terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Risorius – Festival de Humor e Arte de Albergaria-a-Velha com espetáculos esgotados

Os bilhetes para os espetáculos do Risorius – 5.º Festival de Humor e Arte de Albergaria-a-Velha, que decorre entre sexta-feira e domingo, 26 a 29 de janeiro, estão praticamente esgotados. Já não há bilhetes para “Isto é um Suponhamos”, com Ricardo Araújo Pereira, Rita Ferro, Padre Mário de Oliveira e Carlos Vidal, dia 27, e para a noite de humor com Carlos Vidal, Fernando Rocha, Miguel 7 Estacas e Rui Xará, dia 28.

Os últimos bilhetes disponíveis para o Risorius são para o espetáculo de Stand-Up Comedy, com Eduardo Madeira e Manuel Marques, na quinta-feira, e para a apresentação do filme “Refrigerantes e Canções de Amor”, com as presenças do realizador, do produtor e do ator Ruy de Carvalho, no domingo.

 Os humoristas Eduardo Madeira e Manuel Marques sobem ao palco para “um surpreendente número de faquires, acrobatas e prestidigitação com marmotas”… Ou talvez não! Ao longo de 80 minutos, a dupla, que tem animado a noites de fim de semana da RTP no programa “Donos Disto Tudo”, promete analisar, de forma pouco isenta, os principais acontecimentos da sociedade, da política e do desporto, com música à mistura. Os bilhetes para o espetáculo têm o preço de oito euros, sendo de cinco euros para os portadores de Cartão Amigo, Cartão Sénior Municipal, Cartão Municipal de Voluntário e Jovens SUB 23.

No domingo, pelas 17h30, o Risorius apresenta o filme “Refrigerantes e Canções de Amor”, antecedido por uma conversa com o realizador Luís Galvão Teles, o produtor João Fonseca e o ator Ruy de Carvalho. A comédia romântico-musical, com argumento de Nuno Markl, conta história(s) de amor, envolvendo uma “Dinossaura” cor-de-rosa e um Jorge Palma imaginário. Os bilhetes custam três euros e dois euros, com os cartões de desconto.

 O workshop de fotografia “O que queremos ver quando olhamos”, com Valter Vinagre, também se encontra esgotado. O autor inaugura na sexta-feira, pelas 18h00, a exposição “Posto de Trabalho”, na Biblioteca Municipal.

___________________________________


Como é do conhecimento público o Posto Fixo da ADASCA, está localizado no Mercado Municipal de Santiago, 1º. Piso. Mais informações no site www.adasca.pt

O Mapa das sessões de colheitas de sangue para todo o ano de 2017 está disponível no site indicado acima, podendo ser copiado.

Publicação assinala Centenário da Restauração do Concelho Marinha Grande é referência da indústria há um século

A Marinha Grande assinala este ano o centenário da sua restauração como concelho, que ocorreu no dia 20 de janeiro de 1917. Para assinalar este marco histórico, a Câmara Municipal realiza um conjunto de atividades que decorrem durante o ano 2017.

O arranque do programa comemorativo teve lugar no passado dia 20 de janeiro, no  Edifício da Resinagem, com a apresentação do livro “A Restauração do Concelho da Marinha Grande em 1917”, da autoria de Gabriel Roldão e Luís Abreu e Sousa e edição do Município.

Este estudo histórico compila vários documentos e fotografias da época, que retratam o contexto em que se desenrolou este acontecimento, que devolveu autonomia administrativa e política à Marinha Grande, através da Lei n.º 644, publicada no Diário do Governo, no dia 20 de janeiro de 1917.

A cerimónia contou com a atuação musical de alunos do 5º ano da Escola EB 2/3 Alberto Ney Capucho que apresentaram temas populares portugueses e um em inglês cantados e tocados em flauta, para que, simbolicamente, fossem recordados junto das gerações mais novas este facto histórico e as transformações ocorridas no concelho no último século.
Na sessão de apresentação da publicação, a vice-presidente da Câmara, Cidália Ferreira, referiu que “com Luís Abreu e Gabriel Roldão vamos ouvir falar dos muitos vultos que nas palavras destes «conferiram à Marinha Grande as características que hoje tem».”

A sessão inaugural das comemorações do Centenário fez alusão às “personalidades que de alguma maneira intervieram na vida da nossa sociedade, pelas palavras de alguém que ao longo da sua vida se tem dedicado a investigar e compilar os dados constantes da brochura” e que faz parte integrante de um livro que será apresentado este ano, no âmbito do centenário”.
Cidália Ferreira agradeceu a Gabriel Roldão e Luís Abreu e Sousa por este trabalho  voluntário de investigação, que permite dar a conhecer a história do concelho, “para que nós reconheçamos a nossa história e o valor de quem nos antecedeu e que aqui teve influência ou viveu, para que a Marinha seja a terra de sucesso que hoje é”.

Cem anos volvidos, a Marinha Grande é “uma terra que se posiciona no nosso país como uma das que melhor qualidade de vida tem. Uma terra que contribui para o peso positivo da economia do nosso país”, exportando “mais de 500 milhões de euros e que importa apenas 200 milhões, contribuindo para a diminuição do deficit comercial de Portugal”, salientou Cidália Ferreira.

A vice-presidente acrescentou que este é um território que “sempre soube acolher e integrar todos aqueles que ao longo dos séculos têm vindo a ser novos Marinhenses, procurando aqui melhor qualidade de vida”.

Berço da indústria vidreira, “evoluiu para os moldes e plásticos, que hoje continua a ser conhecida em todo o mundo levada pelos nossos empresários, homens empreendedores que sempre souberam elevar o nome da Marinha Grande”.

Coube a Gabriel Roldão e a Luís Abreu e Sousa a apresentação deste primeiro livro dedicado à restauração do concelho da Marinha Grande, através de referências a personalidades e à cronologia dos factos.

O concelho da Marinha Grande “foi instituído pela primeira vez por força da organização administrativa levada a cabo pelo governo da nação em 6 de novembro de 1836 e reforçada pelo decreto especial de 17 de agosto de 1837”. Esta decisão foi revogada em 17 de abril de 1838, antes da devida instalação do concelho.
“As forças vivas da Marinha Grande e a sua população manifestaram-se das mais variadas formas contra esta medida lesiva dos interesses desta vila que, na altura, representava já uma das regiões mais importantes da indústria nacional”, escrevem os autores.

Segundo recorda a publicação, “a decisão final de Restauração do Concelho da Marinha Grande ainda tardaria algum tempo, tempo demais para a paciência já esgotada do povo”.

A 8 de janeiro de 1917, o Senado aprovou o projeto de Restauração do Concelho da Marinha Grande sem discussão, através da Lei nº 644 publicada em 20 de janeiro desse ano.

No dia 16 de fevereiro de 1917, o Governo Civil de Leiria nomeou a Comissão Instaladora do Concelho da Marinha Grande formada pelos seguintes elementos:


José dos Santos Barosa - Presidente,
Joaquim Matias Sobrinho, José Simplício de Sousa Virgolino, Ilídio Duarte de Carvalho e João Gouveia Pedrosa - vogais,
Joaquim Augusto Ferreira de Morais, Joaquim Barosa, José Couceiro Neto, Raúl Tomé Féteira e Carlos Custódio Morais - sub-titulares.


A 26 de março de 1917 teve lugar a cerimónia de tomada de posse dos titulares dos cargos e a câmara municipal foi instalada no edifício do Largo D. Dinis (onde atualmente funciona o Centro de Acolhimento Girassol).

Além da edição deste livro, estão divulgados cartazes pela cidade com fotografias que dão a conhecer a Marinha Grande em 1917. O Museu Joaquim Correia tem patente a exposição “Concelho em Imagens”, que traça o retrato deste território na primeira metade do século XX e cuja inauguração ocorreu no passado dia 18 de janeiro, no âmbito das comemorações do movimento operário ocorrido a 18 de janeio de 1934.

Corta-Mato 2017 do Desporto Escolar na Marinha Grande Parque da Cerca recebe 2000 atletas


O Parque da Cerca, na Marinha Grande, acolhe a prova de Corta-Mato Escolar - Fase CLDE, no dia 1 de fevereiro (quarta-feira), a partir das 10h30, para apuramento dos alunos representantes do distrito no Campeonato Nacional da modalidade.

A prova é organizada pela Coordenação Local de Desporto Escolar (CLDE) de Leiria, com o apoio da Câmara Municipal da Marinha Grande, Agrupamento de Escolas Marinha Grande Poente e ARS Centro - Sub-Região de Saúde de Leiria.

São esperados mais de 2000 participantes na competição, que reúne os atletas representantes dos 48 agrupamentos de escolas e escolas não agrupadas da CLDE de Leiria.

Devido à realização da prova, o trânsito na Av. D. Infante Henrique e na Av. João Beare, situadas nos limites do Parque da Cerca, irá estar cortado, das 8h30 às 15h00, do dia 1 de fevereiro.

Kopinxas apresenta espetáculo de clown para o público infanto-juvenil no Teatro-Cine de Torres Vedras

O projeto educativo do Teatro-Cine de Torres Vedras prossegue no próximo dia 29 de janeiro com o (um) espetáculo “A meias…”, que será apresentado a partir das 16h.

Trata-se de um espetáculo de clown para o público infanto-juvenil “sem palavras mas com muita coisa dita...”. Desprendidos de modos e maneiras, os dois atores - Ângelo Castanheira e Eduardo Dias - “partem numa “brincadeira” e num “faz de conta” onde a partilha e o aconchego da entreajuda se encontram. Tudo partilhado, tudo ajudado, tudo solucionado ao som de uma caixa de música, onde encontros e desencontros mostram até onde vai a audácia de seguir uma aventura. Acreditamos ser uma viagem à infância de cada um, sem preconceitos e assim tão simples respirando uma linguagem clown. Um espetáculo para toda a família onde o murmurinho da infância é sussurrado ao ouvido”.

O preço dos bilhetes para se assistir a este espetáculo no Teatro-Cine de Torres Vedras é de 2 euros.


Ficha Técnica:

Interpretação: Ângelo Castanheira e Eduardo Dias
Encenação: Ângelo Castanheira e Eduardo Dias
Figurinos: Irene Oliveira
Voz off: Vanda Fernandes
Partitura da caixa de música: Rogério Fernandes
Vídeo promocional: Pedro Cruz
Produção: Kopinxas


Câmara Municipal de Torres Vedras



________________________________





Comemorações do Centenário da Restauração do Concelho Galeria Municipal Tony Vitorino inaugurada

A Galeria Municipal Tony Vitorino, situada no primeiro andar do Cine-Teatro Actor Álvaro, no Largo da República, em Vieira de Leiria, foi inaugurada na passada sexta-feira, 20 de janeiro, no âmbito das comemorações do Centenário da Restauração do Concelho da Marinha Grande.

A iniciativa foi organizada pela Câmara Municipal da Marinha Grande, com o apoio da Junta de Freguesia de Vieira de Leiria. A abertura deste espaço e a organização da exposição coletiva “Entre a Terra e o Mar” foi coordenada pelo artista vieirense Aquilino Ferreira.

Na cerimónia de inauguração, que contou com mais de uma centena de pessoas, o presidente da Câmara, Paulo Vicente, recordou que, “como há 100 anos, nenhum de nós está arrependido em ter saído do concelho de Leiria e passarmos a integrar o concelho da Marinha Grande”.

O presidente referiu que a decisão unânime da Câmara em atribuir o nome de Tony Vitorino à Galeria justifica-se porque “era uma referência das artes na freguesia”. Paulo Vicente continuou que “é recordando estas memórias que se faz a nossa identidade e que ela perdure para os nossos vindouros”.

A vereadora da Cultura, Cidália Ferreira, lembrou que “olhando a história podemos ver como estivemos sempre unidos ao longo destes 100 anos. (...) É dessa história, que sabemos que crescemos juntos. Nada nos pode divergir porque sempre estivemos unidos e crescemos juntos durante 100 anos”.

A Galeria Municipal “tem o nome de um artista da Vieira que faz parte do nosso património. É de muitas personalidades como Tony Vitorino que nos orgulhamos”, acrescentou. Cidália Ferreira agradeceu ainda a colaboração de Aquilino Ferreira na preparação da Galeria e da exposição.

A exposição coletiva “Entre a Terra e o Mar” apresenta cerca de meia de trabalhos de pintura, escultura e fotografia de 26 artistas:


Aline Ferreira
António Santos
Aquilino Ferreira
Bruno Neto
Catherine Morisseau
César Carvalho 
Conceição Ruivo
F. Maria Prosa
Fátima Ferreira
Fernanda Curado
Fernando Crespo
Ferreira Barbosa
Helena Poinha
Isabel Pereira
José Eliseu
José Silva
Lemos Djata
Margarida Lopo.
Milena Soares
Mutes
Olinda Colaço
Rui Moco
Sophie Cravo
Stélia
Ulrich Hilmer
Zacarias


A mostra está patente na Galeria Municipal de Vieira de Leiria, de 20 de janeiro a 19 de fevereiro de 2017, podendo ser visitada gratuitamente de segunda a sexta-feira, das 16h00 às 22h00, e ao sábado e domingo, das 15h00 às 23h00.

Tony Vitorino homenageado na Galeria

A Galeria Tony Vitorino vai funcionar num espaço que já acolheu a Fonoteca Municipal  e dedicar-se-á à apresentação de exposições e outras formas de criação artística na área das artes visuais.

Foi atribuída a designação de Tony Vitorino, como forma de homenagear este pintor vieirense associando o seu nome a um espaço de promoção e divulgação artística.

António Rodrigues Vitorino – mais conhecido por Tony Vitorino – nasceu em 5 de abril de 1938, na Praia da Vieira, e faleceu em 21 de janeiro de 2002. Teve formação em Belas Artes na Escola António Arroio e realizou exposições em diversos países onde viveu - para além de  Portugal, também França, Alemanha, entre outros, - onde representou, através da sua obra, a cultura vieirense e a arte xávega da Praia da Vieira.

Teatro exibido no dia 28 de janeiro “Sombras do Absurdo” no Teatro Stephens

“Sombras do Absurdo”,  numa adaptação de obras de Karl Valentin, é a peça  que vai ser apresentada pelo Grupo de Teatro do Sport Operário Marinhense, na Casa da Cultura Teatro Stephens, na Marinha Grande, no próximo sábado, 28 de janeiro, pelas 21h30.

A peça aborda o facto “da nossa vida quotidiana ser uma história totalmente absurda. Esta é a proposta colocada por Karl Valentin ao longo dos seus textos e é essa também a proposta em conta nos diversos caminhos desta viagem”.

Segundo a sinopse da peça, “levando variadas situações para um universo quase que paralelo, entramos em cena, no espaço que gosto de baptizar como "o sótão da avó". O desafio ao espectador é simples: no meio da confusão temos sombras de histórias, representadas pelos objectos que se vão amontoando, no meio destas há sempre uma que nos encanta. Qual será aquela que o irá encantar?”

“Propondo aos atores que se deixassem embalar por este mundo, num curto espaço de tempo criamos personagens que tocam as pontas do expressionismo, respeitando o texto pontuado de sátira e bom humor, criando uma barafunda dentro daquilo que é o absurdo”, refere Francisca Passos Vella na sinopse da peça.


Ficha Artística e Técnica |
Encenação – Francisca Passos Vella
Intérpretes - Adriana Vieira, Diana Carpinteiro, Ermelinda Silva, Fátima Bonifácio, Isabel Ferreira, Ivo Bento,  Jorge Elói,  Jorge Pina, José Simão, Nuno Tavares, Sandra Correia, Telma Filipe
Assistência de Encenação - Sandra Martinho
Produção Executiva - Fátima Bonifácio / Isabel Ferreira
Desenho de Luz - Francisca Passos Vella e Guto Silveira
Cenografia/ Figurinos - Fátima Bonifácio, Francisca Passos Vella, Isabel Ferreira
Caracterização - Francisca Passos Vella
Cartaz - José Nobre
Secretariado - Ana Pedro
Apoio Geral - Natália Rosa
Classificação Etária | M/12
Preço | 5 euros



Reservas: teatro.stephens@cm-mgrande.pt ou telefone 244573377.
Bilheteira: Teatro Stephens, de terça-feira a domingo, das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00.

____________________________


Rir, é mesmo o melhor remédio!

"Trair e coçar, é só começar" é uma peça teatral com mais de trinta anos. Com o típico humor brasileiro em cena, confessa-se: é impossível não rir! Assim, a Associação Cultural e Recreativa do Seixo, ao trazer este espetáculo para o pequeno Concelho de Mira (mais corretamente, ao Seixo de Mira), acertou na mosca, na sua intenção clara de divertir os espectadores que ali tem acorrido!
Desde o final de Dezembro até o início de Fevereiro, serão seis os espetáculos em que, sempre com a casa lotada, esta hilariante comédia fará as delícias de quem já se deslocou ou pretende se deslocar, na sua última apresentação. Bem sabemos que também já não há lugares disponíveis... o que é uma pena, pois todos os que apreciam um bom teatro merecem ser agraciados com duas horas de muitos, muitos sorrisos e, também, imensas gargalhadas!
Desde a fantástica interpretação de uma ótima atriz que dá pelo nome de Kris Castelhano, até ao último personagem a entrar em cena, passando pelo trabalho profissional de encenação de Nelson Cadete, tudo naquele palco é feito de uma forma soft, onde o sotaque brasileiro da fantástica Olímpia, se destaca sobremaneira.
Uma empregada doméstica que domina os patrões, os amigos e as amigas destes e mais uma panóplia de personagens que (aparentemente) não tinham muito a ver com a história em si, faz com que os espectadores fiquem a pensar, durante muito tempo, como acabará o enredo que - passe a expressão - enreda-se a cada instante. Sim, por momentos é quase impossível colocar-se no lugar da personagem muito bem trabalhada por Kris Castelhano, tamanhas são as situações que ela vai deslindando com maestria, inteligência, perspicácia e uma boa dose de irreverência e malícia!
Em suma: quem já assistiu tem vontade de voltar. Quem ainda não viu, mas tem o seu lugar garantido, bem pode esperar com ansiedade. E, quem não conseguirá ver... não sabe o que está a perder...
Nove artistas. Um palco. Duas horas. Infinitas gargalhadas! Acredite: são as melhores duas horas da vida de quem assiste, durante todo o dia! E, já agora, todos eles são muito mais que simples artistas do Teatro Amador... são atores e atrizes que nos fazem esquecer, por completo, as agruras do dia-a-dia!
Pedir mais, é pedir o impossível...
Mira Online
Fotos: João Dias, a quem o Mira Online agradece a disponibilidade das imagens




Divulgação Semanal CAE Portalegre | Centro de Artes do Espetáculo de Portalegre

10 anos de CAE Portalegre

Divulgação Semanal
Programação do Centro de Artes do Espetáculo de Portalegre

Mais info em: http://caeportalegre.blogspot.pt/
Facebook : https://www.facebook.com/CAEdePortalegre
28 JAN. SÁB. 21.30H
Bang Comedy Gang
Stand-up Comedy | PA | 6 € | M/12 anos


Bang Comedy Gang é um grupo de pessoas que “faz coisas”. Uma delas é comédia de improviso e por isso vamos começar 2017 com improvisações alentejanas. 

Composto por Paulo Oliveira, Henry Ferreira, Rafael Santos  e Jorge Moura, terá em Portalegre um convidado muito especial, Eduardo Mauricio.
Vai ser uma noite imprevistamente divertida ou divertidamente imprevista. Pode escolher, como vai escolher tudo o que irá acontecer em palco!
27 JAN. SEX. 23H
Terry Lee Hale (EUA) + 1ª parte Little Orange
Blues / Rock | CC | 3€ | M/12 anos


Terry Lee Hale nasceu em 1953 em San Antonio, no Texas e desde cedo viajou pelos EUA aprendendo música, escrevendo e fascinando-se com os sons da guitarra. Terry recorda na sua infância a viagem desde o Texas, no banco de trás de um velho Nash Rambler, por Cellilo Falls, o ferry-boat ao longo do rio Columbia, Hank Williams a tocar na rádio, a música de Fats Domino, de Tennessee Ernie Ford, de Jim Reeves e de Johnny Cash, até Seattle.
Três anos após o magnífico “The Long Draw”, Terry Lee Hale editou em 2016 “Bound, Chained, Fettered”, um disco composto por nove canções elegantes, sonhadoras e que destilam intimidade, que marcarão o seu regresso ao CAE.

Little Orange
Experimental /Blues/ Gospel 


Little Orange, lança o seu 1º Ep Promised Land Blues em no Verão de 2016 , gravado em Portalegre por João P Miranda .
Um dia ao consultar a recolha Folk de Alan Lomax , descobre os primeiros sons respiráveis do Delta do Mississippi  é que decide o caminho a seguir a solo.
 Um verdadeiro bluesManShow ,trazendo o cheiro do Capim do Mississippi e o reverb do Gospel no seu openG.
28 JAN. SÁB. 23H
Modulator & Friends
Hip-Hop / Downtempo / Drum&Bass / Progressivo / Trance | CC | 3€ pré venda, no dia 5€ | M/12 anos


Modulator é um projeto de música eletrónica na vertente Psy-Progressivo, iniciado em 2013 na produtora Magma Records, pelo portalegrense Ivo Reis. Este projeto teve a sua primeira atuação em Zurique, na Suíça, e conta já com 3 EPs e 6 músicas, espalhadas por várias compilações da Magma Records, tendo atingido o top de vendas com a primeira música editada.
Em Portalegre, Ivo Reis aka Modulator, pretende apresentar este projeto não a solo, mas com mais outras 4 culturas e muitos amigos, para que este evento consiga atingir todos os amantes de música e principalmente os amantes da música feita na nossa terra.
CINEMA CAEP.
Morada: Praça da Republica nº 39, 7300-109 Portalegre
Tel: 245 307 498 Blog: http://caeportalegre.blogspot.pt/
Facebook: https://www.facebook.com/CAEdePortalegre

MERCADOS NUM MINUTO: Fecho dos mercados: Supremo britânico suporta bolsas. Juros de regresso às subidas

Theresa May terá que levar ao Parlamento a decisão para accionar o artigo 50.º do Tratado de Lisboa, uma notícia que agradou aos investidores, com as bolsas a valorizarem. Já os juros estiveram a agravar-se por toda a Europa.
Fecho dos mercados: Supremo britânico suporta bolsas. Juros de regresso às subidas

Patrícia Abreu 24 de Janeiro de 2017 às 17:22
Os mercados em números
PSI-20 ganhou 0,37% para 4.576,74 pontos
Stoxx 600 avançou 0,25% para 361,92 pontos
S&P 500 sobe 0,33% para 2.272,68 pontos
"Yield" 10 anos de Portugal subiu 6,8 pontos base para 3,861%
Euro desce 0,12% para 1,0752 dólares
Petróleo sobe sobe 1,04% para 53,30 dólares por barril, em Nova Iorque


Bolsas em alta após decisão sobre o Brexit
As principais praças europeias encerraram a segunda sessão da semana a valorizar, numa sessão marcada pela decisão do Supremo Tribunal britânico sobre o Brexit. O Stoxx 600 avançou 0,25%, depois de o Supremo Tribunal do Reino Unido ter decidido que terá de ser o Parlamento britânico a invocar o artigo 50.º do Tratado de Lisboa, obrigando a primeira-ministra Theresa May a esperar antes de iniciar as negociações com Bruxelas. A liderar as subidas na Europa estiveram as acções do sector mineiro, com o índice do sector a valorizar mais de 2%, máximos de 2014.


Já a bolsa lisboeta fechou a subir 0,37%, impulsionada pela recuperação das acções do grupo EDP. A EDP Renováveis subiu esta terça-feira, 24 de Janeiro, 4,38% para 5,96 euros. A companhia que é uma das empresas portuguesas na Core List do BPI esteve a recuperar da descida expressiva registada na sessão anterior. Já a EDP somou 0,4% para 2,731 euros. A travar os ganhos em Lisboa esteve o BCP. O banco liderado por Nuno Amado caiu 3,83% para 0,1508 euros, penalizado pela descida de 9,09% dos direitos ao aumento de capital do banco.


Juros acompanham subida na Europa
As taxas de juro exigidas pelos investidores para comprarem dívida portuguesa agravou-se esta terça nos prazos acima de quatro anos. A taxa de referência a dez anos escalou 6,8 pontos base para 3,861%, numa sessão em que os juros registaram subidas acentuadas um pouco por toda a Europa.
A "yield" a dez anos de Espanha também subiu mais de sete pontos, enquanto a linha a dez anos de Itália agravou-se menos de seis pontos. Já ás as alemãs "bunds" avançaram xx pontos base, alargando o "spread" para a dívida portuguesa para 345,26 pontos.


Euribor de regresso às descidas
As taxas Euribor desceram hoje a três, seis e nove meses e mantiveram-se a 12 meses em relação a segunda-feira. A Euribor a três meses, em valores negativos desde 21 de Abril de 2015, desceu hoje para -0,328%, menos 0,001 pontos percentuais do que na segunda-feira, depois de ter descido até ao mínimo de -0,329% pela primeira vez em 17 de Janeiro. A taxa Euribor a seis meses, a mais utilizada em Portugal nos créditos à habitação e que entrou em terreno negativo pela primeira vez em 06 de Novembro de 2015, foi hoje fixada em -0,242%, novo mínimo histórico e menos 0,001 pontos do que na véspera. No prazo de nove meses, a Euribor desceu para -0,158%, novo mínimo de sempre e menos 0,002 pontos do que na segunda-feira. A 12 meses, a taxa manteve-se em -0,101%, actual mínimo histórico verificado pela primeira vez na segunda-feira.


Tribunal não segura libra
A moeda britânica segue a desvalorizar esta sessão. A libra cai 0,6% para 1,2465 dólares, perante a expectativa que a decisão de levar ao Parlamento a votação para avançar com o Brexit, isto não irá impedir o Reino Unido de abandonar a União Europeia. A divisa tem sido fortemente penalizada pelos resultados do referendo de 23 de Junho, devido aos receios em torno dos impactos negativos na economia do país e, sobretudo, no centro financeiro de Londres.


Corte de produção suporta recuperação do petróleo
Os preços do petróleo seguem a valorizar nos mercados internacionais, a reagirem aos sinais de que os países exportadores estão mais comprometidos em cumprir o acordo para reduzir a oferta no mercado. O WTI, negociado em Nova Iorque, sobe 1,04% para 53,30 dólares por barril, enquanto o Brent, em Londres, ganha 0,69% para 55,61 dólares. Estas subidas ocorrem depois do Iraque ter adiantado que está próximo de implementar a sua parte relativa ao corte de produção, decidida no acordo de Novembro da OPEP. O ministro do petróleo iraquiano referiu que o país cortou a oferta em 180 mil barris por dia e vai cortar a sua produção em mais 30 mil barris diários, até ao final do mês.


Ouro corrige de máximos de dois meses
Os preços do ouro estão a corrigir de máximos de dois meses, a reagirem à subida das "treasuries" nos EUA, um movimento que reduz a atractividade do ouro. O metal precioso cede 0,1% para 1.214 dólares por onça, depois de ter estado a beneficiar com o clima de maior incerteza nos mercados financeiros, após a tomada de posse do novo presidente dos EUA, Donald Trump.

Fonte: Jornaldenegocios

HERTZ MÉXICO OPTIMIZARÁ SUS OPERACIONES Y LA EXPERIENCIA DE SUS CLIENTES GRACIAS A LAS SOLUCIONES IoT de TELEFÓNICA

por Yesica Flores
• Telefónica ofrecerá herramientas avanzadas de gestión de la conectividad y servicios de telemática
Ciudad de México, 24 de enero de 2017. Hertz México y Telefónica México han firmado un acuerdo de varios años de duración para implantar las soluciones de telemática en toda su flota de vehículos permitiendo a Hertz México optimizar sus procesos internos y su servicio al cliente. Hertz México cuenta con la flota de vehículos de alquiler más grande de México, 120 oficinas y es la compañía líder en el mercado de alquiler de coches del país.
Telefónica ofrecerá a Hertz México una solución extremo a extremo de movilidad inteligente de la mano de su partner, Geotab, líder en el terreno de la ingeniería telemática. La capacidad de la solución de proporcionar datos de motor fue un aspecto clave para la decisión de Hertz a la hora de firmar este acuerdo, ya que permitirá a la compañía una mayor eficiencia en los procesos de entrega y recogida de vehículos, ganando así agilidad en el cierre de los contratos.
Hertz obtendrá información a lo largo de todo el ciclo de alquiler así como durante el proceso de mantenimiento de la flota de vehículos. Adicionalmente, esta información servirá de apoyo en la toma de decisiones sobre el negocio, consiguiendo ahorros en costes a la vez que se mejora la experiencia del cliente.
La solución ofrecida por Telefónica se conectará mediante la plataforma de la compañía, Smart m2m, que proporcionará a Hertz herramientas avanzadas de gestión de la conectividad.
La industria de alquiler de coches es una de las que mayor número de vehículos maneja- solo en Estados Unidos hay más de dos millones de vehículos dedicados al alquiler-. La industria está cambiando gracias a la implantación de la telemática. Esta tendencia comenzó hace unos años en Estados Unidos y se está expandiendo a Europa y Latinoamérica donde los grandes actores del mercado están desplegando o considerando la telemática como una pieza clave para incrementar la eficiencia y la productividad.
Moisés Behar, CEO Hertz México, “Hertz-AVASA se encuentra siempre a la vanguardia de la experiencia de cliente , creemos que esta solución telemática representa el gran salto en nuestro negocio y que nos permitirá ofrecer un servicio excelente a la vez que contar con los procesos más eficientes”
Vicente Muñoz Boza, Chief IoT Officer Telefónica, “Este es un caso muy relevante para la industria de alquiler de coches en Latinoamérica y un ejemplo de nuestro conocimiento y experiencia en apoyar a nuestros clientes en su transformación digital a través de soluciones IoT. Esta solución de movilidad ayudará a Hertz México a proporcionar una experiencia optimizada a sus clientes cuando alquilan uno de sus vehículos”
Mariano Moral, VP B2B, Telefónica México, “Telefónica México está liderando el Mercado IoT a través de soluciones innovadoras y servicios que ayudan a nuestros clientes a mejorar sus negocios. El mundo está cambiando a un ritmo acelerado en todos los sectores. Esta “Revolución Digital” nos está animando a ir más allá y nos estamos transformando para ofrecer productos y servicios de mayor calidad para garantizar a nivel global la mejor conectividad que se necesita hoy en día”
Acerca de Hertz - AVASA
Hertz México es representante exclusivo de Hertz para México, tanto para alquiler de vehículos nacionalmente, como para alquileres internacionales. Con más de 50 años en el mercado, operando en la República Mexicana ofrece más de 120 puntos de alquiler de coches, SUVs y minivans en el país, que se suman a los más de 7,200 puntos que posee Hertz en el mundo, localizándose en ambos casos en los principales aeropuertos, zonas turísticas, terminales y zonas centro de cada ciudad de México.

Acerca de Telefónica
Telefónica es una de las mayores compañías de telecomunicaciones del mundo por capitalización bursátil y número de clientes, que se apoya en una oferta integral y en la calidad de la conectividad que le proporcionan las mejores redes fijas, móviles y de banda ancha. Es una empresa en crecimiento que ofrece una experiencia diferencial, basada tanto en los valores de la propia compañía como en un posicionamiento público que defiende los intereses del cliente.

Yesica Flores | enero 24, 2017 en 12:52 pm | Etiquetas: HERTZ 

O jovem de 16 anos que já recusa milhões pela sua empresa

Aprendeu sozinho programação e teve uma proposta aliciante de um investidor norte-americano, mas deu-se ao luxo de recusar.
programação
Mohammed Ali é um jovem britânico de apenas 16 anos, mas que já tem mais sucesso profissional que muitos adultos. Ali aprendeu sozinho programação e criou um site que recebeu agora uma proposta para ser comprado por mais de cinco milhões de libras (5,8 milhões de euros), segundo escreve o The Sun. Mas o jovem acredita que a empresa vale mais e recusou vender.
O site desenvolvido por Mohammed Ali – WeNeed1 – é uma plataforma de comparação de preços de compradores que estão à espera de vendedores. O jovem desenvolveu o projeto a partir do quarto, em casa dos pais em Dewsbury, Yorkshire, no Reino Unido. No ano passado, depois de ter ganho milhares de euros, Ali tinha já sido notícia pelas capacidades de programação e empreendedorismo.
Foi depois de uma entrevista à BBC que o empresário norte-americano Chris Thorpe o terá contactado. No entanto, Mohammed Ali e o sócio acreditam que a empresa pode valer muito mais do que os cinco milhões de libras oferecidos. O jovem de 16 anos vai, por isso, continuar a conciliar os estudos com o trabalho no site.
Fonte: Jornal Económico
__________________________________________________

Onde Posso doar sangue em Aveiro em  2017


Como é do conhecimento público o Posto Fixo da ADASCA, está localizado no Mercado Municipal de Santiago, 1º. Piso. Mais informações no site www.adasca.pt
O Mapa das sessões de colheitas de sangue para todo o ano de 2017 está disponível no site indicado acima, podendo ser copiado.