.


Alcina Coutinho
Assessora de Imprensa
Divisão de Comunicação e Sensibilização
Presidência
http://www.prociv.pt/signature/log.jpg
AUTORIDADE NACIONAL DE PROTEÇÃO CIVIL
Av. do Forte | 2794-112 Carnaxide | Portugal
Tel.: +351 214 247 100 | www.prociv.pt

Passeios Pedestres para crianças do 1º Ciclo




A Câmara Municipal vai organizar passeios pedestres destinados aos alunos do 1º ciclo do ensino básico de todas as escolas do concelho da Marinha Grande, entre os dias 16 e 27 de abril.

O percurso tem aproximadamente 3km, iniciando-se na Praia da Concha e terminando em São Pedro de Moel (junto ao parque de estacionamento superior das piscinas).

Com estes momentos de convívio pretende-se incentivar as crianças a ter hábitos de vida saudáveis tendo, desta forma, um contacto aproximado com a natureza, nomeadamente o Pinhal do Rei.

A atividade é organizada pela Câmara Municipal da Marinha Grande, conta com o apoio dos Bombeiros Voluntários da Marinha Grande, Escolas do 1ºCEB e Agrupamentos de Escolas.

"Cidades orientadas para um Futuro Sustentável" | Conferência em Torres Vedras

“Cidades orientadas para um futuro sustentável” é o tema da conferência que se realiza no dia 17 de abril, terça-feira, entre as 10h00 e as 18h00, no Centro Pastoral de Torres Vedras*. A sessão de abertura vai contar com a presença do secretário de Estado Adjunto e do Ambiente, José Mendes
Esta iniciativa é promovida pela Direção-Geral do Território, Pacto dos Autarcas, Quadro de Referência para Cidades Sustentáveis e pela Câmara Municipal de Torres Vedras.
O evento tem por objetivo abordar a temática do desenvolvimento urbano sustentável e integrado, com particular destaque para a Agenda Urbana para a União Europeia, assim como para as ações promovidas pelo Conselho de Municípios e Regiões da Europa.

A Agenda Urbana para a União Europeia é um acordo intergovernamental firmado em maio de 2016 pelos 28 estados membros da UE, Noruega e Suíça, que pretende, através da constituição de parcerias temáticas, introduzir melhor regulação, melhor financiamento e melhor conhecimento nas áreas urbanas europeias.
O Pacto dos Autarcas é uma iniciativa europeia lançada em 2008, com a ambição de reunir os governos locais comprometidos, voluntariamente, em alcançar e exceder os objetivos da UE para o clima e energia. A iniciativa conta atualmente com mais de 7 mil municípios e regiões de 57 países, baseando-se nos pontos fortes de um movimento mundial multissetorial e no apoio técnico e metodológico oferecido pelos secretariados dedicados.
O Quadro de Referência para Cidades Sustentáveis é uma ferramenta de apoio à decisão, online e gratuita, que visa ajudar as cidades no planeamento, implementação e monitorização de estratégias integradas de desenvolvimento urbano sustentável. O principal objetivo é tornar as cidades mais verdes, inclusivas e atrativas.

O seminário inclui uma sessão plenária da parte da manhã e duas sessões temáticas da parte da tarde que decorrem em paralelo: a sessão A dedicada ao Pacto dos Autarcas e a sessão B dedicada ao Quadro de Referência para Cidades Sustentáveis.
A entrada é livre, ainda que sujeita a inscrição prévia. No ato da inscrição, os participantes são convidados a fazer a sua escolha entre a sessão A e a sessão B.


*Centro Pastoral de Torres Vedras
Rua António Augusto Cabral


Câmara Municipal de Torres Vedras

Tlf: +351 261 320 751 

Serão "Contos Cantados" com o contador Carlos Marques

A Biblioteca Municipal de Torres Vedras recebe o contador de histórias Carlos Marques, no Serão “Contos Contados”, no dia 20 de abril, sexta-feira, às 21h30.

Integrada no programa de Comemoração do Dia Mundial do Livro, esta atividade, de participação gratuita, conta e canta histórias, através de formas ancestrais de comunicação como o riso e a música.

Carlos Marques é contador de histórias desde 2005. Formou-se em Estudos Teatrais na Universidade de Évora e no Institut del Teatre, em Barcelona. Trabalhou como ator em inúmeras estruturas teatrais mas é como contador ou "cantador" de histórias que se assume. Intervém em diversas bibliotecas, escolas e em festivais de narração oral (Palavras Andarilhas, Encontro Int. de Narração Oral de Évora, Contemfesta, Jornadas Literárias de Passo Fundo - Brasil, Féria del Libro de Buenos Aires, entre outros). É programador e narrador anfitrião nos eventos Contos Doutra Hora e Festa dos Contos (Montemor-o-Novo) desde 2009. Foi criador dos espetáculos Levantei-me do Chão (2015, Algures), Como Assim Levantados do Chão (2014, Algures), Abril em Portugal (2014, TERB), Constantin Gavrilovitch Acaba de se Matar (2013, PR), Baquet(2012, Trimagisto), Tio Lobo (2011, TEP), Welcome (2011, Trimagisto), Às vezes quase me acontecem coisas boas quando me ponho a falar sozinho  (2010, Trimagisto) e Narrativa fidedigna (2010, TEUC). É diretor artístico da Algures, coletivo de criação desde 2013.

Esta atividade integra o programa Comemoração Dia Mundial do Livro.


Local: Sala de Adultos da Biblioteca Municipal de Torres Vedras


Biblioteca Municipal de Torres Vedras

2ª: 14h00 às 18h30
3.ª a 6.ª: 10h00 às 18h30
Sáb.: 14h00 às 18h00

Largo Justino Freire Nº 9
2560-636 Torres Vedras
261310460

Câmara Municipal de Torres Vedras

Tlf: +351 261 320 751


Primeira edição da Feira Rural de Torres Vedras cancelada




A primeira edição da Feira Rural de Torres Vedras, marcada para este sábado, 7 de abril, foi cancelada devido às condições meteorológicas previstas para o fim-de-semana.

Nesse sentido, a próxima Feira Rural tem data marcada para 21 de abril em Santa Cruz, junto ao Mercado Municipal de Santa Cruz.

Na primeira edição da Feira Rural de Santa Cruz em 2018, a animação ficará a cargo dos Gaiteiros da Freiria, que atuarão entre as 15h00 e as 16h30.

Entre as 9h00 e as 17h00 visite a Feira Rural de Santa Cruz nos seguintes dias:
- 21 de abril
- 19 de maio
- 16 de junho
- 4 agosto (realiza-se excecionalmente no Largo Jaime Batista da Costa)
- 15 de setembro
- 20 de outubro

Datas de realização da Feira Rural em Torres Vedras:
- 5 de maio
- 2 de junho
- 7 de julho
- 1 de setembro
- 6 de outubro

Na cidade ou na praia, a Feira Rural espera por si!

Câmara Municipal de Torres Vedras
Tlf: +351 261 320 751

    
cmtvedrasoestegreendestinations_emailcev2018_email

"Cidades com Futuro - Reabilitar para Revitalizar as nossas Cidades" CONFERÊNCIA

No próximo dia 19 de abril, às 17h00, o Auditório do Edifício Paços do Concelho em Torres Vedras acolherá a realização da conferência “Cidades com Futuro – Reabilitar para Revitalizar as nossas Cidades”.

Esta conferência resulta do interesse que o Município de Torres Vedras tem demonstrado nos últimos anos com o processo de reabilitação urbana. Com efeito, desde os anos 80 do século passado, que o Município investiu no processo de reabilitação com a elaboração e aprovação de Plano de Pormenor de Salvaguarda e Reabilitação do Centro Histórico de Torres Vedras, atualmente com operação de reabilitação urbana em vigor e, bem recentemente, com a criação da Área da Reabilitação Urbana da Encosta de S. Vicente – ponto central do Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano da cidade de Torres Vedras. Neste processo, o Município investiu no diagnóstico e análise da situação existente, identificando todos os interlocutores do processo de reabilitação e trabalhando em proximidade e parceria com os mesmos.
São convidados para esta conferência todos os proprietários com imóveis em ruína e degradados nas ORU’s existentes, técnicos de obras e projetistas com interesse na reabilitação urbana, empresários do setor e investidores interessados, responsáveis da autarquia, convidados das instituições bancárias e população em geral.

PROGRAMA
17h00 – Abertura da conferência pelo presidente da Câmara Municipal, Carlos Bernardes
17h15 - REABILITAÇÃO URBANA EM TORRES VEDRAS
  • Arq. Bruno Ferreira (vereador) - Enquadramento
  • Arq. José Manuel Lopes - ARU e ORU do Centro Histórico de Torres Vedras e Encosta de S. Vicente
  • Arq. André Baptista - Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano de Torres Vedras e o programa Encosta – Regeneração Urbana e Social da Encosta de S. Vicente
18h00 - INSTRUMENTO FINANCEIRO PARA A REABILITAÇÃO E REVITALIZAÇÃO URBANAS
  • Intervenção do representante da estrutura nacional do IFRRU 2020 - IFRRU 2020 como instrumento de reabilitação urbana
  • Intervenção da entidade bancária Santander
  • Intervenção da entidade bancária Millennium
  • Intervenção da entidade bancária BPI
19:15h – Debate e esclarecimento de dúvidas
20h00 – Encerramento 

Auditório do Edifício Paços do Concelho
Praça do Município
2560 Torres Vedras

Câmara Municipal de Torres Vedras

Tlf: +351 261 320 751

Feira de Viaturas Usadas em Torres Vedras | 13 a 22 de abril

A Expotorres, em Torres Vedras, acolhe a realização de mais uma edição da Feira de Viaturas Usadas de 13 a 22 de abril, que decorrerá todos os dias entre as 10h00 e as 24 horas.

Aproveite a oportunidade para encontrar os melhores negócios no ramo automóvel.
Esta edição da Feira de Viaturas Usadas contará com a presença de 8 stands onde poderá encontrar o seu futuro carro:
- Carcentury Comércio Automóveis;
- FXP Comércio Automóveis;
- Segmentúnico:
- OesteDrive Comércio Automóveis;
- SobralCar;
- Carsport;
- RamalhalCar;
- Tina Automóveis.
Informação sempre disponível e atualizada em: www.cm-tvedras.pt


Andreia Correia
Assessora de Imprensa | Área de Comunicação

Câmara Municipal de Torres Vedras

Tlf: +351 261 320 751 

    
cmtvedrasoestegreendestinationscev



Os moinhos da aldeia esperam por si

Um percurso de tradições e memórias deixadas pelos nossos antepassados que, com recurso aos moinhos e azenhas, moíam o grão e utilizavam a farinha para fazer o pão. Esta cena de um quotidiano longínquo vai ser recuperada em Estarreja durante as comemorações do Dia Nacional dos Moinhos. Nos dias 7 e 8 de abril, haverá histórias, conversas e visitas guiadas aos moinhos mais emblemáticos do município, com propostas para toda a família.

Estarreja celebra a efeméride, dando a conhecer um inestimável valor patrimonial, o dos moinhos que, depois de uma era de abandono, foram recuperados por proprietários, autarquias ou associações.

No dia 7 de abril, sábado, a Biblioteca Municipal acolhe Contos com Fraldas, Histórias para Famílias e a conversa sobre “Moinhos da gente, gente dos moinhos”, com Armando Ferreira, que falará sobre o património molinológico do concelho de Estarreja e apresentará o seu livro “O último moleiro do rio”.

No dia 8 de abril, domingo, a Rota dos Moinhos de Avanca leva os participantes a conhecerem os exemplares daquela vila - Zangarinheira, Arcã e Meias -, num percurso que se fará de bicicleta, e a redescobrirem o tradicional processo de fabrico da Broa d’Avanca: o funcionamento do moinho, a preparação da farinha e de todas as etapas até se colocar o pão de milho no forno. No final, a merecida recompensa, com degustação da Broa acabadinha de sair do forno.


À tarde, uma segunda visita guiada leva-nos por dois moinhos de Salreu, com demonstração de descasque de arroz. Os interessados devem inscrever-se através de formulário onlinebit.do/moinhos.     

Quando se comemora o Ano Europeu do Património Cultural, ao qual Estarreja se associa, dando o tiro de partida com estas ações em torno dos moinhos, percebe-se que há muito por descobrir, sentir e viver.

programa

ABRIL SÁBADO // BIBLIOTECA MUNICIPAL

10H30 Contos com fraldas

15H30 “O Vale dos Moinhos” Noelia Blanco e Valeria Docampo
História para Famílias

16H00 “Moinhos da gente, gente dos moinhos”, conversa com Armando Ferreira e apresentação do livro “O último moleiro do rio”.
O património molinológico do concelho de Estarreja.


ABRIL DOMINGO

Visitas guiadas aos Moinhos do Concelho (inscrição prévia)
Parceria Confraria da Broa d’Avanca e Rancho Folclórico “As Tricaninhas do Antuã”

9H30 > 12H30
Roteiro:
Moinho da Zangarinheira demonstração do funcionamento do moinho e início da preparação da farinha para cozer a broa.
Moinho de Arcã demonstração do processo até colocar a broa no forno.
Moinho de Meias Broa d’Avanca a sair do forno e degustação.

12H30 Almoço na Escola da Congosta

15H00 Visita aos Moinhos da Aldeia em Salreu (de Manuel Carvalho e de Armindo Rodrigues com demonstração de descasque de arroz) 

+ INFO
O período da manhã é promovido pela Confraria da Broa d’Avanca e a visita é feita de bicicleta. O ponto de partida é na sede da Confraria (Beco dos Ferroviários, nº9, em frente à Estação ferroviária).
Visita Moinhos: 2,5€ | Almoço: 10€ (Pagamento no local de partida)

O período da tarde é promovido pelo Município, com a colaboração do Rancho Folclórico “As Tricaninhas do Antuã”, e a visita é feita de autocarro. O ponto de partida é às 14h30, no Cine-Teatro. Participação gratuita.

Inscrições através do link bit.do/moinhos   
Mais informações: comunicacao@cm-estarreja.pt


CÂMARA MUNICIPAL DE ESTARREJA


Praça Francisco Barbosa - 3864-001 Estarreja
Tel. (+351) 234 840 612 (Ext. 404) 


Peixes de água doce nativos e qualidade das linhas de água do Oeste | Palestra e saída de campo

O Centro de Educação Ambiental de Torres Vedras recebe a palestra e saída de campo “Peixes de água doce nativos e qualidade das linhas de água do Oeste” no dia 14 de abril, sábado, das 10h às 16h.
Os rios Sizandro e Alcabrichel albergam uma espécie endémica que se encontra em perigo de extinção: o Ruivaco-do-Oeste.

Em ambos os rios, as populações desta espécie entraram em declínio, o que justificou a execução de várias ações de repovoamento no âmbito do “Projeto de Conservação Ex-situ de Organismos Aquáticos” e a reabilitação de um troço do rio Alcabrichel, utilizando técnicas de engenharia natural. No entanto, é importante conhecer as várias ameaças que estes peixes enfrentam para que os seus efeitos negativos sejam minimizados.

A preservação dos ecossistemas fluviais é, por isso, crucial para garantir a sobrevivência desta e de outras espécies nativas das ribeiras do Oeste, cujo valor patrimonial é inestimável.


Atividades previstas: palestra (durante a manhã) e saída de campo com demonstração da técnica de amostragem científica com recurso a pesca elétrica (durante a tarde).

Formadora: Carla Sousa Santos, bióloga, investigadora pós-doutorada do Laboratório de Genética Evolutiva do MARE-ISPA

Parceiro: Águas do Tejo Atlântico



As inscrições devem ser feitas através dos contactos 261 314 163 e 918 773 342, ou através do endereço cea@cm-tvedras.pt



Local: Centro de Educação Ambiental

Destinatários: M/12


Centro de Educação Ambiental
2ª a 6ª: 09h00 às 13h00 e das 14h00 às 17h00
Parque Verde da Várzea

261 314 163 / 918 773 342


Câmara Municipal de Torres Vedras

Relatório de Gestão de 2017 foi aprovado Município de Cantanhede diminuiu a dívida, reduziu o passivo e aumentou a poupança




A redução da dívida e do passivo, o aumento da poupança e o pagamento da totalidade das faturas recebidas até 31 de dezembro de 2017 são os dados mais relevantes do Relatório de Gestão do Município de Cantanhede que o executivo camarário liderado por Helena Teodósio aprovou ontem, 3 de abril, com cinco votos a favor e uma abstenção. Na apreciação ao documento, a presidente da Câmara Municipal enfatiza o significado daqueles indicadores, destacando a “evolução positiva das contas da autarquia e a sustentabilidade das opções que têm pautado a sua atividade”.
A redução da dívida de médio e longo prazo situou-se nos 3.480.295 euros, um decréscimo de mais 24,5% que em 2016, enquanto a de curto prazo baixou 531.338 euros, ou seja, mais 11,32% relativamente ao exercício anterior. “Estes resultados e a diminuição do passivo em 4.818.348 euros mostram bem a assertividade da gestão camarária e o alcance do esforço de consolidação financeira que a autarquia empreendeu no último ano”, sublinha Helena Teodósio.
Outro dado a que a autarca releva é a poupança, que “corresponde a 6.825.250 euros libertados da receita corrente e canalizados para financiamento de despesas de capital, ou seja, para investimento, valor que representa, relativamente a 2016, uma variação positiva de 5,59%, confirmando assim a melhoria da eficiência na gestão das operações no âmbito de um efetivo controlo orçamental da despesa”.
Por outro lado, a Câmara Municipal encerrou as contas de 2017 sem dívidas a fornecedores e com todas as faturas de empreiteiros entradas até 31 de dezembro liquidadas, o que, “além de ilustrar bem uma disponibilidade de tesouraria muito favorável, ajuda a explicar os 24 dias de prazo médio de pagamento aos fornecedores, menos quatro do que em 2016”, refere a líder do executivo camarário.
Adiantando ainda que os resultados líquidos do exercício ascenderam a 2.735.089.27 euros e que o saldo de gerência transitado para 2018 se cifrou em 303.319 euros, Helena Teodósio perspetiva o futuro “com confiança na execução de um programa que serve o interesse coletivo e que oferece garantias de que serão dados mais alguns passos no processo de desenvolvimento económico e social do concelho. Temos uma agenda ambiciosa para os próximos anos, de acordo com um planeamento que visa a maximização dos benefícios económicos, sociais e culturais numa lógica de sustentabilidade”.
Segundo a autarca, “o objetivo é avançar com a modernização das infraestruturas e dos equipamentos coletivos, melhorando continuamente os fatores que concorrem para a valorização da base económica e do tecido social, no âmbito de uma estratégia em que não será nunca descurada a consolidação financeira da autarquia”.
Na introdução ao Relatório de Gestão de 2017, a presidente da Câmara Municipal considera que o documento “permite perceber o grau de concretização dos objetivos previamente enunciados, aquilatando até que ponto os recursos usados para esse efeito foram os previstos, mas também para perspetivar de que modo o desempenho anual está alinhado com as orientações estratégicas de carácter estrutural. Além de dar resposta cabal às exigências dos normativos legais que regulam a sua elaboração, obedecendo a critérios de rigor, transparência, clareza e objetividade da informação, houve o cuidado de apresentar os dados com o devido enquadramento dos conceitos aplicáveis, de modo a facilitar a sua interpretação”, sublinha.

Agenda de abril | Carregal do Sal