segunda-feira, 13 de janeiro de 2020

Leiria recebe quarta edição do Programa Investir na Capacidade

O Programa Investir na Capacidade (PIC) iniciou a sua quarta edição, no concelho de Leiria, no passado dia 11 de janeiro no m|i|mo - Museu da Imagem em Movimento. 

Esta iniciativa municipal resulta de uma parceria com a Associação Portuguesa de Crianças Sobredotadas, presidida por Helena Serra, e a Escola de Educação e Ciências Sociais (Politécnico de Leiria) através de Antónia Barreto, coordenadora científica do PIC – Leiria. 

No encontro estiveram presentes pais e encarregados de educação, bem como, a vereadora da Educação e Cultura, Anabela Graça, o coordenador da equipa multidisciplinar municipal, Pedro Cordeiro, e a coordenadora do programa, Olga Silva, tendo sido apresentado o plano de atividades e a estrutura de intervenção prevista para este ano. Esteve igualmente presente Priscila Eduardo, profissional e aluna do Mestrado da Escola Superior de Educação e Ciências Sociais do Politécnico de Leiria, que irá acompanhar as sessões de dinâmicas com as famílias. 

O Programa Investir na Capacidade (PIC) tem como objetivo desenvolver o potencial das crianças e jovens em áreas diversas, bem como a sua capacidade de interação social com os pares, ao mesmo tempo que visa sensibilizar a sociedade para as necessidades educativas destas crianças e o apoio necessário às famílias. 

As crianças participam em atividades que são desenvolvidas sobre áreas temáticas - Ciência e Matemática, Desporto e Movimento, Artes, Saber e Pensar, Robótica e Tecnologia, Escrita Criativa e Comunicação – e têm também a oportunidade de conhecer os espaços culturais da cidade de Leiria, onde são acompanhados por técnicos especializados de cada uma das instituições e desenvolvidas atividades de carácter exploratório e estruturadas de modo a promover a autonomia e a identificação de talentos e do autoconhecimento.


CICLO DE CONFERÊNCIAS SOBRE PASSADO, PRESENTE E FUTURO DA COVILHÃ

Ao longo do ano de 2020 e inserido nas Comemorações dos 150 Anos de Elevação da Covilhã a Cidade, a Câmara Municipal vai organizar um ciclo de conferências que abordem o passado, o presente e o futuro da cidade. 

A primeira conferência, subordinada ao tema “A Covilhã e os Descobrimentos: Os Irmãos Faleiro”, terá lugar no próximo dia 21 de janeiro, pelas 15h00, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, sendo oradora a Professora Doutora Maria de Fátima Reis, Secretária-Geral da Academia Portuguesa da História. 

A entrada é livre.

Leiria | Parque de Estacionamento de Santo Agostinho com primeiros 30 minutos gratuitos

Resultado de imagem para Parque de Estacionamento de Santo Agostinho com primeiros 30 minutos gratuitos

Os primeiros 30 minutos de utilização do Parque de Estacionamento de Santo Agostinho, em Leiria, são desde esta segunda-feira gratuitos, uma medida enquadrada com a empreitada pública de execução de infraestruturas do “Sistema Viário da Avenida Nossa Senhora de Fátima e Avenida General Humberto Delgado – PEDU”. 

O principal objetivo desta isenção de pagamento é apoiar em especial os pais e encarregados de educação que habitualmente transportam os seus filhos para a Escola João de Deus, e que ficam condicionados em aceder a este estabelecimento devido aos cortes de trânsito necessários para a intervenção na obra. 

Recorde-se que a Requalificação do Conjunto Urbano das Avenidas Nossa Sra. de Fátima e General Humberto Delgado representa um investimento de €2.479.002,16, garantindo uma melhoria significativa da qualidade de vida para residentes, comerciantes e utilizadores desta área. 

Empreendedorismo nas escolas apresentado no dia 16 de janeiro

O Auditório do Edifício da Resinagem, situado na Praça Guilherme Stephens, acolhe a sessão de apresentação do “Programa Empreendedorismo nas Escolas”, promovido pela Câmara Municipal da Marinha Grande e pela Comunidade Intermunicipal da Região de Leiria (CIMRL), no dia 16 de janeiro (quinta-feira), pelas 16h00. A entrada é livre.

Este é um projeto dirigido a alunos dos ensinos regular e profissional do nível secundário, que tem como objetivos principais, motivar os jovens para uma cultura empreendedora na sua vida futura, em termos académicos e profissionais, assim como despertá-los para o impacto e dinâmica que os seus projetos podem gerar para benefício das suas comunidades e da Região.

A exemplo das edições anteriores, este programa integra duas fases, com a realização de uma primeira competição em cada um dos 10 municípios que integram a CIMRL, seguida de uma final intermunicipal, onde competem os vencedores dos concursos municipais para apresentação de ideias de negócio inovadoras.

RTP TRANSMITE “AQUI PORTUGAL” DA COVILHÃ


No próximo sábado, dia 18 de janeiro, o programa da RTP, “Aqui Portugal”, será transmitido da Praça do Município e será totalmente dedicado à Covilhã. Os apresentadores Hélder Reis, Joana Teles e Catarina Camacho são os anfitriões do programa que pretende mostrar o melhor do concelho da Covilhã.

Segundo a RTP, o programa “Aqui Portugal” procura transportar o espetador “numa viagem de descoberta (…) pela diversidade do que há de melhor no nosso país. Em direto dos estúdios do Porto ou de qualquer ponto de Portugal, para todo o mundo português, fazemos uma viagem pelo saber, pelo património, pelo artesanato, pela história, pela gastronomia, pela cultura, pelo turismo. No fundo, uma viagem pela realidade do ser-português. Pelas vozes e sabores de Portugal”. Chega agora a vez de a Covilhã ser o destaque do programa de entretenimento que terá início pelas 11h00 até às 13h00, continuando a emissão durante a tarde, das 14h30 até às 20h00.

A Câmara Municipal da Covilhã e a RTP convidam os covilhanenses e todos os que se queiram juntar a esta celebração do que de melhor a Covilhã tem para apresentar, no “Aqui Portugal”, na Praça do Município, das 11h às 20h de domingo, dia 18 de janeiro. 


Na envolvente ao lugar da Pena - “À Descoberta dos Cogumelos” no concelho de Cantanhede



“À Descoberta dos Cogumelos” é o objetivo do passeio micológico a realizar no próximo sábado, 18 de dezembro, no território da União de Freguesias de Portunhos e Outil, concretamente na zona envolvente ao lugar da Pena.

Com início agendado para as 9h000, a iniciativa é organizada no âmbito de uma parceira do Município de Cantanhede – através do Gabinete Municipal de Apoio ao Agricultor –, com a Organização Florestal Atlantis (OFA), a empresa Fungiperfect e o Centro Cultural e Recreativo da Pena. As inscrições podem ser formalizadas por contacto telefónico (926141000) ou por email (geral@ofatlantis.org) numa de duas opções: por 18 euros, com direito a pequeno almoço, almoço e lanche, além de um brinde; e por cinco euros, o que inclui apenas o brinde e o pequeno almoço. Os intervenientes em qualquer destas modalidades de participação terão a oportunidade de assistir a dois workshops, um sobre o cultivo de cogumelos, outro sobre produção de vinhos e licores.

A orientação do passeio micológico estará a cargo de Ricardo Torres, especialista que dará enquadramento ao processo de descoberta dos cogumelos existentes na zona e à identificação, colheita e degustação das espécies silvestres, por vezes desconhecidas.

O objetivo é incentivar as boas práticas coletoras dessas espécies e estimular o seu consumo, bem como alertar os participantes para os cuidados a ter na sua identificação, de modo a promover o equilíbrio e a integridade dos ecossistemas, bem como a proteção e o respeito pelo meio ambiente.

Moçambique | Nyusi empossa seu 1º Parlamento com 103 novos deputados da Frelimo e Esperança Bias como presidente

Filipe Jacinto Nyusi vai empossar nesta segunda-feira (13) o primeiro Parlamento verdadeiramente seu. “A nossa maioria numérica na Assembleia da República em si não nos deve confortar totalmente, não nos devemos impor pelo voto maioritário, devemos convencer, devemos ganhar o debate político” disse o presidente do partido Frelimo cuja bancada tem 103 novos deputados sem experiência política, um novo líder parlamentar e pretende que a “Casa do Povo” continue a ser dirigida por uma mulher: Esperança Bias.
Confirmado como líder com a segunda mais expressiva vitória eleitoral em Moçambique Filipe Nyusi está a moldar o partido que dirige, desde 2014, à sua imagem promovendo uma grande mudança na bancada parlamentar do partido que vai ser empossada para a IX Legislatura, dentre os 184 deputados que conseguiu eleger 103 são estreantes.
A principal mudança de Nyusi é na presidência da Assembleia da República para onde indicou a economista Esperança Laurinda Francisco Nhiuane Bias para substituir Verónica Macamo, que havia herdado de Armando Guebuza e que ficará na história como a 1º mulher a dirigir o Parlamento moçambicano.
Em ascensão dentro do partido Frelimo desde que Filipe Nyusi tornou-se presidente Esperança Bias tem sido uma ilustre expectadora no Parlamento desde que deixou o ministério dos Recursos Minerais, onde foi vice-ministra entre 1999 e 2005 e ministra entre 2005 e 2015, onde só começou a ter visibilidade no início de 2019 quando passou a liderar a Comissão do Plano e Orçamento, ocupando o lugar deixado vago por Eneas Comiche que entretanto foi eleito edil da Cidade de Maputo, porém numa altura em que o Orçamento de Estado já estava aprovado.
Mas o “reinado” feminino da Assembleia da República parece ter terminado pois Filipe Nyusi tirou Margarida Talapa da liderança da bancada parlamentar, no cargo desde 2010, e indicou por Sérgio Pantie para o cargo, que era vice desde 2015 e ascendeu na importante Comissão Política.
Outra mulher que não deve continuar na liderança parlamentar é Maria Ivone Soares que desde a ascenção de Ossufo Momade como presidente do partido Renamo tem perdido algum espaço político e não deve continuar à frente da bancada da maior força de oposição que na IX Legislatura que está reduzida a 60 deputados, dentre ele apenas 26 caras novas.
A minúscula bancada do Movimento Democrático de Moçambique não tem nenhum mulher. Dos seis deputados dois são estreantes na Assembleia da República.
103 novos deputados do partido Frelimo sem experiência política
Entretanto o presidente do partido Frelimo, discursando no passado sábado (11), num encontro com os seus deputados na Matola, pediu que a Assembleia da República não continue a ser apenas o local onde o Governo vai chancelar os dispositivos legais que precisa. “A nossa maioria numérica na Assembleia da República em si não nos deve confortar totalmente, não nos devemos impor pelo voto maioritário, devemos convencer, devemos ganhar o debate político, ganhar na base de argumentos e de intervenções pedagógicas, essa é que é a Frelimo que nós queremos”.

“Não é só dizer que vamos votar, é preciso argumentos para o nosso povo. Quando trazemos as preocupações da população temos de fundamentar para saber sabermos porque este projecto que estamos a trazer é prioritário em relação a outro ou de uma outra província, mesmo quando discutimos a lei temos que argumentar e convencer, este é que vai ser o grande trabalho desta bancada. Neste caso a bancada da Frelimo é a bancada que vai competir com as outras, é a bancada que vai argumentar e convencer, mas é a bancada que deve ensinar, pedagogicamente dizer o tem de acontecer e porque deve acontecer”, pediu Filipe Nyusi.
No entanto estes desejos do líder do partido que governa Moçambique desde 1975 não devem passar de retórica a julgar pela fraca experiência dos novos representantes do povo. Os 103 novos deputados do partido Frelimo não tem nenhum experiência de governação ou de intervenção política, académica ou social a nível nacional, aliás muitos nem sequer são conhecidos nos Círculos eleitoral onde foram eleitos.

Fonte: Jornal A Verdade, Moçambique

"ENGOLIR SAPOS" NO TEATRO-CINE DE TORRES VEDRAS...

Engolir Sapos vai ser levado ao palco do Teatro-Cine de Torres Vedras no próximo dia 18 de janeiro, pelas 21h30.
Trata-se de “uma reflexão artística, em forma de espetáculo de teatro para famílias, sobre preconceitos e sapos de loiça.
Em Portugal, existem entre 40 e 60 mil ciganos, uma minoria entre as maiorias. Em Portugal, existem entre centenas e milhares de sapos de loiça em estabelecimentos comerciais, uma minoria entre as maiorias dos produtos expostos.
Os sapos existem para decorar. E para afastar. Ciganos. Se um cigano incomoda muita gente, 60 mil ciganos incomodam muito mais. Se um sapo incomoda homens e mulheres de carne e osso, um sapo incomoda-nos a todos.
Em palco estarão Pai e Filha. E sapos”. 
O preço dos bilhetes para se assistir a Engolir Sapos no Teatro-Cine de Torres Vedras é de cinco euros.

Ficha Técnica
Encenação: Rafaela Santos
Dramaturgia: Fernando Giestas
Interpretação: Amélia Giestas e Ricardo Vaz Trindade
Música: Ricardo Baptista
Desenho de Luz: Jorge Ribeiro
Cenografia e Figurinos: Henrique Ralheta
Apoio ao Movimento: Leonor Barata
Apoio à Dramaturgia: Jorge Palinhos
Assistente de Cenografia: Carolina Reis
Produção Executiva: Susana Rocha
Gestão Administrativa: Paula Trepado
Registo Videográfico: Eva Ângelo
Apoio ao Registo Videográfico: Maria Ana Krupenski
Registo Fotográfico: José Alfredo
Criação: Amarelo Silvestre
Coprodução: Amarelo Silvestre, Teatro Viriato, Centro de Arte de Ovar e Teatro Municipal do Porto
Residências Artísticas: Teatro Viriato, As Casas do Visconde, Centro de Arte de Ovar, Citemor, Projeto 23 Milhas e ZDB
Parcerias: Olho Vivo/Viseu, As Casas do Visconde
Apoio: República Portuguesa - Cultura/Direção Geral das Artes
Outros Apoios: Patinter, Borgstena e Agrupamento de Escolas, Bombeiros Voluntários, Centro Social e Paroquial e Junta de Freguesia de Canas de Senhorim


Covilhã | ARRANCAM AS OBRAS DA ESCOLA FREI HEITOR PINTO


Realizou-se no passado dia 9 de janeiro, a reunião preparatória do ato de consignação da obra de requalificação da Escola Secundária Frei Heitor Pinto. 

O Presidente da Câmara Municipal da Covilhã, Vítor Pereira, acompanhado pelo Vereador Jorge Afonso Gomes, representou a Autarquia nesta reunião com representantes de todas as entidades envolvidas na empreitada. 

Com um investimento total de 3,3 milhões euros e um prazo de execução de 450 dias, os trabalhos terão início no final do mês de janeiro, logo após o ato de consignação da obra. Está assim dado o arranque de uma obra há muito aguardada que será finalmente concretizada. 

Vítor Pereira afirmou o desejo e a vontade de que “após todas as dificuldades ao longo deste processo, às quais a autarquia foi alheia, acredito que agora tudo vai correr pelo melhor nesta tão importante obra que finalmente vai ser uma realidade”.

Zona Norte | Iniciativa continua a ser um sucesso cultural

XXII Encontro de Cantares das Janeiras contou com 14 grupos participantes
Gonçalo Rocha evidenciou testemunho e tradição ancestral

De regresso ao espaço do Auditório Municipal, que esteve a lotado, realizou-se na noite do passado sábado, a 22ª edição do Encontro de Cantares das Janeiras, uma iniciativa promovida pelo Pelouro da Cultura da Câmara Municipal de Castelo de Paiva, que este ano voltou a ter uma forte adesão, contando com a participação de 14 grupos locais, entre associações, grupos folclóricos, bandas de música, grupos corais e escolas de música.

O cenário foi preparado a preceito, e numa terra de músicos e de musica, este continua a ser um evento cultural, que todos os anos renova e motiva sempre grande entusiasmo e alegria, e como sempre autarquia paivense pretendeu juntar os grupos e associações que, no território concelhio, mantêm viva esta secular tradição de cantar os reis, promovendo este encontro anual,

Para além do presidente da edilidade, Gonçalo Rocha, marcaram também presença o presidente da Assembleia Municipal, Gouveia Coelho, o Vereador da Cultura, José Carvalho, bem como os vereadores José Rocha e Vanessa Pereira, destacando-se ainda, a presença de presidentes de Juntas de Freguesia, membros da AM e outros autarcas do concelho e vários dirigentes associativos.

O espectáculo deste ano, apresentado por Ricardo Ramalho, contou com as presenças de 14 grupos, nomeadamente a Academia de Musica de Castelo de Paiva, Banda Marcial de Bairros, Escola de Musica e Amigos de Sardoura, Rancho Folclórico de Bairros, Banda Musical de Fornos, Grupo As Camponesas de Real, Universidade Sénior de Castelo de Paiva, Grupo de Concertinas Casa do Povo da Raiva, Grupo “ Os Amigos da Sexta “, Rancho Folclórico de S. Martinho, Rancho Folclórico de Nossa Senhora das Amoras, Grupo Os Bairristas, Grupo de Danças e Cantares do Paraíso e o Rancho Folclórico de Castelo de Paiva, todos imbuídos no espírito festivo que se atravessa, procurando retratar a tradição de outros tempos. 

José Carvalho, Vereador da Cultura, congratulou-se com a iniciativa, mostrando-se satisfeito com mais este sucesso cultural, recordando depois, a época em que se cantavam os reis ou as janeiras nas terras do interior, realçando o espírito de solidariedade que sempre existia entre todos no seio da comunidade, numa manifestação bem popular que continua a levar a tradição e a cultura de porta a porta.

Segundo disse o responsável municipal, “ trata-se de uma forma genuína de reviver velhas tradições que, apesar das mudanças evidenciadas na sociedade actual, ainda se mantém activa neste concelho, e na verdade, continuamos contentes que haja gente e colectividades interessadas em manter este espírito”, evidenciando ainda a propósito, o orgulho de constatar o envolvimento das associações neste evento, traduzido numa grande jornada cultural.

Também satisfeito com o êxito desta iniciativa cultural, estava Gonçalo Rocha, presidente da autarquia, que na sua intervenção, também se congratulou com a excelente adesão conseguida, com a continuidade deste secular costume de cantar os reis, na sua opinião, um testemunho cultural que vai passando de geração em geração através da representação de grupos cada vez mais diversificados, “ onde para além de se estimular a defesa do património cultural, se desperta os valores da etnografia, concretizados na antiguidade dos cantares, na riqueza dos trajes regionais e na adequação dos instrumentos utilizados, na musicalidade e no bom nível das interpretações, tudo evidenciado num espírito de solidariedade e fraternidade que interessa preservar, protagonizado num convívio saudável, uma raiz que nos identifica com a nossa terra, os costumes e as jornadas da sociedade ”.

Para o edil paivense, esta iniciativa continua a ser assumida como uma reprodução e um percurso de um passado recente, que nos permite a orientação de encontro às necessidades sócio culturais da população, que queremos continuar a respeitar, garantir, valorizar, e preservar, com carinho e uma simbologia especial para a nossa terra.

Deixando uma palavra de esperança a todos os paivenses, ao seu valor e à sua força, Gonçalo Rocha evidenciou a esperança de um ano bom para os paivenses e para Castelo de Paiva, que represente para todos a efectivação de todos os anseios e a realização de todos os ideais de justiça, de trabalho, de tolerância, de solidariedade, de desenvolvimento e progresso social, na certeza de manter, como principal objectivo da sua governação, total empenhamento nas melhoria das condições de vida, na justiça social, no trabalho e no progresso do território.

Enquadrando as tradições numa simbologia especial para o concelho, o autarca de Castelo de Paiva falou ainda, nas diversas iniciativas realizadas no período de Natal, nomeadamente a Decoração Natalícia das Rotundas do concelho, entre outros eventos que voltaram a ser um sucesso e que registaram boa adesão, destacando a participação e colaboração da Associação Comercial e Industrial, da Academia de Musica de Castelo de Paiva na dinâmica do comércio local nestes dias festivos.

Durante a iniciativa, foram entregues os prémios do XI Concurso de Decoração Natalícia de Rotundas, levado a efeito pela edilidade paivense em parceria com a Associação Comercial e Industrial de Castelo de Paiva, que contemplou a Rotunda da Cruz da Carreira - Sardoura ( Centro Social de SM de Sardoura ), com o 1º prémio, a Rotunda da Estação - Raiva ( AFV Agrupamento Escolar do Couto Mineiro do Pejão ) com o 2º lugar, e a Rotunda de Carvalho Mau – Paraíso – Castelo ( APPACDM de Sabariz ) como terceira classificada.

Carlos Oliveira

Para esses dias aterrorizadores…

“A Paz carregada num carro de Guerra” – Monumento em Londres, o “Arco de Green Park”, para comemorar as vitórias britânicas nas Guerras Napoleônicas.
Para esses dias aterrorizadores, com ameças de conflitos que poderiam envolver várias nações, seguem algumas frases para refletirmos: 

“NÃO SE BUSCA A PAZ PARA PROVOCAR A GUERRA, MAS FAZ-SE A GUERRA PARA CONSEGUIR A PAZ”. (SANTO AGOSTINHO)

“SI VIS PACEM, PARA BELLUM” (SE QUERES A PAZ, PREPARA-TE PARA A GUERRA).  (PROVÉRBIO LATINO)

“APENAS AMEAÇAI COM A GUERRA, E TEREIS PAZ; VEJAM-VOS PREPARADOS PARA USAR A FORÇA, E ELES MESMOS RESTAURARÃO O DIREITO”.  (TITO LÍVIO)

“PIOR DO QUE A GUERRA É O PRÓPRIO MEDO DA GUERRA”.  (SÊNECA)

“SE QUISERMOS GOZAR DA PAZ, É PRECISO FAZER A GUERRA”.  (CÍCERO)

“A GUERRA É A CONTINUAÇÃO DA POLÍTICA POR OUTROS MEIOS”.  (CLAUSEWITZ)

“TÍNHEIS A ESCOLHER ENTRE A VERGONHA E A GUERRA. ESCOLHESTES A VERGONHA, E TEREIS A GUERRA”. (CHURCHILL)

ABIM

Leiria | Empreendedorismo nas Escolas dedicado ao ensino secundário começa com sessão de divulgação municipal


A iniciativa “Empreendedorismo nas Escolas” promovida pela Comunidade Intermunicipal de Leiria, dá o pontapé de saída neste ano letivo com a realização da sessão municipal para o concelho de Leiria na próxima quarta-feira, dia 15 de janeiro, pelas 15:00 na Biblioteca Municipal Afonso Lopes Vieira, com a presença dos diretores escolares e professores. 

Destinado ao ensino secundário e profissional “Empreendedorismo nas Escolas” é um projeto que visa a apresentação de desafios à comunidade escolar, com o objetivo de suscitar soluções criativas para problemas específicos, locais ou regionais. 

A finalidade destes desafios será promover o espírito crítico e criativo dos jovens e favorecer a criação e exploração de ideias de negócio. Deste modo, será possível demonstrar aos jovens que existe um mercado de oportunidades, aberto a novos negócios, que poderá acolher e viabilizar as ideias geradas. 

Dinamizado pela empresa Territórios Criativos que apresenta um programa de ações que incluem várias fases de participação, este projeto irá culminar com uma sessão intermunicipal prevista para o mês de maio.

Proença-a-Nova | Passeios pedestres continuam a afirmar-se como produto turístico



Os passeios pedestres voltam a marcar a agenda de eventos de 2020, sendo uma das iniciativas mensais que tem mais tem crescido desde a sua criação há 16 anos, um produto turístico que complementa os percursos de pequena rota existentes, a GR39 – Grande Rota da Cortiçada e a futura Rota das Aromáticas, que está a ser implementada, um atrativo para quem participa e motivo acrescido para que mais pessoas se deixem encantar pelo território de Proença-a-Nova. 

Quase 1.500 pessoas percorreram um total de 115,5 quilómetros nos passeios pedestres mensais organizados pelo Município de Proença-a-Nova durante o ano de 2019. Este número representa uma média de 122 pedestrianistas por passeio. Aquele que registou mais participantes foi novamente o NaTal Rota Gourmet, o passeio temático do mês de dezembro, que além do percurso destaca também a gastronomia natalícia e contou com 250 pessoas, na sua maioria oriundos de fora do concelho, tal como acontece na generalidade dos passeios mensais, uma prova de sustentação desta atividade como produto turístico. A novidade em 2019 foi o passeio pedestre noturno, em setembro, e que desafiou os mais corajosos a percorrer os trilhos das bruxas e dos lobisomens numa sexta-feira 13. As estórias fantásticas e misteriosas que alimentaram durante décadas o imaginário das pessoas sustentado pelo medo, pelo mistério e pela tradição fizeram durante anos parte da cultura das aldeias serviram de inspiração para o evento que em 2020 irá ser replicado a 13 de março. Além destes passeios temáticos, destaque ainda para os habituais “Montes de Cereja”, a 24 de maio, o “Adormecer o Sol”, a 21 de junho e o “A ver o mar”, a 19 de julho. Nos restantes meses, o passeio realiza-se como habitualmente ao terceiro domingo do mês (pode consultar a lista completa dos passeios de 2020 em https://www.cm-proencanova.pt/Lazer/ContentShow.aspx?ContentId=73). O primeiro do ano vai levar os caminheiros até ao norte do concelho, mais concretamente à aldeia de Fórneas, num percurso com 9 quilómetros, com um grau de dificuldade médio/difícil e cujas as inscrições estão a decorrer até dia 16 no site do Município (https://www.cm-proencanova.pt/Lazer/FormularioPasseioPedestre) ou no Posto de Turismo. 

De ano para ano, o número de participantes tem vindo a crescer, apesar de em 2018 se ter registado um número superior (1670), devido à comemoração do passeio 150 que teve mais de 600 participantes, o número de inscritos nos restantes meses foi menor em relação ao ano passado. Em 2017, foram percorridos 109 quilómetros e contou com 1285 participantes. Desde há 16 anos que os passeios pedestres já percorreram perto de 1.600 quilómetros no concelho, descobrindo recantos da paisagem natural, a autenticidade gastronómica, as gentes e o bem-receber que caracteriza os beirões. 

Recorde-se que em 2020 vai continuar a ser distribuído o passaporte “Mil Andanças por Proença” no âmbito do qual os caminheiros que percorrerem 50, 100 ou 150 quilómetros nos passeios mensais, nos percursos pedestres de pequena rota ou ainda nos trilhos de praia recebem uma t-shirt alusiva ao patamar alcançado e ainda uma oferta para quem percorre 100 e 150 quilómetros. O passaporte pode ser solicitado no Posto de Turismo, onde também podem obtidas informações adicionais sobre esta atividade.

CAMPEONATO NACIONAL DA 2ª DIVISÃO DE BASQUETEBOL


AD VAGOS – 38 X COLUMBÓFILA - 58

Dia 12 de janeiro de 2020
Constituição da equipa da ASSSCC:
0 - Maria João Andrade
3 - Maria Almeida
4 - Inês Ramos
5 - Catarina Amaro
6 - Maria Cruz
8 - Mariana Melo
10 - Beatriz Fernandes
11 - Matilde Melo
12 - Marta Lucas
13 - Teresa Salazar
14 - Rita Mendes
15 - Rita Rodrigues
Treinador principal: João André Costa
Treinador adjunto: Eduarda Amoroso Lopes
Delegada: Ana Maria Rodrigues
ADVagos x ASSSCC
Resultado Final - 38 x 58

Barcelos | IPCA promove cursos de línguas - IPCA tem abertas inscrições para vários cursos de línguas


O Instituto Politécnico do Cávado e do Ave – IPCA, promove este semestre uma formação diversificada em línguas, no Campus em Barcelos.
A oferta inclui idiomas como Inglês, Francês e Alemão. As inscrições já estão abertas.
Estes cursos são criados com o objetivo de munir os estudantes do IPCA, e participantes, de mais competências linguísticas. Os cursos têm início no mês de fevereiro, que prolongam até março ou maio, de acordo com os conteúdos programáticos e carga horária de cada curso.
Os Cursos Livres de Inglês realizados no IPCA encontram-se divididos em cinco níveis de domínio da Língua Inglesa, de acordo com o definido no Quadro Europeu Comum de Referência para as Línguas (QECR): A1, A2, B1, B2 e C1 (C2 não será lecionado), para três grandes tipos de utilizador - o utilizador elementar, o utilizador independente e o utilizador proficiente. Estes cursos decorrem de 22 de fevereiro a 23 de maio de 2020.
O Curso Livre de Alemão (iniciação) destina-se a estudantes e profissionais com interesse na aprendizagem da língua alemã e sem conhecimentos prévios da mesma. Os participantes, no final deste curso, deverão conseguir manter um diálogo em alemão, desde expressões cotidianas assim como se apresentarem a si mesmos e a outras pessoas. Este curso tem a duração de 48 horas e decorre de 22 de fevereiro a 23 de maio.
O Curso de Inglês para Restauração, tem a duração de 30 horas. Pretende dotar os participantes com conhecimentos básicos, ao nível da conversação em inglês, de vocabulário técnico inerente a esta área profissional aplicada ao contexto da restauração. As aulas iniciam-se de10 de fevereiro a 30 de março.
O Curso Intensivo de Francês para Turismo orientar-se-á de acordo com o nível A2 (elementar) do Quadro Europeu Comum de Referência para as Línguas. No final do curso os formandos deverão ser capazes de contactar diretamente, oralmente ou pro escrito, com uma clientela de língua francesa e compreender e produzir textos no contexto da hotelaria e restauração. O curso de 48 horas, decorre de 10 de fevereiro a 3 de março de 2020.

Mais informações acerca destes cursos em www.ipca.pt.

Ana Teixeira

Utilizar a retina como “espelho do cérebro” para o diagnóstico precoce da doença de Alzheimer

Um estudo longitudinal sem precedentes, realizado por uma equipa multidisciplinar da Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra (FMUC), demonstrou que a retina poderá funcionar como um biomarcador não invasivo relevante para o diagnóstico precoce da doença de Alzheimer.
Caracterizada pela perda gradual e irreversível de determinadas funções cerebrais, como a memória, a atenção e a linguagem, a doença de Alzheimer representa cerca de 60 a 70% dos casos de demência, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS). O diagnóstico, que depende da realização de vários exames, não é fácil de fazer, e frequentemente é feito numa fase moderada ou avançada da doença. Assim, há uma necessidade urgente de identificar biomarcadores subclínicos que possam ajudar a diagnosticar precocemente o início da doença e de forma confiável.
Uma vez que a retina é um tecido do sistema nervoso central (tem a mesma origem embrionária que o cérebro) e é considerada uma extensão do cérebro, a equipa, coordenada por Francisco Ambrósio, explorou o conceito da “retina como um espelho ou janela para o cérebro”, isto é, a retina pode “mostrar” o que acontece no cérebro, no contexto de doença de Alzheimer.
Nesse sentido, foi realizado um estudo longitudinal, único e inovador, com um modelo animal triplo transgénico da doença de Alzheimer (3×Tg-AD), um murganho que possui três genes humanos com mutações associadas a esta doença neurodegenerativa, no qual foram avaliadas em simultâneo as alterações da retina e do córtex visual, in vivo, em quatro tempos diferentes: 4, 8, 12 e 16 meses de idade. Foi também usado um grupo de controlo (murganhos saudáveis).
Os investigadores pretendiam encontrar respostas para questões como: partindo do pressuposto de que, na doença de Alzheimer, há alterações na retina, onde é que surgem as primeiras alterações? No cérebro ou na retina? Onde é que as alterações evoluem mais rapidamente? No cérebro ou na retina? Há alguma relação entre as alterações que ocorrem no cérebro e na retina? Quais são as regiões da retina ou do cérebro que são mais afetadas?
Em cada um dos períodos de vida do modelo animal (que tem uma esperança média de vida de dois anos), os investigadores efetuaram uma bateria de testes em que avaliaram a estrutura e a função da retina, assim como a estrutura cerebral.
Os resultados, já publicados na Alzheimers Research & Therapy, uma das principais revistas internacionais na área das Neurociências e da Neurologia Clínica, indicam «a existência de alterações estruturais e funcionais na retina e alterações estruturais no córtex visual do modelo animal 3×Tg-AD. Estas alterações neurais poderão ser usadas como um biomarcador adicional para o diagnóstico precoce da doença de Alzheimer. Além disso, este trabalho reforça a possibilidade de se usar o olho como uma ferramenta adicional (de modo não invasivo) para o diagnóstico precoce e monitorização terapêutica da doença de Alzheimer», afirma o líder do estudo.
De forma mais simples, notou-se que «a retina, até certo ponto, mimetiza o que acontece no cérebro, isto é, no cérebro há uma redução do volume da estrutura do hipocampo (região do cérebro associada à memória) e do córtex visual e na retina também ocorre uma redução da sua espessura. Em todas as fases estudadas [4, 8, 12 e 16 meses], observou-se uma redução da espessura das camadas mais internas da retina, o que se correlaciona com a redução do volume do hipocampo e do córtex visual. Esta correlação sugere que se poderá utilizar a retina como mais uma ferramenta para o diagnóstico precoce da doença de Alzheimer», explicita Francisco Ambrósio.
Posteriormente, a equipa, constituída também pelos especialistas Miguel Castelo-Branco, Rui Bernardes e Isabel Santana, realizou estudos com humanos, tendo confirmado «a existência de algumas alterações na retina e uma associação positiva entre as alterações no cérebro e na retina», refere Francisco Ambrósio. No entanto, adverte, «para uma validação robusta da possibilidade de se usar a retina como biomarcador, é necessário aumentar o número de doentes».
Mesmo assim, considerando que o diagnóstico precoce é crucial para um tratamento mais eficaz da doença de Alzheimer e que o olho permite realizar testes não invasivos, ao contrário do cérebro, «este trabalho constitui uma abordagem bastante relevante para a prática clínica. Face aos resultados obtidos, seria interessante que os neurologistas ponderassem a prescrição de testes da retina, por exemplo, uma tomografia de coerência ótica (em inglês, OCT), um exame de rotina rápido e simples e que não é muito dispendioso, que permite avaliar a espessura das camadas da retina, contribuindo assim para a validação do método no diagnóstico precoce da doença de Alzheimer», conclui o investigador.
Apesar de este estudo se ter focado na doença de Alzheimer, pode ser alargado a outras patologias, como, por exemplo, doença de Parkinson, esclerose múltipla e esclerose lateral amiotrófica.
O estudo foi realizado no âmbito do projeto “Alterações cerebrais na doença de Alzheimer: a retina como um espelho do início e progressão da doença?”, distinguido com o Prémio Mantero Belard e Prémios Santa Casa Neurociências 2015, e também financiado pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT) e por fundos europeus (FEDER e COMPETE 2020).

Sábados Musicais regressam ao CoimbraShopping

Resultado de imagem para Sábados Musicais regressam ao CoimbraShopping

Depois do sucesso dos concertos em 2019, o CoimbraShopping volta a receber a Academia de Música de Coimbra para mais três sessões de Sábados Musicais.

Uma vez por mês, até Março, alunos de várias idades e diferentes áreas musicais vão surpreender todos os visitantes com concertos totalmente gratuitos. O próximo encontro musical está marcado para este sábado, 18 de Janeiro, em dois momentos: às 11h30 e às 15h30.

Com duração de cerca de uma hora, cada concerto recebe diversos músicos aprendizes, dedicados a animar os sábados dos coimbrenses com boa música no palco da restauração do Centro.

Com esta iniciativa, não só o CoimbraShopping pretende dar uma experiência diferenciadora a todos os visitantes, como proporciona ainda aos alunos da Academia de Música de Coimbra saírem das salas de aula para um ambiente diferente, onde podem colocar em prática tudo o que aprendem na escola, partilhando o seu talento com os locais.
Os próximos concertos já têm data marcada para os dias 15 de fevereiro e 14 de março, sempre em dois momentos, às 11h30 e às 15h30.

Sob o mote “Vamos Voar”, a Academia de Música de Coimbra surgiu em 2014 cheia de sonhos e vontades, conduzidas pela música e pelo gosto da aprendizagem e da partilha. Nasce de forma descontextualizada e pretende ir além dos espaços convencionais de aprendizagem da música. Esta academia não tem barreiras e pretende ensinar a cada um dos seus alunos a alargar os seus horizontes, superando-se a cada dia.

Fonte: CoimbraShopping

Brexit: Diplomata português escolhido para ser o embaixador da UE no Reino Unido

O chefe da diplomacia da União Europeia, Josep Borrell, escolheu o diplomata português João Vale de Almeida para liderar a futura delegação comunitária junto do Reino Unido após a consumação do 'Brexit', disse hoje à Lusa fonte comunitária.
“Posso confirmar que o Alto Representante e Vice-Presidente tenciona designar João Vale de Almeida como líder da futura delegação da União Europeia junto do Reino Unido da Grã-Bretanha e Irlanda do Norte”, disse a porta-voz Virgine Battu-Henriksson à Lusa.
A porta-voz acrescentou que “a designação formal apenas terá lugar após a saída do Reino Unido da União Europeia”, agendada para o final do corrente mês, e após a indispensável aprovação das autoridades britânicas.
Com mais de três décadas de experiência em cargos europeus, João Vale de Almeida, 62 anos, já desempenhou diversos cargos de topo, tendo sido porta-voz da Comissão Europeia e diretor-geral antes de se tornar chefe de gabinete e principal conselheiro de José Manuel Durão Barroso durante o seu primeiro mandato como presidente da Comissão Europeia (2004-2009).
Vale de Almeida tornou-se de seguida embaixador da União Europeia nos Estados Unidos (2010-2014), à frente da primeira delegação europeia em Washington com poderes reforçados (em representação de toda a União e não somente da Comissão Europeia), à luz da entrada em vigor do Tratado de Lisboa, e de 2015 até ao final do ano passado foi o embaixador da UE junto das Nações Unidas.
Regressado a Bruxelas em Dezembro último após cerca de 10 anos em Washington e Nova Iorque, o seu nome já era apontado como um dos favoritos para representar a União Europeia em Londres, depois de o Reino Unido deixar de ser Estado-membro.
Se o processo de saída do Reino Unido da União Europeia não sofrer mais surpresas e consumar-se, como previsto, em 31 de Janeiro, a representação da Comissão Europeia em Londres encerrará nessa data e dará lugar, em 01 de fevereiro, à nova delegação da UE, cujos moldes serão semelhantes àquela que Vale de Almeida encabeçou nos Estados Unidos.
A delegação da UE no Reino Unido ficará sob a tutela do Serviço Europeu de Ação Externa, o corpo diplomático da União liderado pelo Alto Representante Josep Borrell, que é também vice-presidente da Comissão Europeia liderada por Ursula Von der Leyen, e começará então a operar numa altura em que os 27 e Londres vão negociar a relação futura pós-‘Brexit’.
Lusa
Foto: Twitter 

Encontrados corpos dos dois homens que caíram ao mar junto à Boca do Inferno

Resultado de imagem para Encontrados corpos dos dois homens que caíram ao mar junto à Boca do Inferno
O corpo do segundo pescador que se encontrava desaparecido depois de ter sido arrastado por uma onda enquanto pescava junto à Boca do Inferno, em Cascais, foi resgatado, disse à Lusa fonte da Marinha.
“O segundo corpo do pescador desaparecido já foi resgatado do mar”, disse à Lusa o porta-voz da Marinha, comandante Pereira da Fonseca, avançando que entre o resgate do primeiro corpo e do segundo “mediaram cerca de 15 minutos”.
Dois homens desapareceram hoje junto à Boca do Inferno, em Cascais, ao serem arrastados por uma onda enquanto pescavam, tendo sido dado o alerta para o Centro Coordenador de Busca e Salvamentos Marítimos cerca das 13:45.
De acordo com o comandante, o primeiro corpo foi resgatado por uma moto de água e o segundo pela embarcação da estação de salva-vidas, ambas pertencentes aos meios de Cascais.
As buscas foram entretanto desativadas, pelo que não foi necessária a intervenção nem do helicóptero da Força Aérea, nem do navio patrulha Sines, frisou o responsável.
Após o alerta e quando as autoridades chegaram ao local falaram com testemunhas que relataram que “dois homens encontravam-se a pescar na base da arriba quando foram apanhados por uma onda”.´
No local estiveram bombeiros voluntários de Cascais, um salva-vidas da Marinha e patrulha de terra, igualmente da Marinha.
Lusa

Estudo afirma que novos veículos a gasóleo poluem mil vezes mais

Resultado de imagem para Estudo afirma que novos veículos a gasóleo poluem mil vezes mais
SAPO24
A Federação Europeia dos Transportes e Ambiente concluiu, com base num estudo que analisou dois dos modelos automóveis mais vendidos na Europa, que “a poluição dos novos veículos a gasóleo atinge níveis mil vezes acima dos valores normais”.
A conclusão “preocupante” do estudo foi hoje divulgada pela associação ambientalista ZERO, que faz parte da Federação Europeia dos Transportes e Ambiente, que escreve em comunicado que “testes realizados em dois dos veículos mais vendidos na Europa, a poluição dos novos veículos a gasóleo atinge níveis mil vezes acima dos valores normais”.
A federação que, salienta a Zero, “encomendou os testes a laboratórios independentes”, defende que “os legisladores europeus e nacionais devem aceitar definitivamente que os veículos a gasóleo ainda são altamente poluentes e devem tomar medidas urgentes, como apertar os limites de emissão e os testes de emissões serem mais rigorosos”.
A Zero recorda que “aquando da limpeza/regeneração dos filtros de partículas dos veículos atingem-se picos de emissão que são particularmente graves para o coração”, sendo que “estas situações podem verificar-se em áreas urbanas a cada 15 quilómetros e são efetivamente ignoradas pelos testes oficiais de emissões”.
“De uma forma geral, as partículas inaláveis podem aumentar significativamente o risco de doenças cardiorrespiratórias. Mais de 45 milhões de veículos contêm estes filtros de partículas na Europa, o que representa um total de 1,3 mil milhões de limpezas (“regenerações”) por ano. Em Portugal, os cerca de 775 mil veículos a gasóleo equipados com filtros de partículas efetuarão, por estimativa, 23 milhões de limpezas por ano”, refere a associação ambientalista.
Nos testes encomendados pela Federação Europeia dos Transportes e Ambiente foram analisados o modelo Qashqai da Nissao e o modelo Astra da Opel, “segundo e quarto modelos mais vendidos no mercado europeu nos seus segmentos”.
Os dois “apresentaram valores entre 32% e 115% acima do limite legal de partículas, quando efetuavam estas limpezas do filtro de partículas em testes independentes”.
No entanto, salienta a Zero, “existe uma falha ao nível da legislação em que o limite legal não se aplica quando a limpeza do filtro ocorre em testes oficiais, o que significa que 60-99% das emissões reguladas de partículas dos veículos testados são ignoradas”.
Já quando as partículas ultrafinas, que não estão regulamentadas, foram medidas em laboratório, “as emissões totais de partículas do Nissan Qashqai e Opel Astra aumentaram ainda entre 11 e 184%”.
A Zero explica que apesar de as partículas ultrafinas não serem medidas em testes oficiais, “são consideradas as mais nocivas para a saúde humana, pois penetram profundamente no organismo e estão associadas com o risco de cancro”.
Para a associação ambientalista, “o próximo regulamento europeu que defina os limites de emissão Euro deve acabar com estas falhas e estabelecer limites para todos os poluentes”.
A Zero admite que “não há dúvidas que os filtros de partículas são um elemento fundamental e proporcionam uma enorme redução da poluição dos veículos a gasóleo”. No entanto, para a associação ambientalista, “fica claro que a legislação tem problemas de aplicação e que as emissões de partículas, nomeadamente de partículas finas e ultrafinas são ainda significativas, pelo que só a retirada progressiva dos veículos a gasóleo permitirá resolver os problemas de poluição por eles causados”.
No comunicado hoje divulgado, a Zero destaca ainda que “três em cada quatro habitantes das cidades europeias estão expostos a níveis perigosos de partículas, um poluente relacionado com o risco de cancro e cuja exposição crónica afeta o coração e os pulmões”.
A associação ambientalista reforça que “estes testes mostram que os novos veículos a gasóleo continuam a emitir níveis elevados de partículas nas cidades e estradas todos os dias, enquanto os fabricantes continuam a vender os seus veículos, ignorando a legislação, com consequências para a saúde da população”.
“A nova Comissão Europeia deve exigir e dar mais poderes para que as autoridades nacionais de homologação, no caso de Portugal o IMT - Instituto de Mobilidade e dos Transportes I.P., fiscalizem e penalizem os fabricantes que continuam a vender veículos a gasóleo altamente poluentes, como faz a Agência de Proteção Ambiental dos EUA”, defende a Zero.
Lusa

Europeu de Andebol: Portugal qualifica-se para a ronda principal após derrota da França

Resultado de imagem para Europeu de Andebol: Portugal qualifica-se para a ronda principal após derrota da França
A seleção portuguesa de andebol qualificou-se hoje para a ronda principal do Euro2020, ao beneficiar da derrota da França com a Noruega, por 28-26, e fruto também das vitórias que conquistou sobre os franceses e a Bósnia-Herzegovina.
Portugal, que se impôs na sexta-feira à França (28-25) e hoje à Bósnia (27-24), totaliza quatro pontos, os mesmos da também apurada Noruega, anfitriã do drupo D da fase preliminar, em Trondheim, e já não poderá ser apanhado no segundo lugar do agrupamento, o último que dá acesso à fase principal, pelas duas seleções que venceu.
A seleção nacional tinha-se qualificado apenas uma vez para a ronda principal, em 2002, na Suécia, na primeira edição do Europeu com o atual formato competitivo, mas em moldes mais favoráveis, uma vez que se apuravam os três primeiros classificados de cada grupo da fase preliminar, posição na qual terminou a equipa lusa.
Após 14 anos de ausência, Portugal está a disputar pela sexta vez a fase final do Campeonato da Europa - no qual tem como melhor resultado o sétimo lugar alcançado em 2000, na Croácia -, encerrando a participação na ronda preliminar na terça-feira, frente à Noruega, em Trondheim.
Lusa
Fotografia: Ole Martin Wold/EPA

Marcelo chega a Moçambique para visita de cinco dias

Resultado de imagem para Marcelo chega a Moçambique para visita de cinco dias
O Presidente da República chegou esta segunda-feira a Maputo para uma visita de cinco dias. Para além de participar na cerimónia de tomada de posse de Filipe Nyusi, reeleito Presidente de Moçambique no ano passado, o chefe de Estado português deverá também visitar a Beira, cidade que ficou devastada pelo ciclone Idai no ano passado.
O avião onde viajava Marcelo Rebelo de Sousa chegou à capital moçambicana às 7h25 locais (mais duas horas que em Lisboa), sendo que hoje o chefe de Estado tem o dia dedicado a um progroama privado.

O Presidente da República foi recebido com honras militares pelo ministro moçambicano dos Negócios Estrangeiros, José Pacheco.
À chegada, Marcelo destacou "as ligações de fraternidade com Moçambique, que são únicas" e sublinhou que o Presidente português ser o único chefe de Estado dos países membros da União Europeia a assistir à posse de Nyusi.
Na terça-feira, Marcelo Rebelo de Sousa estará em Maputo para visitar a Escola Portuguesa de Maputo. Ao fim do dia encontra-se ainda na capital moçambicana com membros da comunidade portuguesa. Vivem em Moçambique entre 23 a 265 mil portugueses.
O programa de quarta-feira é preenchido com a tomada de posse do Presidente moçambicano, Filipe Nyusi, para a qual são esperados diversos chefes de Estado, estando previsto um encontro bilateral entre Marcelo e Nyusi durante a tarde.
Nyusi, presidente da Frente de Libertação de Moçambique (Frelimo) foi reeleito à primeira volta nas eleições gerais realizadas a 15 de outubro, tendo reunido 73 por cento dos votos. Os partidos da oposição, Resistência Nacional Moçambicana (Renamo) e Movimento Democrático de Moçambique (MDM), contestaram os resultados oficiais.
Já na quinta-feira, o Presidente desloca-se à cidade da Beira. Está previsto que visite o consulado-geral de Portugal e o Hospital Central da Beira, que foi arrasado pelo ciclone Idai, em Março último.

O ciclone Idai fez mais de 600 mortos e destruiu várias infraestruturas da cidade e da própria região centro, prejudicando também a comunidade portuguesa nesta zona, de cerca de 2.500 pessoas.

Na sexta-feira, de regresso a Maputo, Marcelo Rebelo de Sousa tem encontro marcado com a equipa da Cooperação Técnico-Militar.
Nesta semana, a agenda cheia do Presidente vai contar com "encontros com representantes dos partidos políticos moçambicanos com assento parlamentar, com personalidades políticas, do mundo da cultura e representantes das principais comunidades religiosas ".
Na manhã de sábado, o Presidente da República regressa a Portugal num voo comercial.
RTP